Terra Plana - Os 7 Planetas da NASA e sua Doutrinação

Preparado para mais doutrinação fantasiosa da NASA com seus cientistas de ficção científica? É inacreditável como eles continuam sua agenda alienígena procurando vida em planetas improváveis e publicam suas notícias como um vírus que infecta a mente dos crentes heliocentristas e alguns cristãos a ponto de causar espanto e fortes emoções nos mesmos. Sem contar as malditas imagens feitas em computador que impregnam a mente mais crente e tudo soa como realidade! Ignoramos os sentidos e as possibilidades de erros e impossibilidades humanas de enxergar tão longe e mergulhamos numa crença contraditória e ateísta acerca da existência do universo como o conhecemos. Um conhecimento em sua maioria fictício e letal contra a fé nas Sagradas Escrituras que revelam o Criador os detalhes de sua criação.

Uma equipe internacional de astrônomos descobriu um novo sistema solar com sete planetas do tamanho da Terra. Está a cerca de 40 anos luz de nós, orbitando em torno de uma estrela anã e fria, de um tipo de astro conhecido como "anões vermelhos". Na Via Láctea, este tipo de astro é muito mais abundante que as estrelas como o Sol e, recentemente, se tornaram o lugar preferido pelos astrônomos para procurar planetas semelhantes à Terra onde possa ser encontrada vida, segundo explicaram os cientistas da NASA, durante uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira. "A questão agora não é se encontraremos um planeta como a Terra, mas quando", disseram.

Ilustração da NASA sobre os 7 Planetas
Como sempre, tudo que temos é exatamente imagens geradas em computador e só isso. Imagem: Istoé


O novo sistema solar orbita em torno da estrela Trappist-1, um astro do tamanho de Júpiter encontrado na constelação de Aquário. No ano passado, uma equipe internacional de astrônomos achou três planetas orbitando este astro, com tão somente 8% da massa do Sol. Em um novo estudo publicado hoje na revista Nature, a mesma equipe confirma a existência desses três planetas e anuncia outros quatro. Todos os sete planetas têm o tamanho similar ao da Terra, mas estão muito mais próximos à sua estrela, o que permitiria que abrigassem água líquida, condição essencial para a vida, segundo um comunicado oficial do Observatório Europeu do Sul (ESO).

“É um sistema planetário alucinante, não só por haver tantos, mas porque seu tamanho é surpreendentemente semelhante ao da Terra”, diz Michaël Gillon, pesquisador da Universidade de Liège (Bélgica) e principal autor do estudo. O planeta mais perto de seu sol leva um dia para completar uma órbita, e o mais distante, 12. Os três primeiros estão perto demais da estrela, o que faz com que provavelmente tenham climas abrasadores em excesso para que a água não evapore de sua superfície, segundo os modelos climáticos usados pelos astrônomos. É provável que h, com um tamanho mais parecido com os de Vênus e Marte, seja um mundo gelado por causa de sua distância da estrela. Os três planetas restantes estão dentro da chamada “zona habitável” e podem abrigar oceanos, segundo o estudo.

O mais importante desta descoberta é que pode permitir observar pela primeira vez a atmosfera de um desses planetas, explica Guillem Anglada-Escudé, astrônomo de Barcelona que trabalha na Universidade Queen Mary, de Londres. Trata-se de uma conquista científica que bem vale um Nobel e é um dos passos prévios fundamentais na busca de vida fora do Sistema Solar. No ano passado, Anglada-Escudé descobriu o exoplaneta de tamanho terrestre mais próximo da Terra, a quatro ano-luz.

Suposto planeta que se assemelha a Terra segundo a NASA
E mais uma "representação artística" para mostrar o planeta parecido com a Terra; claro! Imagem: Diário do Brasil


Observar a atmosfera

Este mundo também orbita em torno de uma anã vermelha, Próxima Centauri, e pode estar coberto por um grande oceano. Ainda está para ser visto se tem atmosfera, condição quase essencial para a vida, e se esta é observável da Terra. Nos planetas da Trappist-1 “é possível que o telescópio espacial Hubble possa analisar se há atmosfera em algum desses planetas e é bastante provável que o Telescópio Espacial James Webb, que será lançado no próximo ano, possa confirmar isso”, explica o astrônomo.

Embora não possam ser vistas a olho nu da Terra, três de cada quatro estrelas em nossa galáxia são anãs vermelhas, por isso é possível que descobertas como a desta quarta-feira se transformem na norma. O nome da estrela corresponde ao acrônimo Telescópio Pequeno para Planetas em Trânsito e Planetesimais (Trappist), um sistema de dois observatórios robóticos da Universidade de Liège que está rastreando as 60 estrelas anãs frias mais próximas da Terra em busca de planetas habitáveis. Calcula-se que para cada planeta que se consegue detectar com este método haja “entre 20 e 100 vezes mais planetas”, explica Ignas Snellen, da Universidade de Leiden (Holanda), em um comentário ao artigo original publicado na Nature.

Por isso esse achado deve ser um lembrete para os terráqueos de que não há razões objetivas para se sentirem especiais. “Encontrar sete planetas em uma amostra [de estrelas analisadas] tão pequena sugere que o Sistema Solar com seus quatro planetas rochosos pode não ser nada fora do normal”, escreve o pesquisador em um comentário ao artigo original na Nature. Esses planetas podem abrigar vida? Impossível saber disso no momento, diz Snellen, mas “uma coisa é certa: em alguns bilhões de anos, quando o Sol tiver esgotado seu combustível e o Sistema Solar deixar de existir, a Trappist-1 continuará sendo uma estrela em sua infância. Consome hidrogênio tão devagar que continuará viva uns 10 trilhões de anos, 700 vezes mais que a idade total do Universo e, possivelmente, isso é tempo suficiente para que a vida evolua, conclui.



Avaliação Terraplanista da Matéria

Gostei desse título. Uau! Quantas descobertas e informações que nos enchem os olhos não é mesmo? Vamos aos pontos chaves dessa matéria globalista ateísta?

1. Fontes de Pesquisa - NASA, equipe internacional de astrônomos e outros títulos são para já causar um impacto e chamar a atenção ao conteúdo que será apresentado com mais credibilidade. Não desmerecendo os estudos dos caras mas vieram dessa doutrinação heliocentrista certo?

2. Sete Planetas - Quantos planetas eles já descobriram mesmo? Três possivelmente habitáveis? Mas eu sei que já disseram isso de dezenas de outros planetas e quem acompanha sabe disso. Na verdade a concepção deles é sempre alegar infinitos planetas sem poder provar um sequer como de fato encontram. Afinal, ninguém pode ver a olho nu e nem com os mais potentes telescópios convencionais não é mesmo?

3. Distâncias Absurdas - 40 anos luz? Por exemplo, em um ano-luz, a distância percorrida seria de aproximadamente 9.460.800.000.000 (nove trilhões, quatrocentos e sessenta bilhões e oitocentos milhões) de quilômetros. Agora multipliquemos por 40 vêzes... Temos quanto? Tente calcular se puder... E olhe para o resultado e pense se faz sentido para você dados como estes. Impossível encontrar planetas a essa distância fantasiosa se mal vemos os ditos planetas que estão mais próximos a nós! Assim é fácil despistar os mais curiosos não é mesmo?

Alien do filme Predador
Enquanto não encontramos alienígenas de verdade eles tentam encher nossa mente com filmes e suposições. Imagem: YouTube


4. Vida Alienígena - Essa busca já perfazem séculos e nada... É incrível como são cheios de fé nisso e asseguram com uma arrogância que é só questão de tempo até encontrarem vida ou mesmo um planeta habitável! Eles nunca encontraram! Nunca encontrarão! E só falsificaram a história com seus casos de alienígenas visitando a Terra! Se houvessem tantos casos assim, já teriam encontrado algum no espaço deles imaginário! Eles mal saem da Terra!

5. Dados Detalhados - É incrível como uma distância tão absurda e recursos tão improváveis que se existissem seriam demais e eles conseguem dados realmente mirabolantes! Saber sobre o tamanho, atmosfera, órbita e outros detalhes dos tais planetas a essa distância inconcebível exige mesmo muita fé dos fieis a ciência heliocentrista! Eu não sirvo e não acredito nem nos dados e nem nos padrões usados por eles que são delirantes!

6. Termos Claros - Termos muito claros são usados nas matérias mas os crentes no heliocentrismo as ignoram quase que completamente disseminando estas informações como fatos científicos! Coisa de boatos e estórias mesmo. Apesar de lerem "talvez, possivelmente, possa ser, quem sabe, provavelmente" e outros termos, eles abraçam como fato. Meu Deus...

 7. Prêmio Nobel - Meu Deus... Essa foi uma das afirmações mais toscas dentro deste artigo! E já manifesto aqui que aguardarei sentado e sem pressa ver esses cientistas receber o prêmio Nobel por essas "descobertas" fictícias! Sério isso? Se o premio Nobel for entregue a esses camaradas eu já vou investigar esse pessoal também, porque seria inadmissível! Premiar com um premio tão conhecido um delírio sem fatos como esse?

Mais ilustrações sobre o fim do mundo
Engraçado que na seita do heliocentrismo você tem até mesmo profecias com ilustrações sobre o fim! Imagem: YouTube


8. Contradições - Sempre tem que ter contradição, senão não é a NASA não é mesmo? Eles me dão dados quase que detalhistas de planetas que estão a 10 anos-luz de distância e não conseguiram observar a atmosfera de um exoplaneta a 4 anos-luz da Terra? Confere? Algum globalista pode me explicar isso por favor? No aguardo...

9. Doutrinação Ateísta - Só quem conhece a Deus e a verdade da Palavra de Deus pode enxergar com olhos bem atentos qual o objetivo dessas matérias doutrinarias da NASA. A grande sacada esta justamente na alegação de que existe vida por aí nesse universo fictício deles e que não somos nada especiais como criação única de Deus e na prática essa porcaria toda entra na cabeça da humanidade de modo que quando olham para o céu negro a noite e veem as estrelas imaginam realmente um vasto universo onde se sentem pequenos e perdidos. Excelente caminho para o ateísmo e descrença nas Escrituras!

10. Profecia - E para finalizar com classe ao estilo NASA de profetizar cientificamente e acabar com a esperança dos fracos na fé; eles expõem todo o destino do "cosmos" em no máximo 4 linhas para nos mostrar o quanto estão no domínio do universo fictício que criaram e tentam nos aterrorizar com o vazio existencial que só o ateísmo pode te fazer sentir. E não comentarei de mais um grande passo na evolução humana improvável que não vemos mas quem sabe daqui a bilhões de gerações não ocorrerá? Não amigo; o fim não é bem desse jeito...



Conclusão 

Homens mentirosos! Afastados de Deus e deturpadores da verdade! Cada artigo partindo desse pessoal satanista e ateu, expõem suas intenções malévolas de tirar a fé das pessoas no Criador e deixar elas sem esperança alguma de serem especiais e amadas por Deus! Desde que essa doutrina heliocentrista ganhou espaço no mundo; uma onda de ateísmo tem sido percebida na Terra e os cristãos tem enfrentado embates; debates e até perseguição por conta desse ceticismo implantado na mente das pessoas! Mas nós estamos em guerra espiritual e sabemos de onde vem essa fonte maligna de doutrina intitulada como "ciência"! Assim como nos alertaram os profetas, apóstolos e os pais da igreja; estejamos alertas a este povo e seus ensinamentos que confrontam a Palavra de Deus! Precisamos acordar e separar o profano do santo e alertar outras pessoas! Comente; compartilhe e assine as atualizações para não ficar de fora de mais notícias perturbadoras como estas! A NASA é um verdadeiro ninho de muitas cobras! Não se enganem...

"Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte;
Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós." 1 Pedro 5:6,7

"E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras." Apocalipse 20:12

Fontes:
Mundo Hoje - Telescópio da NASA descobre um sistema solar com sete planetas como a Terra
Significados - Ano-Luz






Comentários