Jesus, Maria e José foram para o Egito ou Nazaré?

Mais uma aparente "contradição" usada por muitos ateus e críticos da Bíblia para tentar difamar os relatos bíblicos e desvalorizar a autoridade das Escrituras. Jesus, Maria e José, teriam ido para o Egito ou para Nazaré?

Haveria realmente uma contradição nos relatos de Mateus e Lucas? E se há realmente certa discordância nas informações, haveria alguma explicação plausível? Aqui a verdade é mostrada nua e crua e você fica enganado se quiser. Vamos analisar essa questão aqui no Verdade Urgente e mostrar a realidade dos fatos descritos em Mateus e em Lucas com clareza e deixando aqui uma resposta para aqueles que ainda têm dúvidas sobre estas passagens.

Ilustração de José e Maria indo para o Egito
A Bíblia se contradiz dizendo que foram para o Egito e em outro registro para Nazaré? Imagem: Wikipedia


O relato de Mateus

O evangelista Mateus relata que eles teriam descido ao Egito, conforme mostra o texto em questão:

"E, levantando-se ele, tomou o menino e sua mãe, de noite, e foi para o Egito." Mateus 2:14

Vamos analisar alguns detalhes importantes sobre Mateus e seu evangelho. É necessário antes de tudo, saber que Mateus direcionou seus relatos mais para os judeus e nele procurava sempre mostrar que Jesus realmente era o Rei que já havia sido revelado, o Sacerdote e ainda aquele que cumpriria as profecias na Lei e dos profetas. É por esse motivo que ele detalhou essa ida da família de Jesus ao Egito, por ocasião da matança dos primogênitos por Herodes.

Ocasião em que soube pelos magos do oriente que havia nascido aquele que seria Rei em Israel e temendo perder seu trono, decidiu matar todas as crianças nascidas naquele período de tempo e revelando Deus por um anjo a José que isso aconteceria, os mandou fugir para o Egito.

"E, tendo eles se retirado, eis que o anjo do Senhor apareceu a José num sonho, dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga; porque Herodes há de procurar o menino para o matar. E, levantando-se ele, tomou o menino e sua mãe, de noite, e foi para o Egito. E esteve lá, até à morte de Herodes, para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta, que diz: Do Egito chamei o meu Filho." Lucas 2:13-15



A profecia cumprida nessa ida deles ao Egito se encontra no livro de Oseias:

"Quando Israel era menino, eu o amei; e do Egito chamei a meu filho."
Oseias 11:1

Note que na sequência dos relatos, Mateus também cita outra profecia cumprida de Jeremias e no final desse capítulo ele relata a ida deles para Nazaré na Galileia para que se cumprisse mais uma profecia dos profetas. Mateus zelou em mostrar para os judeus que Jesus era o Cristo profetizado pelos profetas naquilo que se cumpriu em sua vida.

O relato de Lucas

Lucas não faz menção da passagem deles no Egito como o fez Mateus:

"E, quando acabaram de cumprir tudo segundo a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para a sua cidade de Nazaré." Lucas 2:39

No evangelho de Lucas não encontramos o que mostramos acima, mas como já citamos em outros artigos; o seu evangelho foi escrito mais focado nos gregos ou gentios. Sendo assim, para eles, não importava tanto os detalhes proféticos sobre Jesus concernente aos judeus. Mas sim que Ele era o Salvador do mundo que haveria de nascer e remir os pecados de todos.

Sendo assim, não houve contradição, mas apenas omissão de alguns relatos que não invalidam a história geral da vida de Jesus Cristo.

Todos os evangelhos falam da vida de uma só pessoa: Jesus Cristo. Mas o fato de terem sido escritos para pessoas diferentes, o teor de cada um deles mostra quem Jesus era por diversos ângulos diferentes. Por isso os quatro relatos parecem estar em contradição; mas nunca estiveram.

Em suma, Jesus Cristo nasceu em Belém de Judeia, foi levado por seus pais em fuga para o Egito e após a morte de Herodes, voltaram para Israel e temendo habitar em Belém por causa do substituto de Herodes, foram Nazaré, na Galiléia, onde ele cresceu e passou a ser chamado de o Nazareno.