A Bíblia e as quatro luas de sangue

Lua de Sangue
Há centenas de anos que a Bíblia prenunciava sobre sinais que antecederiam a vinda de Cristo e dentre eles os astros no universo são citados e outros fenômenos interessantes e ao mesmo tempo intrigantes que serão realmente incomuns no tempo em que acontecerem.

Embora muitos não acreditam no conteúdo divino que esse livro carrega; suas profecias continuam se cumprindo a risca e vão se cumprir; mas devemos também tomar cuidado com o fanatismo e as interpretações forçadas que muitos fazem para tentar encaixar eventos e fenômenos naturais no que esta escrito na mesma.

Alguns eventos relacionados com a lua acontecerão entre 2014 e 2015 onde haverão 4 eclipses lunares e nesse fenômeno, a lua ficará avermelhada como em tom de sangue. Até quando este artigo foi escrito, um eclipse já havia acontecido em Abril de 2014 e outros três aconteceriam em 8 de Outubro de 2014; 4 de Abril de 2015 e 28 de Setembro de 2015. E em todos eles a lua passaria pelo mesmo processo de eclipse e ficaria com o tom avermelhado.

Já muitos interpretadores surgiram afirmando que é realmente o sinal revelado por Cristo e outros que o evento que marca uma nova era vinda sobre os homens. Será mesmo? Isso tem a ver com a Bíblia, outras predições ou é só mais um evento natural astronômico? É isso que quero descobrir e expor a verdade aqui no blog.

Se segure porque vai ser mais um artigo extenso em busca da verdade.

Fenômeno único na história?

Infelizmente para os mais atirados na fé e no sensacionalismo, isso não é a primeira vez que isso ocorre e já ocorreu outras vezes o mesmo fenômeno que já tinha esse nome como pude me informar por aí:
Fenômeno Lua de Sangue
Lua em todas as etapas passando pela penumbra da terra
A sequência de eclipses totais foi presenciada em outros momentos da História, entre eles: na Idade Média, em 1493, quando os judeus foram expulsos pela Inquisição Católica na Espanha; a segunda, em 1949, quando o Estado de Israel foi estabelecido na Palestina, e a terceira em 1967, durante a Guerra dos Seis Dias entre Árabes e Israelenses. 

Sei que muitos irmãos que não conheciam sobre esse fenômeno podem ignorar ou agir como néscios. Mas isso é normal; já que houve até quem escreveu um livro todo em cima do tema afirmando que este evento marcava a vinda de Cristo como John Hagee


O que os eclipses representavam para os povos antigos?



- Os povos antigos como os caldeus, egípcios, maias, entre outros, já tinham conhecimento astronômico e conseguiam calcular quando os eclipses iriam ocorrer. Os caldeus e babilônios já previam eclipses há 3000 anos.

- Para os povos antigos, geralmente os eclipses eram sinal de maus presságios, sendo recebidos com medo. Os antigos acreditavam que os astros eram “engolidos” por algum fenômeno sobrenatural.

- No livro “Eclipses ao longo dos séculos”, de Norma Terezinha de Oliveira Reis, é possível encontrar relatos sobre as lendas dos eclipses na visão de alguns povos antigos.

- Algumas civilizações, como os esquimós, por exemplo, interpretavam tais fenômenos como sinais de boa sorte. O Sol e a Lua abandonavam temporariamente seus lugares naturais no céu para assegurarem-se de que tudo estava bem na Terra. Algumas lendas de eclipses são histórias de amor e muitas outras refletem crenças locais.

- Na maioria das culturas aborígenes, acreditava-se que a Lua e o Sol eram marido e mulher respectivamente, puxando as cortinas do céu para assegurar privacidade à sua união.

- Os atenienses, na Grécia antiga, acreditavam que os eclipses (solares ou lunares) eram causados por deuses furiosos;
- Os maias, na América Central, acreditavam que, durante os eclipses lunares, um jaguar gigante devorava a Lua. Ele se movia pela escuridão e sua pele se assemelhava a um céu estrelado.


- No Japão, poços eram fechados para evitar que a água fosse contaminada pelo suposto veneno que vinha dos céus, proveniente do eclipse.

- Na Escandinávia, acreditava-se que dois lobos chamados Skoll e Hat aterrorizavam o Sol e a Lua.

- Na Índia, um monstro chamado Rahu teria a cabeça de um dragão e a cauda de um cometa. Ele dirigiria uma carruagem puxada por oito cavalos pretos que representavam o céu.

- Os Astecas acreditavam que Tzitzimine, estrelas-demônio, causavam eclipses quando combatiam o Sol.

- Na Bolívia, acreditava-se que cachorros corriam atrás do Sol e da Lua e mordiam-os. Era o sangue da Lua que a deixava avermelhada. A população gritava e gemia para espantar os cães.

Fonte: Fernanda Zanini

O que a Bíblia diz sobre a lua de sangue?

Como cita a fonte acima, não foi a primeira vez que aconteceu esse fenômeno no universo e muitos já tinham suas interpretações sobre o fenômeno. Mas e os versículos contidos na Bíblia sobre o assunto? Pois é isso mesmo que vamos analisar pacientemente aqui. Veja todos os textos referentes a esse evento:
O sol se tornará em trevas, e a lua em sangue; antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. Joel 2:31 
O sol se tornará em trevas e a lua em sangue, antes que venha o grande e glorioso dia do Senhor. Atos dos Apóstolos 2:20 
Observei quando ele abriu o sexto selo. Houve um grande terremoto. O sol ficou escuro como tecido de crina negra, toda a lua tornou-se vermelha como sangue, Apocalipse 6:12
Bíblia Sagrada

 Especificamente, são estes textos que mais falam sobre a lua se tornar em sangue. Mas como vemos não dá para definir o que realmente acontecerá; mas realmente segundo o relato em Apocalipse ela ficará vermelha como sangue. Talvez seja realmente por essa sequência de eclipses no futuro que marque os eventos bíblicos; mas um detalhe que chama atenção nas Escrituras é que o evento relacionado a lua de sangue acontece justamente nas tribulações do Apocalipse e não antes.
E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. 
E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. 
E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; 
E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; 
Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?
Apocalipse 6:13-17
Então, concluo eu que esse fenômeno pode até marcar alguma mudança sim em nossa história, mas prefiro esperar para ver o que acontecerá. Além do mais os eventos em Apocalipse fazem referência a terceira vinda de Cristo visível na terra. Como Ele mesmo ressaltou, sua vinda para o arrebatamento da igreja não seria previsível e muito menos visível.
Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. 
Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. 
Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis. Mateus 24:42-44
Não creio ser essas luas que predirão o arrebatamento; mas não nego que a vinda de Cristo está bem próxima pelas condições do mundo, o posicionamento de Israel e tantos outros eventos que ocorrem em cumprimento das profecias. Mas em todo caso, vigiemos porque independente de qualquer sinal, Ele virá mais cedo ou mais tarde. Louvado seja Deus!

Mas ainda assim gostaria de saber qual seu parecer sobre este fenômeno caro irmão e amigo que tenha lido este artigo. O que acha disso? 


Sobre o Autor:
Ricardo F.S é administrador da empresa Ricardo Arts em Valparaíso e dos blogs Blog Ricardo Arts,Dinheiro sem Limite e Processo Blogs na internet. Possui curso completo de informática e internet e possui anos de conhecimento com blogs. Atualmente trabalha como letrista, desenhista e pintor; prestando serviços também na web com design. Para saber mais clique aqui.





Comentários