Terra Plana - Meteoro Realmente Caiu na Rússia?

Só quem gosta de ler notícias espantosas como estas que sabe acerca do suposto meteoro que caiu na Russia em 2013. A princípio eu até acreditava em toda essa baboseira de pedras caindo do céu o passando muito perto da bola que acreditava ser nosso mundo e com isso chegava a sentir medo e até desconfiança da proteção divina; tentando justificar alguma catástrofe desse tipo como permissão sua ou juízo; mas após conhecer a Terra Plana eu aprendi que é impossível que existam pedras trafegando pelo universo finito que Deus criou. Mas a mídia continua colocando pelo em ovo e por isso mesmo; não só continuo publicando novas descobertas concernentes a Terra Plana como também desmascarando essas mentiras. Não existem meteoros, meteoritos ou qualquer troço voando acima de nossas cabeças com risco de nos acertar. Tudo que existe são destroços dos foguetes que eles lançam ao além para se destroçarem nos céus e dane-se quem estiver embaixo como já mostrei aqui no blog numa árdua pesquisa a respeito do destino desses foguetes. Vamos primeiro analisar a notícia sobre o tal meteoro que até filmaram. Será que procede?

MOSCOU (15/02/2013) - Cerca de mil e 100 pessoas ficaram feridas, entre elas 200 crianças, após a queda de um meteoro na região dos Montes Urais, na Rússia, nesta sexta-feira. Onze estão em estado grave e foram levadas a centros médicos locais, segundo agências internacionais. A rocha, estimada em 10 toneladas, entrou na atmosfera e começou a se desfazer. Parte dela atingiu um lago na pequena cidade de Chebarkul, causando pânico entre moradores de todos os arredores. A onda de choque causada pelo fenômeno destruiu janelas e balançou prédios, enquanto equipes de resgate foram deslocadas para socorrer a população. No encontro, Putin criticou o sistema de alerta da Rússia contra meteoros - qualificando-o como “não totalmente eficaz” - e disse que o fenômeno deve interessar ao país “não somente de um ponto de vista astronômico, mas do ponto de vista do sistema de aviso para a população”. A Academia Russa de Ciências estimou que a rocha pesava cerca de 10 toneladas. Fontes da agência de notícias Russian TV afirmam que o governo russo teria interceptado a rocha, que se desintegrou e caiu em três cidades, mas nada foi confirmado oficialmente até o momento. Testemunhas contam que avistaram uma bola de fogo no céu, seguida de um flash e luz e o barulho de uma grande explosão. Alarmes de carros soaram, janelas quebraram e telefones celulares tiveram o funcionamento afetado pelo incidente.

Suposto pedaço do meteoro que caiu em lago na Russia
Eu juro que hoje eu olho para esses "meteoros" e só consigo ver pedras naturais da Terra... Imagem: G1


 "Nós vimos um grande flash de luz. Então, saímos para ver o que estava acontecendo e escutamos um som muito alto, como se fosse um trovão" - disse Sergey Hametov, morador da região de Chelyabinsk, onde acredita-se que a maior parte do meteoro tenha caído. Viktor Prokofiev, de 36 anos, morador de Yekaterinburgo, nos Montes Urais, disse que estava indo para o trabalho quando viu o meteoro. Com o clarão, ele sentiu como se tivesse ficado cego. "Eu estava dirigindo para o trabalho, estava bem escuro, mas de repente veio um clarão como se fosse dia. Me senti como se estivesse ficado cego pela luz" - acrescentou. A região de Chelyabinsk, a cerca de 1.500 quilômetros de Moscou, abriga diversas fábricas, uma usina nuclear e o centro Mayak de armazenamento e tratamento de lixo atômico. A cidade de Chebarkul, alvo da rocha, tem 46 mil habitantes. Incidentes do tipo são raros. Acredita-se que um meteorito tenha devastado uma área de mais de 2.000 quilômetros quadrados na Sibéria em 1908.

Mergulhadores russos encontraram nesta terça-feira (15/02/2013) no Lago Chebarkul, nas proximidades da cidade de Chelyabinsk, na Rússia, um fragmento do meteorito que caiu na região dos Urais em fevereiro, com peso estimado entre 300 e 500 quilos, de acordo com a agência de notícias Interfax. Segundo Nikolai Murzin, diretor-geral da companhia Aleut de trabalhos especiais, o meteorito foi "caçado". "Agora, só falta trazê-lo até a margem. No lago há grandes ondas, por isso içá-lo diretamente é tecnicamente difícil e arriscado", afirmou Murzin. Ele explicou ainda que agora sua equipe reboca o pedaço de meteorito até a margem do lago Chebarkul e que a operação de retirada da rocha vai acontecer nesta quarta-feira (16/02/2013). De acordo com a agência EFE, os mergulhadores retiraram até agora 12 rochas do lago, cinco delas identificadas como pedaços do corpo celestial que causou em 15 de fevereiro pânico entre os moradores da região. Segundo as autoridades locais, o maior fragmento resgatado do meteorito pesava 4,74 quilos.


Desde o primeiro momento, os cientistas garantiram que o maior pedaço da rocha estava no fundo do lago gelado de Chebarkul, onde a queda do objeto espacial deixou um grande buraco. Os estudiosos advertiram a população contra o "recolhimento indiscriminado" dos restos do meteorito, já que esse saque os privava de um valioso material de pesquisa sobre a história do Universo. Segundo os geólogos, o meteorito contém minerais de silicatos como o olivino e o ortopiroxeno, além de sulfureto de ferro e níquel, e, em menor medida, cromo, clinopiroxeno e plagioclases. O estudo é crucial para a reconstrução dos períodos iniciais do sistema solar, já que esses corpos astrais incluem os mesmos componentes de que foram criados originalmente os planetas. Quando um corpo rochoso vem do espaço e entra na atmosfera, ele é inicialmente chamado pelos astrônomos de meteoro. Caso atinja o solo, em vez de se desfazer em atrito com a atmosfera, ele - ou seus fragmentos - passam a ser classificados de "meteorito".

Mergulhadores russos tiraram do fundo de um lago, nesta quarta-feira (16/10/2013), um fragmento de cerca de 570 quilos do meteorito que caiu em meados de fevereiro perto da cidade de Chelyabinsk, nos Urais. Os mergulhadores tiraram até agora 12 rochas do lago, cinco das quais foram identificadas como destroços do corpo celestial que causou em 15 de fevereiro pânico entre os habitantes da zona. Até agora, segundo as autoridades locais, o maior fragmento resgatado do meteorito batizado Chelyabinsk pesava somente 4,74 quilos. O meteorito, que deixou mais de 1,5 mil feridos na região, 319 deles crianças, tinha segundo a Nasa uma massa de até 10 mil toneladas no momento que explodiu na atmosfera, e é o maior que caiu sobre a Terra desde 1908. Análises de um mineral chamado jadeíta, que estava impregnado em fragmentos recuperados depois da explosão, mostram que o asteroide do qual o meteorito se separou atingiu outro ainda maior a uma velocidade relativa de 4.800 quilômetros por hora. “Este impacto pode tê-lo separado do seu corpo principal e o enviado à Terra”, escreveu o pesquisador-chefe Shin Ozawa, da Universidade de Tohoku, no Japão, em um estudo publicado nesta semana no periódico "Scientific Reports".

A descoberta deve esclarecer aos cientistas como um asteroide pode acabar em uma colisão com a Terra. Os cientistas suspeitam que a colisão aconteceu cerca de 290 milhões de anos atrás.

Análise do evento tido como meteoro
E sempre tem mais alguém analisando, pausando o vídeo e encontrando problemas. Imagem: Projeto Quartzo Azul
Obs: O camarada que analisou outros meteoros também acredita que são naves alienígenas; mas tudo bem; cada um acredita no que bem entender; mas suas analises já levantam suspeitas acerca desses meteoros.

Conclusão 

O que nós temos aqui? É fato que houve um evento catastrófico que gerou o rastro de destruição na cidade russa onde realmente as testemunhas não só viram como filmaram o evento. Mas logo começam as alegações duvidosas quando eles chutam informações como o peso; o tamanho e outras mais do tal meteoro sem que qualquer pessoa possa comprovar. Além do mais; onde tem o dedo da NASA e essas mídias compradas; pode saber que tem maracutaia na situação. Sobre as "provas" encontradas no lago? Bem; para mim são pedras... E não importa o tamanho delas; foram retiradas de um lago onde com certeza tem muitas pedras; como também podem ser jogadas mais pedras; já que eles demoraram quase um mês para retirar as maiores. E o que as pessoas viram? Não sei exatamente; mas se for para chutar como a NASA e os "cientistas" chutaram; eu posso alegar que foi um míssil; um pedaço de foguete como sempre vive acontecendo ou até mesmo que eles lançaram essas pedras através dos mesmos. Você assinaria embaixo destas informações todas que eles deram nestas notícias? Eu não; porque não posso constatar como verdadeiras. Pedras é o que mais existe nesse mundo! Será que alguém notou a citação a respeito de estudos baseados nos supostos planetas, milhões de ano e origem do universo? Eles logo começam a usar de delírios irreais e tem gente que acredita...

Prove que o meteoro que caiu mesmo no lago; comente a respeito ou compartilhe com outras pessoas a respeito.

Fontes: 
O Globo - Meteoro cai na Rússia e deixa cerca de mil feridos
G1 - Equipe encontra grande pedaço de meteorito que caiu em lago da Rússia
Terra - Fragmento de 570 quilos de meteorito é retirado de lago na Rússia
G1 - Estudo diz que meteorito da Rússia se originou de choque de asteroides

Comentários