Três Rios - Cidade onde a Bíblia é respeitada e reverenciada

Oneir Guedes
Encontrei um artigo interessante de um jornalista cristão chamado Oneir Guedes que relatou na coluna de um jornal da cidade sobre como Três Rios trata a Bíblia e fiquei maravilhado com tamanho respeito e reverência!

Eu decidi tomar a liberdade de republicar seu artigo aqui com as devidas indicações e mostrar que a Bíblia continua conquistando corações que dão espaço para seu maravilhoso conteúdo e de como as próprias pessoas acabem sendo privilegiadas por honrar a Palavra do Senhor que fez os céus e a Terra.

Em seu artigo, o irmão Oneir fala sobre a Bíblia e a lei e também sobre o que a mesma fala sobre este assunto. Achei seu artigo bem interessante e edificante. Vale a pena ler e absorver mais esse conhecimento.

O dia do livro sagrado dos cristãos em Três Rios 

No último domingo foi realizado um evento em Três Rios no qual foram distribuídas mais de duas mil bíblias. Esse evento ocorreu na Praça da Autonomia, local onde existe um interessante símbolo que acaba passando despercebido por muitos na correria do dia a dia, um monumento de pedra que retrata o livro sagrado aberto sobre uma estrutura circular e sendo segurado por duas grandes mãos.

Monumento em homenagem a Bíblia em Três Rios
Imagem adicionada pelo adminitrador do blog Verdade Urgente
Analisando a legislação local, constatei que, além de inspirar tal monumento, a bíblia já foi tema de algumas normas em nosso município. A lei nº 2.558, de 17 de dezembro 2001, instituiu no calendário do município o “Dia da Bíblia”, a ser comemorado, anualmente, no 2º domingo de dezembro. No ano seguinte foi elaborada a lei nº 2.649, que autorizou o prefeito a tornar obrigatória a inclusão de exemplares da bíblia em braile no acervo das bibliotecas da rede oficial do município, para o atendimento de deficientes visuais. Já a lei nº 3.513, sancionada no dia 25 de março de 2011, traz várias regras referentes ao tema. Ela determina que as unidades escolares da rede municipal de ensino e as bibliotecas públicas municipais estão obrigadas a manterem, em seus acervos, exemplares da Bíblia Sagrada e que estes livros deverão ser colocados à disposição de alunos, professores e demais usuários, em local visível e de fácil acesso. Essa mesma lei declara que é vedado proibir, restringir ou limitar o acesso aos exemplares da bíblia ou qualquer outro livro sagrado mantidos nos acervos do Poder Público. Além disso, a norma declara que será sempre garantida a liberdade de opção religiosa e filosófica, sendo vedada à obrigatoriedade de participação em qualquer atividade confessional.

Após essa breve observação da legislação de nossa cidade, me deparei com a seguinte questão.  Se, para os cristãos, a bíblia é considerada a “lei de Deus”, como fica a legislação de nosso país nesse contexto? Em outras palavras, os cristãos devem obedecer a “lei de Deus” ou a “lei dos homens”, ou seja, devem submeter às ordens emanadas da polícia, do governo ou autoridades judiciárias? A resposta para esse complexo questionamento curiosamente pode ser encontrada na própria bíblia. No livro de Romanos 13 está escrito: “Obedeçam às autoridades, todos vocês. Pois nenhuma autoridade existe sem a permissão de Deus, e as que existem foram colocadas nos seus lugares por ele (...) Você deve obedecer às autoridades; não somente por causa do castigo de Deus, mas também porque a sua consciência manda que você faça isso.” Sendo assim, mesmo que os cristãos considerem a bíblia como a principal determinação a ser seguida, fica claro em seu próprio texto que todos estamos sujeitos às autoridades terrenas e que devemos respeitar às ordens judiciais, policiais e aos comandos dos governantes.

 A bíblia é um livro muito interessante, mesmo para aqueles que não professam a fé cristã. Ela ensina muito sobre a história, cultura, política, filosofia... Nela existem romances, aventuras e narrativas tão instigantes quanto àquelas apresentadas em outro best seller da literatura mundial. É o livro mais traduzido, mais vendido e mais popular de todos os tempos. Mesmo assim, muita gente a usa apenas como enfeite na cabeceira da cama. Mas nunca é tarde para mudar isso. Na Bíblia encontramos o “pão da vida”, então não deixe mofar.

Fonte: Entre-Rios - Jornal Online


Sobre o Autor:
Ricardo F.S é administrador da empresa Ricardo Arts em Valparaíso e dos blogs Blog Ricardo Arts,Dinheiro sem Limite e Processo Blogs na internet. Possui curso completo de informática e internet e possui anos de conhecimento com blogs. Atualmente trabalha como letrista, desenhista e pintor; prestando serviços também na web com design. Para saber mais clique aqui.





Comentários