Design Inteligente - Sintonia Fina do universo

Deus - Criador do Universo
Deus continua sendo adorado por milhões na terra pela fé; um mistério oculto para os que permanecem em sua busca no universo físico e outros o negam justamente por não conseguirem. Mas será que Deus é fruto da criação humana e não criou tudo; ou Ele realmente existe, mas não esta ao nosso alcance?

A Bíblia é o documentário mais antigo e único atualmente que nos traz informações sobre Deus e seus atos e palavras. Além dela não existem relatos, provas ou achados que indiquem sua existência. Por conter nela relatos envolvendo o sobrenatural, muitos cientistas preferem ignorá-la como fonte confiável de informações sobre Deus e afirmam que o mesmo não pode ser testado e comprovado pela ciência.

Mas que ciência seria essa? Ou ainda, quem seriam esses cientistas? A ciência realmente não pode encontrar vestígios de Deus na existência? Vamos conferir isso com alguns detalhes surpreendentes que a própria ciência revela no universo.

Fatos sobre a Sintonia Fina do universo

Apesar de existirem cientistas ateus e evolucionistas que ignorem, existem outros que já despertaram para ver as grandiosidades contidas no universo e até se converteram a fé em Deus ou apoiam que um Ser Supremo inteligente criou o universo com suas peculiaridades.

A perfeita sintonia do universo é uma dessas reveladoras peculiaridades que apontam para uma inteligência muito perfeita e cuidadosa que nos mantém vivos e confortáveis em nosso planeta. O que dizer da posição em que nosso planeta se encontra? Será que ele realmente foi lançado e parou onde está ao acaso?

Podemos começar com a posição da Terra que se estivesse ao menos 5% mais perto do Sol não seira possível haver vida sobre a mesma e com certeza haveriam incêndios em larga escala e em pouco tempo o planeta seria um caos e sem vida.

A temperatura média na superfície de Mercúrio é de 126°C, podendo chegar na máxima de 425°C. Se a Terra estivesse no lugar desse planeta não viveríamos. Vênus é um planeta extremamente quente também. A temperatura média na superfície deste planeta é de 461°C. Se nosso planeta "parasse" por acaso em sua posição teríamos que ser como o Tocha Humana do Quarteto Fantástico!

A temperatura média de Marte é de aproximadamente 59 graus celsius negativos e se a Terra estivesse em sua posição; teríamos que ser o Homem de Gelo dos X-Men. Complicado não é mesmo?


E a Lua? Estamos distantes dela em 378.000 km; mas se estivesse a 80.000 km, as marés se revoltariam de tal modo que inundariam toda terra habitada cobrindo o planeta 7 vezes por dia! Se fossemos o Aquaman ou o Príncipe Namor não haveria problema algum...

Preciso falar sobre os meteoritos que sempre caem sobre a Terra a uma  velocidade de 45 km/s? Se não fosse nossa atmosfera rarefeita, não haveria possibilidade de vivermos aqui com esse bombardeio de meteoritos. Nossa atmosfera reduz a velocidade deles e os deteriora diminuindo muito o número de meteoritos que caem na terra. Mas se fossemos Super Homens não seria problema algum não é mesmo?

O oxigênio em nossa atmosfera é perfeito em quantidade e se fosse maior os organismos se destruiriam e seria insuportável para se viver.

Se nosso planeta rotacionasse pelo menos 1 décimo mais lento, os dias e as noites teriam duração 10 vezes maior que o normal. Sabe o que aconteceria? Seria boa parte da Terra queimada durante o dia e a noite tudo se congelaria pelo tempo extenso de exposição aos raios do Sol ou ausente deles.

Patrick Glynn apresenta alguns exemplos dessa fina sintonia sem a qual não haveria o universo: “A gravidade é cerca de 1039 vezes mais fraca que a força eletromagnética. Se a gravidade fosse 1033 vezes mais fraca, as estrelas teriam um bilhão de vezes menos massa e queimariam um milhão de vezes mais rápido. A fraca energia nuclear tem 1028 vezes a força da gravidade.

Se a fraca energia nuclear fosse levemente mais fraca, todo o hidrogênio no universo se teria transformado em hélio (impossibilitando a existência de água, por exemplo).Uma forte energia nuclear (de 2%) teria impedido a formação dos prótons, produzindo um universo sem átomos.

Decrescendo seu valor em 5%, teríamos um universo sem estrelas.Se a diferença em massa entre um próton e um nêutron não fosse exatamente a que é – cerca de duas vezes a massa de um elétron - então todos os nêutrons se transformariam em prótons e vice-versa. E diríamos “adeus” à química como a conhecemos – e à vida. A natureza propriamente dita da água – tão vital para a vida – é algo misterioso…

 A água, única entre as moléculas, é mais leve em estado sólido que em estado líquido: o gelo flutua. Se isso não acontecesse, os oceanos congelariam de baixo para cima e a Terra, agora, estaria coberta de gelo sólido. Por sua vez, essa propriedade pode ser atribuída à propriedades exclusivas do átomo de hidrogênio. A síntese do carbono – o núcleo vital de todas as moléculas orgânicas – em uma escala de importância, envolve aquilo que os cientistas denominam uma “estarrecedora” coincidência na proporção da energia forte (strong force) para o eletromagnetismo.

Essa proporção permite ao Carbono 12 atingir um estado estimulado de exatidão da ordem de 7,65 MeV na temperatura típica do centro das estrelas, o que cria uma ressonância que envolve o Hélio 4, o Berilo 8 e o Carbono 12, possibilitando a ligação necessária que ocorre durante uma janela diminuta de oportunidade, que dura 10-17 segundos.

Stephen Hawkins estimou que se a taxa de expansão do Universo tivesse sido menor mesmo em uma parte em 100.000.000.000, o Universo teria entrado em colapso em uma grande "bola de fogo". Brandon [...] calculou que as chances contra as condições iniciais serem satisfatórias para a formação de estrelas, sem as quais os planetas não existiram, é de 1 seguido de mil bilhões de bilhões de zeros, pelo menos.

P.C.W. David estimou que uma mudança na força da gravidade, ou na força fraca, em apenas uma parte em 10 elevado à 100º potência teria impedido um universo que permita vida. Existem cerca de 50 destas constantes e quantidades presentes no Big Bang que precisam ser finamente sintonizadas para que o Universo permita a vida. Então improbabilidade é multiplicada por improbabilidade, por improbabilidade até a nossa mente estar realmente em números incompreensíveis.
Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Salmos 19:1 
Ele fez a terra com o seu poder, e ordenou o mundo com a sua sabedoria, e estendeu os céus com o seu entendimento. Jeremias 51:15


Sobre o Autor:
Ricardo F.S é administrador da empresa Ricardo Arts em Valparaíso e dos blogs Blog Ricardo Arts,Dinheiro sem Limite e Processo Blogs na internet. Possui curso completo de informática e internet e possui anos de conhecimento com blogs. Atualmente trabalha como letrista, desenhista e pintor; prestando serviços também na web com design. Para saber mais clique aqui.