Terra Plana - Internet: Satélites ou Cabos Submersos?

Vamos tocar em mais uma ferida do sistema mundial mentiroso e corrompido! A bem de toda verdade; queremos falar um pouco mais sobre os supostos satélites que (eu em particular), até creio que existam; mas não da forma como nos mostram e nem que flutuem por aí acima de nossas cabeças para lá e para ou estacionados fazendo o que quer que seja. Satélites são invenções tecnológicas para fins específicos onde se pode monitorar o universo e os "planetas"; tirar fotografias do espaço; transmitir sinais de rádio; TV a cabo e internet... Espera! "TV a cabo"? Porque esse nome? Será mesmo que existem satélites específicos que são usados para transferência de sinais como de TV e internet? Bem; sempre acreditei que sim. Inclusive que meu celular recebia sinal via satélite; meu GPS e assim por diante. Mas me parece que a galera terra planista esta descobrindo algumas coisas interessantes por aí a respeito desses "satélites". Resolvi dar um mergulho e conferir se realmente recebemos muitos desses sinais através dessas maravilhas da "ciência" ou estão me enganando.

Esquema de sinal de internet via satélite


Porque nos enganariam com respeito a isso também? Simplesmente porque se satélites existirem, logo, existira a tal gravidade 0 e se existir gravidade 0, existirá a bola molhada giratória onde a gravidade segura o grande volume de águas mas não detém um ser humano nadando livremente sobre as mesmas entendeu? Logo, não há como existir satélites lá em cima flutuando se não existir gravidade 0. Sabendo dessas informações básicas; vamos analisar uma reportagem interessante sobre as conexões mundiais e como elas realmente são feitas; se por satélites ou via cabeamento. Confesso mais uma vez que sempre achei que estava conectado via satélite e andava com meu GPS da mesma forma e meu celular também. Infelizmente eu era bem ignorante a respeito de muitas coisas; mas agora não mais... Eu tomei uma notícia de carro chefe para puxar o assunto; mas estarei agrupando o máximo de informações possíveis para abrir seus olhos para a verdade sobre os tais "satélites". Eu vou publicar apenas os links das matérias com comentários sobre as mesmas e você pode ler na íntegra cada uma delas.

Satélites Transmitindo Internet? 

Antes da verdade; vamos ver um pouco de mentira? Vou listar algumas notícias de supostos satélites que transmitem internet segundo o pessoal da pseudo-ciência:

1. Satélite do Governo Brasileiro - "O Brasil busca na Índia ajuda para a construção do satélite, que terá a construção e lançamento de responsabilidade da Embraer e Telebras. O satélite tem um custo avaliado de R$ 720 milhões. O lançamento tem custo estimado de US$ 80 milhões e está previsto ainda para este ano. Em 2014, mais outro satélite será lançado. É notável que o custo é alto, mas a área de abrangência de um satélite é superior a qualquer rede de fibra óptica montada com o mesmo orçamento disponibilizado pelo governo. Assim como qualquer outra tecnologia, a comunicação de dados também tem sua desvantagem: as taxas de transferências não são altas (sobretudo o upload) e o tempo de resposta é incrivelmente grande." (06/12) Tecnoblog

Preste bem atenção que estão nos informando que este satélite será superior a qualquer transmissão via fibra ótica e note os preços e investimento nesse projeto ilusório.

Imagem do satélite brasileiro CBERS-4
A intenção dessas montagens é realmente nos fazer acreditar que existem satélites lá em cima. Imagem: Tecnologia e Defesa

2. Satélite Brasileiro de Internet Lançado - "Satélite brasileiro recentemente lançado ao espaço (partindo do Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa) tem o objetivo de permitir que o acesso à internet pela banda larga faça uma cobertura de 100% do território do país. Chamado de Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), ele vai transmitir dois tipos de conexão: a banda Ka, que vai fazer o Brasil inteiro ter acesso à internet; e a banda X, para comunicações dentro do governo, ambas com capacidade de 58 Gb. O SGDC ficará em um mesmo ponto fixo no espaço, girando na mesma velocidade da Terra. Ou seja, acompanhando o movimento do planeta." Vix

Leia e guarde cada informação anunciada com zelo e carinho... Aqui temos um satélite praticamente lançado e isso foi "mostrado" posteriormente e a cobertura desse satélite é de 100% sobre nosso país. Segundo eles, esse satélite esta girando com a Terra sobre nós e nos provendo internet. Mas sempre que lançam satélites, nos mostram aquele esquema de sempre.

Lançamento do satélite brasileiro de Tayuan
Sempre o mesmo esquema: 1. Foguetes lançados; 2. Visão Limitada; 3. CGI e lá está o satélite onde não vemos. Imagem: Tecno Defesa

3. Banda Larga via Satélite - "Foi justamente com a falta de cabos em áreas pouco habitadas, que algumas empresas aproveitaram para criar o serviço de internet via satélite. Como este serviço requisita alta tecnologia, tanto na residência das pessoas quanto no espaço, o custo da tecnologia ficou muito elevada e somente quem tem um alto poder aquisitivo aderiu a ideia. A banda larga via satélite funciona de maneira muito semelhante à ADSL comum. No entanto, ao invés dos dados passarem por um caminho muito longo, cheio de cabos, eles são acessados com uma velocidade muito maior visto que o satélite tem uma conexão direta com a antena que o usuário tem em casa. A internet via satélite não se popularizou por diversos motivos. Dentre eles está o problema do preço, o qual é exorbitante perto dos serviços de internet comum. Outro grande defeito dessa tecnologia é que qualquer objeto que passe na frente de sua antena, ou até mesmo quando vai chover, você não consegue mais acessar a internet."  Tec Mundo

Meio confusa esta informação não achou? Primeiro, essa tecnologia é caríssima; sendo usada apenas por pessoas ricas e depois é uma porcaria que por qualquer interferência deixa o usurário sem acesso? Bem contraditório tudo isso... Ainda acredito no complemento das antenas...

Segundo algumas empresas, ha grande fornecimento de sinais via satélites
A maioria das pessoas ao serem questionadas acreditam que recebem sinal de internet via satélites. Imagem: Estadão

4. Serviço de internet via satélite HughesNet - "E a Hughes vem com metas ousadas: o objetivo da companhia é cobrir 80% do território brasileiro até o final do ano, 90% até 2018 e 100% até 2020. A operadora vai ter que encarar alguns desafios para conseguir estar presente em todos os municípios brasileiros, mas deu a entender que está determinada a chegar lá: “o investimento já foi feito”, ressalta Rafael Guimarães, presidente da Hughes no Brasil. Não seria tão fácil assim, né? É claro que há detalhes nesta história que merecem atenção, muita atenção. Para começar, o uso de determinadas aplicações pode ser um sofrimento. Isso porque, em boas condições operacionais, o ping da conexão pode ficar entre 600 e 800 ms (afinal, estamos falando de satélite)A própria empresa reconhece que, nessas circunstâncias, você poderá ter problemas para participar de jogos online ou fazer transmissões via Skype, por exemplo. Esse tipo de acesso acaba sendo mais apropriado para atividades básicas, como redes sociais, web e email." Tecnoblog

Ao ler esta notícia também contraditória onde um sistema tão eficaz é ao mesmo tempo caro e ineficiente em alguns aspectos; eu me lembrei dos satélites mais longínquos e até sondas em outros planetas que conseguem transmitir imagens e até vídeos e o pessoal usando essas porcarias para transmissão de internet?

Várias empresas anunciam nas mídias, serviços via satélite
Todas as montagens são sempre incríveis e convincentes para quem desconhece Photoshop e outros recursos. Imagem: Dinatech
5. Internet via Satélite Veloz -  "Nos dias atuais, o uso da tecnologia via satélite possibilita que o acesso à internet ocorra de forma muito mais rápida e com maior qualidade. A velocidade de acesso à internet através de satélite pode ser até dez vezes maior que uma conexão discada. A internet via satélite é uma forma de acesso à internet que permite altas taxas de transferências de dados, sendo que sua comunicação é feita do cliente para o satélite e do satélite para o servidor. "  (17/04/17) Elsys Blog

Algum consenso em todas as informações até aqui acerca de internet via satélites? São ou não uma tecnologia excelente em transmissão de dados? Porque esse autor ou esqueceu de citar os pontos baixos ou ele esta sendo enganado que satélites são tudo isso mesmo...

As imagens de satélites que temos são sempre assim...
Você nunca encontrará imagens reais de satélites orbitando a Terra ou estacionados. Imagens: MediaSat
6. Satélite Simples - "Todo satélite é basicamente um receptor e transmissor de ondas de rádio. Atualmente, a sua gama de aplicações é muito diversificada, e um de seus grandes ramos de atuação é prover acesso à internet. Dentre as principais características do acesso à Internet via satélite temos: Alta qualidade."  Rural Web

E aqui temos mais duas informações interessantes e contraditórias. A primeira é concernente a estrutura de um satélite e não me parece ser algo tão complexo assim quanto desenham... Segunda informação é que dentre todas as suas vantagens; no caso dessa empresa é anunciado um sinal de internet de ata qualidade. Contradição pura! Afinal, esses troços funcionam satisfatoriamente para prover internet ou não? Pasme-se com as informações que lerá a seguir...

Fotos reais de satélites que caíram presos a balões
Este é um satélite real que só flutua preso a um balão e qualquer zebra ele cai... Mostraremos mais em breve. Imagem: DOL

Instalações de Cabos de Internet pelo Mundo

1. Africa e Brasil serão Conectados  - "Atualmente, a conexão entre a América do Sul e a África passa pela Europa e pela América do Norte, até chegar ao Brasil. A previsão é de que o cabo chegue a Fortaleza em fevereiro de 2018, percorrendo 6.200 quilômetros pelo Oceano Atlântico. Para se ter uma ideia da velocidade, para baixar um filme de um 1 gigabyte seria necessário menos de 0,03 milissegundo." Porto Alegre 24 Horas 

E onde estão os satélites que já poderiam estar fazendo este serviço? Porque usar cabos com tanto trabalho?

Navio com trabalhadores instalando cabos de fibra ótica no oceano
Fotos reais de cabos sendo deixados no fundo do oceano para conectar Angola, Brasil e EUA. Imagem: Africa 21 Digital
2. Conexão Via Cabos Explicada - "São milhares de quilômetros de fibra óptica – que respondem por cerca de 99% das conexões do nosso planeta. Estes cabos submarinos contam com uma capacidade total de troca de dados tão incrível que, se utilizada de uma vez só, já ultrapassaria os 7 terabytes por segundo. Com isso, é possível percebermos que somente 1% da internet é coberta pelos satélites, uma vez que eles apresentam uma conexão bem mais lenta. Dessa forma, eles acabam trabalhando somente como uma espécie de “plano B”, uma garantia para o caso de algum acidente com os cabos acontecer."  Tec Mundo

Então... Quer dizer que os "satélites" cobrem apenas 1% das conexões e quando há algum problema? Entendi... E com tantos satélites nas maiores alturas com condições de enviarem sinais incríveis e velozes não é mesmo? ACORDA! 

Mergulhador checando cabo de fibra ótica no fundo do mar
Afinal; o que é mais trabalhoso e dispendioso? Cabos via mar ou satélites? Eles não existem como você pensa... Imagem: rtve
3. Mapa de Cabeamento Submarino - E para encher os olhos dos mais céticos; além dos vídeos mostrando os cabos sendo instalados e toda explicação técnica a respeito; ainda temos um mapa de todo cabeamento mundial para os interessados darem uma olhada e admirarem. Onde está o mapeamento com as rotas ou localização que seja real dos supostos satélites que nos transmitem sinal de internet? Quem sabe... Submarine Cable Map

4. Como Trabalha a Infraestrutura de Internet - "A National Science Foundation (NSF) criou o primeiro backbone de alta velocidade em 1987. Chamado de NSFNET, era uma linha T1 que conectava 170 redes menores e operava a 1.544 Mbps (milhões de bits por segundo). IBM, MCI e Merit trabalharam com a NSF para criar a espinha dorsal e desenvolveram um backbone T3 (45 Mbps) no ano seguinte. Os backbones são tipicamente linhas tronco de fibra óptica. A linha tronco possui vários cabos de fibra óptica combinados para aumentar a capacidade. Os cabos de fibra óptica são designados OC para transportador óptico, como OC-3, OC-12 ou OC-48. Uma linha OC-3 é capaz de transmitir 155 Mbps enquanto um OC-48 pode transmitir 2.488 Mbps (2.488 Gbps). Compare isso com um modem típico de 56K transmitindo 56 mil bps e você vê o quão rápido é um backbone moderno."  How Stuff Works

Então já atuamos com internet via cabos desde 1987 segundo estas informações em um site americano? Já faz muito tempo não é mesmo? Onde entra toda aquela história de planos especiais de TV, telefonia e internet via satélite mesmo? Aí tem coisa... A verdade se revelando... Sempre foi através de cabos!

Mapa mostrando cabeamento submarino de fibra ótica no mundo
A verdade é que toda estrutura de fornecimento de internet para o mundo funciona via cabos! Imagem: Instituto Plínio Correa de Oliveira

5. Cabeamento de Internet no Brasil - E se quiser saber quando foram instalados os primeiros cabos para transmissão de internet em nosso país; os foram instalados posteriormente e as empresas envolvidas com mais dados técnicos sobre as capacidades; basta acessar o link. Todo esquema de cabos submersos denuncia a inexistência e ineficácia dos tais "satélites". Teleco

6. Brasil e Espanha Conectados via Cabo - " Até 2019, Brasil e Espanha estarão conectados por um cabo submarino de fibra óptica para tornar mais eficiente e segura a troca de dados entre a Europa e a América do Sul. O anúncio foi formalizado na última semana. No Brasil, a estação costeira do equipamento ficará em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Segundo informações da Telebras, estatal ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o cabo terá 10,2 mil quilômetros de extensão e fará uma conexão em Fortaleza (CE). O investimento total calculado é de, aproximadamente, R$ 660 milhões (ou 212 milhões de dólares)." (01/05/17) G1

Cabos e mais cabos e mais cabos transferindo dados em velocidades cada vez maiores... E nada dos satélites que aparentemente parecem ser bem mais versáteis se considerarmos sua eficiência bem acima de nossas cabeças. Infelizmente ainda tem gente sonhando que os tais satélites estão transmitindo internet flutuando por aí. Dá uma molhada nesse artigo do Olhar Digital, insistindo que existe fornecimento de internet via satélite. Estranho que após o lançamento desse satélite os cabos vieram não?

Um dos navios responsáveis pela cabeamento de fibra via oceano
Haveria necessidade de tudo isso se os satélites realmente existissem e fossem bons como alguns anunciam? Imagem: Meio Bit
Vamos agora fazer um apanhado de todas as informações para ver o que temos somente nessas matérias onde pegamos os pontos essenciais? Ao que tudo indica; o pessoal que acredita em satélites ou tenta nos fazer acreditar; não se combinaram ao lançar suas propagandas pelas mídias; já que há tanta discrepância assim entre elas. Afinal; o que nos fornece sinal de internet? Satélites ou cabos via triangulação de antenas? O que é mais eficiente? Satélites "orbitando" presos a balões ou cabos no fundo dos oceanos? O que  sai mais em conta? Lançar um satélite ou fazer conexões via cabos de fibra ótica? Qual método é mais tecnológico? Satélites ou cabos de fibra ótica resistentes? Leia todas as informações; pesquise mais e mais notícias e veja por si mesmo quanta desavença entre as informações acerca do fornecimento de internet via satélite! Basta apenas uma pesquisa com vontade e logo encontraremos coisa errada! Notou o tal satélite de verdade na foto no artigo não é mesmo?

Pois pode esperar que vamos revelar cada vez mais que a Terra foi criada por Deus; ela é plana em sua totalidade e não há necessidade de nenhuma gravidade para segurar as coisas numa bola molhada giratória e muito menos satélites orbitando às centenas nosso mundo. Coisa de maluco e crente em Saci Pereré... Acredita que de tanto que se espalhou essa história, ainda existem pessoas que chegam a contar casos e aparições? Pois é... Satélites existem em imagens falsas lindas; montagens em CGI e softwares 3D. Eles impregnaram tanto isso em nossas mentes que achamos que tudo quanto é sinal vem dos tais satélites. E não se preocupe que vai notar que na verdade nunca precisou deles... Sinta-se a vontade em refutar os argumentos e informações; complementar e até compartilhar com outras pessoas.







Comentários