Terra Plana - NASA e seus Balões Escondidos

Não é novidade por aqui que já revelei com fatos e informações concisas que os satélites da NASA e das agências espaciais que orbitam no espaço não existem como eles nos mostram e que na verdade pegam carona na ilusória gravidade para tentar firmar a Terra bola; mas na verdade, esses equipamentos não passam de tecnologias penduradas em balões enormes de alta altitude que voam pelas correntes de ar diferenciadas mundo afora e justamente por ser ele plano; as ondas de transmissão viajam nesse mesmo sentido e por isso mesmo eles ainda podem trabalhar; pois se os satélites fossem como eles nos pregam, jamais que funcionariam! Existem diversos artigos sobre transmissões de rádio, TV, celulares e internet e nenhuma delas precisa essencialmente de satélites; sendo feitas por cabos; antenas altas e bem localizadas e torres. Os balões são para complemento de conexão a áreas rurais como a Google tem seu esquema e outros serviço de meteorologia, além de outros. Encontrei uma notícia interessante e trago para você leitor do Verdade Urgente. Recomendo que leia alguns artigos antes para entender melhor o esquema de transmissões na Terra.


NASA solta balões na Antártida desde 1980
Por isso muitas pessoas avistaram esses "pontos" brancos no céu e não sabiam o que seriam. Imagem: Meditation ande Spiritual Growth


Balão científico da NASA quebra recorde voando na fronteira do espaço

Voando próximo à fronteira do espaço, um balão científico da NASA quebrou nesta quinta-feira o recorde de duração e distância para este tipo de equipamento. Voando em grande altitude por 42 dias, fez três órbitas ao redor do Pólo Sul. O balão, do tamanho de quase dois campos de futebol, carregava a bordo o experimento CREAM - Cosmic Ray Energetics And Mass - desenhado para explorar os limites de aceleração dos raios cósmicos, que chegam à Terra vindos de fora do sistema solar. Somado à coleta de dados científicos, o voo foi uma demonstração da capacidade dos sistemas de suporte dos ULDB', ou Balões de Longa Duração, que estão sendo desenvolvidos pela NASA para voar por mais de 100 dias.


O artefato, preenchido com gás hélio, e comandado à distância, foi lançado da base Antártica de McMurdo no dia 16 de Dezembro de 2004. Após viajar por 41 dias e 22 horas, pousou no último dia 27 de janeiro de 2005 a 660 quilômetros de McMurdo Sound. As operações de recuperação dos instrumentos ainda estão em progresso. O antigo recorde deste tipo de vôo foi em Dezembro de 2001, também em McMurdo. Naquela ocasião o vôo orbitou o Pólo Sul duas vezes durante 31 dias e 20 horas. "Nós estamos excitados com a duração deste vôo, que permitiu aos cientistas obter uma ampla gama de dados para prosseguir seus estudos", disse David Pierce, chefe do programa de balões do Goddard Space Flight Center, da NASA. "Rotineiramente fazemos balões que voam por bastante tempo, mais de duas semanas, mas nenhum dos vôos ultrapassou esta marca. É sensacional", disse ele.



Este tipo de balão científico é feito de polietileno, e sua espessura é próxima a de um guardanapo comum. O enorme balão, de 137 metros e 1800 quilos, foi necessário para elevar o equipamento CREAM, de duas toneladas, até a altitude de 38.100 metros. Especialistas do NSFB - Departamento Nacional de Balões Científicos, que coordenam aproximadamente 25 vôos por ano, em diversas partes do mundo, conduziram o lançamento, voo e operação de recuperação de equipamentos. "Detectores a bordo de balões, voando nos limites da atmosfera, podem identificar diversas partículas antes de se chocarem com partículas no ar", disse Eun Suk Seo, diretor do projeto CREAM, da Universidade de Maryland. "O instrumento científico, sistemas auxiliares e também o esquema de operações foi testado com sucesso neste voo recorde. Estamos prontos para os vôos de longa duração", se referindo ao projeto ULDB.

"A maior parte destes modernos detectores de partículas foi construída nas universidades americanas por estudantes, jovens cientistas e engenheiros", disse o Dr. Vernon Jones, cientista-chefe do laboratório suborbital da NASA. O projeto CREAM é feito em conjunto por diversas universidades dos EUA, Itália, Coréia, França e México.

Considerações e Conclusão

Antes de mais nada; eu quero comentar o esquema oculto da NASA com o tal programa com balões. Eles são tão ocultistas e mentirosos que vivem com seus esquemas paralelos para tentar nos enganar e caso isso falhe ou seja descoberto eles revelam como se fosse um trabalho normal que só não sabíamos. Ainda escreverei sobre essa estratégia deles para sair fora dos flagrantes. Esses balões causaram tanto espanto assim nesses engenheiros? Me admira toda essa apreciação sendo que eles possuem satélites que poderiam melhor realizar essas pesquisas ou estou errado? É estranho imaginar que possuem os tais satélites tão tecnológicos transmitindo e recebendo informações inexplicavelmente e admirarem esses voos com balões. Eles ainda fazem essas manobras longe dos olhos dos seus admiradores na Antártida. Porque será? Os foguetes podem ser enviados aos olhos de muitos mas os balões ninguém tem informação certo? Estranho... Existem notícias e mais notícias de pessoas que avistaram esses balões ou mesmo caíram por aí e ninguém sonha com o que eles sejam.

Um dos fatos estranhos em tudo isso é a rota que nos tentam mostram como se o balão rodeasse apenas no limites da Antártida como sendo um continente e numa análise mais precisa isso não faz nenhum sentido! E ainda estou tentando entender como se controla um balão para que voe apenas nos limites do continente. Para mim estes balões não fizeram mais que rodear a borda da Terra nas correntes de vento e retornar ao seu lugar. Pois em um globo; com certeza ele se perderia por aí nos arredores da bola como acontece com os balões da Google que vivem caindo até no Brasil. Outra mentira? O fato de alegarem enviar o mesmo equipamento em um foguete da SpaceX para fazer uma melhor detecção desses raios da ISS em 2017 e ainda continuarem soltando balões aqui "embaixo".

Não esqueçamos que a NASA apesar de tentar nos ludibriar que faz isso desde de 2004, ela solta esses balões ocultamente desde a década de 80! E ninguém sabia disso! Mas dos supostos satélites orbitando a bola molhada giratória eles passaram até na TV! Mentirosos! Enganadores! Observe que até os limites dos balões denunciam até onde eles podem ir! A altitude máxima que atingem é de 38.100 metros! Não podendo passar disso! Alguém se lembra do caso de Félix Baumgartner? Quando o mesmo saltou de um enorme balão que ficou estacionado lá em cima? Que altitude ele saltou mesmo? 36.576 metros segundo eles! Já escrevi sobre os limites do homem no espaço e sempre bato nessa tecla. Eles nunca foram a Lua; seus foguetes de merda nunca saíram da horizontal mentirosa de impulso e seus balões denunciam que eles não podem sair da órbita baixa da Terra! Se pudesse, porque apelariam para balões? Não são os satélites melhores? Mentiras! E você o que acha desse programa de balões da NASA desconhecido desde 1980? Você já sabia dessa? Acredita que os satélites das imagens lançadas na internet são reais? Deixei comentário; compartilhe com outras pessoas e assine as atualizações para ficar por dentro de mais mentiras como esta!

Fontes: 

Apolo 11 - Balão científico da NASA quebra recorde voando na fronteira do espaço


Comentários

  1. Salve Ricardo, depois daquele bug monumental da ISS-ESTÚDIO, onde três atornautas simplesmente derreteram em cena, não podemos mais dar nenhuma credibilidade, por mínima que seja, à Nasa e à Space X, seu braço privado(?!). As demais agências mundiais são cúmplices e usam o "Vetor" como símbolo trissexto.

    A matrix da mentira está se fragmentando e esses "dèja vu" - bugs de chroma-key, balões-satélites caindo, foguetes sendo filmados na horizontal, caindo em pedaços e dados como bem sucedidos, atornautas dizendo que nunca foram além da órbita baixa, etc,etc - são os sinais que comprovam essa fragmentação sem volta.

    Acho que, por isso, o sistema 666 está correndo para criar o Estado totalitário para começar o encarceramento coletivo. Mas, ainda temos um tempo para reforçarmos nossa fé no Criador e confiarmos Nele e em Seu Filho Misericordioso Jesus.

    Sds.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Ronald! Mais uma vez é uma honra poder tê-lo por aqui lendo e comentando os artigos do blog meu irmão! Realmente, só quem enxerga a verdade e sabe unir os fatos como você sempre esta fazendo por aqui, consegue essa visão vislumbrante dos esquemas da "mãe das mentiras"; e eu a chamaria de "esposa de Satanás"! Uma maldita prostituta espiritual atrelada com os demônios com suas mentiras que enredam os inocentes e leigos! Deus decretou o tempo do fim dessas mentiras e os homens já estão se achegando a Deus por essa verdade meu irmão!

      Bola pra frente! Compartilhar e divulgar a verdade sempre! O mundo precisa saber que foi engando esse tempo todo! Forte abraço meu irmão! Deus seja locado!

      Excluir

Postar um comentário

Sinta-se a vontade em comentar complementando o artigo; deixando suas perguntas ou mesmo apresentando seu ponto de vista para possíveis discussões amigáveis de ideias sem ofensas, fanatismos ou estupidez.

Os comentários serão avaliados e sendo aprovados; publicados imediatamente.