Ensinando Ateus - Ezequiel 9.6

Afinal, Deus é realmente bom ou mau? Nós pregamos que Deus é bom e as Escrituras testificam que sim; mas existem outras passagens onde Deus usa de maldade com a  humanidade? Os ateus vivem apresentando textos e contextos (fora de textos e contextos) mostrando que poderíamos estar errados no que acreditamos ou pregamos que está contido nas Escrituras. Será mesmo que em milênios fomos enganados e Deus é mesmo tão contraditório e não sabíamos dessa verdade? Essa série de artigos será pautada em comentários e conversas com ateus em redes sociais e aqui no Verdade Urgente responderei de forma mais clara possível aos nossos amigos as suas mais cabulosas ou idiotas questões sobre textos e verdades contidas na Bíblia.

Comentário do Ateu no Google+


Já aconteceram muitas conversas onde afirmações; textos mal interpretados e alegações sem fundamento foram feitas e deixamos passar em branco não publicando aqui no blog; mas sempre respondíamos nas redes sociais; mas os textos acabam ficando limitados e perdidos nas postagens que não são tão acessíveis assim e para não ficar repetindo as mesmas respostas usaremos estes artigos para passar os links para nossos amiguinhos para não ficarmos digitando tudo novamente; porque esse assunto nunca tem fim. Por que os que não se convencem pelo menos por causa da sua arrogância; acabam aparecendo outros mais com as mesmas questões repetitivas. Dessa vez encontramos uma ateu incriminando Deus como maldoso mandando matar pessoas atá inocentes na Bíblia em Ezequiel 9.6. Vamos conferir isso?

Lembrando que não farei ocultação dos nomes, pois os mesmos são valentes e de cara limpa e se publicam nas redes sociais seus comentários e pensamentos não vejo problema em manifestar suas identidades aqui. Só não quero comentários ofensivos contra eles; isso não admito nem de cristãos aqui no blog e serão deletados comentários dessa natureza...

Análise sobre Ezequiel 9.6


Existem coisas bem contraditórias nessas questões antes mesmo de começarmos desvendar suas origens e verdades. Uma delas é sobre quem está perguntando ou acusando concernente aos textos. Teria realmente um ateu conhecimento teológico ao menos básico para contradizer os textos bíblicos? E se não há crença alguma no Deus que cremos e nem na Palavra desse Deus; porque eles o citam Ele antes das acusações e se baseiam na Sua Palavra como fonte de acusação e meio de atacar os cristãos? Problemático isso não é mesmo? Mas considerado esses detalhes, vamos as perguntas que realmente importam para se responder o real sentido e foco da mensagem em Ezequiel 9.6. O texto é o seguinte:
Matai velhos, jovens, virgens, meninos e mulheres, até exterminá-los; mas a todo o homem que tiver o sinal não vos chegueis; e começai pelo meu santuário. E começaram pelos homens mais velhos que estavam diante da casa. Ezequiel 9:6
Aparentemente, Deus manda alguém matar pessoas que vão de meninos a velhos desde o santuário. Agora vem as perguntas: Quem matar? Matar quem? Porque matar? O que aconteceu? Onde foi isso? A sentença foi justa? Estas outras perguntas que possam ser feitas são importantes para se chegar a verdade do que se quer saber. Só levantar questões loucas ou afirmações por pura ignorância para distorcer fatos e verdade não compreendidas não é o correto. Vamos mais uma vez em busca da verdade nesse texto.

Para entender os fatos é preciso realmente estudar e não apenas ler o texto isolado. Tudo começa no capítulo 8 quando Ezequiel sente sobre Ele a mão do Senhor e começa a ouvir a voz do Senhor e ter visões de Deus. E a matança ordenada esta dentro dessa sequência de visões. Confira:
Sucedeu, pois, no sexto ano, no sexto mês, no quinto dia do mês, estando eu assentado na minha casa, e os anciãos de Judá assentados diante de mim, que ali a mão do Senhor DEUS caiu sobre mim.
E olhei, e eis uma semelhança como o aspecto de fogo; desde o aspecto dos seus lombos, e daí para baixo, era fogo; e dos seus lombos e daí para cima como o aspecto de um resplendor como a cor de âmbar. 
E estendeu a forma de uma mão, e tomou-me pelos cabelos da minha cabeça; e o Espírito me levantou entre a terra e o céu, e levou-me a Jerusalém em visões de Deus, até à entrada da porta do pátio de dentro, que olha para o norte, onde estava o assento da imagem do ciúmes, que provoca ciúmes. Ezequiel 8:1-3 

Depois Deus começa a mostrar a Ezequiel, o profeta o que estava acontecendo em Israel que muitos praticavam. Coisas que Deus nunca os mandou fazer e que sabiam que o contrariava. A partir desse texto, começam as visões sobre o que estavam praticando que irritava o Senhor. Práticas que Ele os ensinou a não praticar e que sofreriam juízo se as praticassem e não se arrependessem. Confira onde começa o assunto sobre suas práticas:
E disse-me: Filho do homem, vês tu o que eles estão fazendo? As grandes abominações que a casa de Israel faz aqui, para que me afaste do meu santuário? Mas ainda tornarás a ver maiores abominações. Ezequiel 8:6 
Lendo apenas esse texto parece pouca coisa; mas dos versículos 3 ao 16, Deus mostra ao seu profeta as abominações que Deus detesta, sempre alertou para que seu povo escolhido não cometesse e já irritado os denunciava sobre a desobediência e teimosia, desafiando a Deus. Depois dos pecados revelados a Ezequiel, Deus então pronuncia a sentença; mas mantendo os justos separados por um sinal pelo qual seriam marcados por um homem vestido de linho. Confira como Deus poupou os justos que não tinham nada a ver com aquilo:
E disse-lhe o Senhor: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas dos homens que suspiram e que gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela. Ezequiel 9:4
Depois dos que se incomodavam com esses pecados e abominações foram marcados, Deus libera a sentença imediata sobre os demais que as praticavam ou condiziam com elas sem piedade mesmo. A sentença cairia sobre todos mesmo! E nem os que estavam atuando no santuário, supostamente religiosos escapariam da sentença! Acompanhe a sentença:
E aos outros disse ele, ouvindo eu: Passai pela cidade após ele, e feri; não poupe o vosso olho, nem vos compadeçais
Matai velhos, jovens, virgens, meninos e mulheres, até exterminá-los; mas a todo o homem que tiver o sinal não vos chegueis; e começai pelo meu santuário. E começaram pelos homens mais velhos que estavam diante da casa. Ezequiel 9:5-6
E no final da conversa sobre as abominações livramento sobre os justos e a sentença sobre os injustos, o Senhor ratifica mais uma vez o porque sentença de morte contra os pecadores ímpios no meios do seu povo de Israel. Confira suas palavras:
Então me disse: A maldade da casa de Israel e de Judá é grandíssima, e a terra se encheu de sangue e a cidade se encheu de perversidade; porque dizem: O Senhor abandonou a terra, e o Senhor não vê.
Ezequiel 9:9
Conclusão para o nosso amigo ateu desinformado e outros que seguem seu exemplo superficial de conhecimento bíblico e teológico? NÃO, Deus não é injusto; pois o povo de Israel não era inocente e sabiam bem que Deus abominava aquelas práticas e Ele poupou os inocentes que não concordavam com os que praticavam as mesmas. A estes Deus concedeu livramento matando apenas os rebeldes e desobedientes. Não eram inocentes e os inocentes de verdade Deus poupou. Então amigos ateus desinformados; estudem teologia e não cometam gafes perigosas como essas tomando a Palavra do Senhor indevidamente e sem noção alguma.

E respondendo sua pergunta ou afirmação depois de todo esse artigo; não somos IDIOTAS ou HIPÓCRITAS; mas você sim parece ser IDIOTA quanto ao conhecimento sobre o que acusa e HIPÓCRITA ao tentar se passar por teólogo não entendendo nada do que critica e faz alegações tolas sem nexo ou sentido comprovado. Por favor amigo ateu; da próxima vez, tente ser mais sensato e sábio estudando um pouco...

Se você gostou do artigo compartilhe nas redes sociais e siga nossas publicações. Caso queira complementar com mais informações o artigo, sinta-se a vontade e se quer tentar ainda assim acusar Deus de ser mau nesses textos, pode tentar; usem os comentários e Deus os abençoe pela leitura.


Sobre o Autor:
Ricardo F.S é administrador da empresa Ricardo Arts em Valparaíso e dos blogs Blog Ricardo Arts,Dinheiro sem Limite e Processo Blogs na internet. Possui curso completo de informática e internet e possui anos de conhecimento com blogs. Atualmente trabalha como letrista, desenhista e pintor; prestando serviços também na web com design. Para saber mais clique aqui.

Comentários

  1. Ricardo, eu assinalei este versículo em minha bíblia e entrei na internet para pesquisar melhor, pois gosto muito de esclarecimento sobre alguns pontos que tenho dificuldade em entender. Fiquei deveras maravilhada com a explicação que o irmão deu. Irmão, estamos passando por uma crise de identidade muito grande em nosso meio cristão. Muitos estão brincando, deturpam a Palavra a seu bel prazer, vivendo em total desobediência, e toda desobediência tem um preço. Nosso líderes espirituais deveriam pregar mais sobre o Deus requer de nós e deixarem de muito blá-blá-blá pois quem ganha com isso é o grande inimigo de Deus. Muito obrigada e tenha um dia na presença do Senhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor Jesus Cristo minha irmã Maria Magdalena! Infelizmente existe muita deturpação acerca do interpretar as Escrituras em nossos dias e realmente as pessoas sem conhecimento teológico algum, distorcem as verdades de Deus pra sua própria condenação! O que falta em nossa igrejas é um ensino mais dedicado a apologética cristã em defesa da nossa fé; pois conheço casos em que as pessoas aceitam essas interpretações errôneas e perdem a fé em Deus até mesmo!

      Fiquei feliz por ter pesquisado e por ter não só lido, mas também comentado em nosso blog sobre o artigo! Deus abençoe sua vida e que continue crendo na Palavra da Verdade!

      Excluir

Postar um comentário

Sinta-se a vontade em comentar complementando o artigo; deixando suas perguntas ou mesmo apresentando seu ponto de vista para possíveis discussões amigáveis de ideias sem ofensas, fanatismos ou estupidez.

Os comentários serão avaliados e sendo aprovados; publicados imediatamente.