Terra Plana - Censura Contra a Verdade?

Esse tempo não tardaria... Mais cedo ou mais tarde o pessoal do sistema iria tomar uma iniciativa além de só ficar vendo o movimento em prol da verdade crescer. Agora eles estão entre a cruz e a espada; entre Cristo e Barrabás. Digo isso porque eles não esperavam uma repercussão tão grande com respeito a Terra Plana e agora estamos a toda na internet e já na TV e estão levando isso mais a sério; mas não do modo correto, infelizmente. Ao invés de darem o braço ao torcer, eles estão novamente na história da humanidade tentando nos calar de falar a realidade para os que dormem debaixo deste sistema doutrinário. Mas ficou complicado para eles só falarem que somos malucos conspiracionistas pela quantidade de pessoas que estão aderindo a verdade e agora o YouTube está apelando sutilmente por mendo da verdade e por medo de perder usuários de sua plataforma. Em parceria com a Wikipédia, eles pretendem discretamente contra argumentar usando explicações contrárias às chamadas teorias da conspiração; que a propósito a Terra Plana é incluída. Antes de prosseguir, recomendo uma leitura a esse respeito:

YouTube
YouTube tentará descreditar a verdade da Terra Plana usando artigos postados na Wikipedia. Imagem: Tem de Tudo



YouTube se une com a Wikipédia para lutar contra teorias da conspiração.

O YouTube lançará nas próximas semanas uma nova ferramenta para combater teorias da conspiração na internet, iniciativa mais recente do website de vídeos do Google para conter a disseminação de desinformação. Vídeos que propagam teorias da conspiração sobre determinados eventos, como o pouso na Lua, passarão a ser acompanhados por textos da Wikipédia oferecendo fatos que contestam a teoria, disse Susan Wojcicki, CEO do YouTube, na quarta-feira.

"Nosso objetivo é começar com uma lista de conspirações da internet sobre as quais há grandes discussões ativas", disse na conferência South by Southwest, em Austin, Texas, na quarta-feira. Os vídeos sobre "eventos amplamente aceitos" incluirão "informações" -- uma caixa de texto que conecta a fontes de terceiros como a Wikipédia, segundo uma porta-voz do YouTube. "Esses recursos serão lançados nos próximos meses", escreveu a porta-voz por e-mail.

O YouTube, que faz parte do Google, da Alphabet, enfrentou meses de exames minuciosos devido à publicação de informações inadequadas e enganosas no website. Um vídeo recente que promovia uma teoria da conspiração sobre o tiroteio na escola de Parkland, na Flórida, ficou no topo da lista de tendências do website por algumas horas antes de ser removido.





Considerações e Conclusões

Bem, está claro que apesar de citar o exemplo do tiroteio na escola de Parkland; eles também tocaram no assunto que esta entre as "teorias da conspiração" que são os vídeos contrários e questionando se o homem foi realmente a Lua. O engraçado é que os vídeos mais bombásticos com pessoas de peso que assisti são na prática irrefutáveis. mas eles ainda assim, parecem estar cegos para valer, se fingem ou realmente estão cumprindo alguma ordem de gente grande para fazer isso com intuito de proteger essas farsas da ida do homem a Lua e do heliocentrismo. É uma espécie de guerra sutilmente declarada contra as verdades que querem que sejam vistas como teorias da conspiração. Mas apesar da mídia possuir um poder dominador no mundo, ainda existe o fator "necessidade", e "liberdade de expressão" onde eles tropeçam feio e não podem fazer muito a respeito. E acredito que só por isso eles não nos isolam completamente; excluindo blogs, sites, canais de vídeo e perfis nas redes sociais. Não podem porque isso geraria uma má impressão e muitos protestos! Então, o jeito é tentar desviar o raciocínio das pessoas para explicações alternativas.

Só quero ver os críticos contra quem usa a Wikipedia como fonte de informações abraçarem o que o YouTube indicará para eles. Desse jeito podemos continuar levando a verdade sem uma censura total; mas as pessoas de mente mais fechada com certeza irão encontrar outra explicação na Wikipédia contida em um link que se tiverem coragem de ler, vão ter que escolher em quem acreditar. Mas eu presumo que muitos se renderão mais ao conteúdo passado em vídeo e isso será uma vantagem para a verdade. O resto é esperar para ver o que acontece e que Deus possa abrir o máximo de mentes possíveis para que vejam e entendam que a Terra Plana não é uma teoria da conspiração; mas um fato científico oculto desde os tempos que nos enganaram e podiam esconder essa realidade pelo acesso dificultoso e restrito ao que podemos hoje ver e acessar até soltando um balão muito acima do que podemos ver. O que acha dessa iniciativa do YouTube? Será que pretendem banir de vez todo conteúdo referente a Terra Plana da plataforma de vídeos? Lograrão exito e nos calarão? Conseguirão manter as pessoas no engano ainda? Deixe sua opinião; compartilhe com outras pessoas e se inscreva para receber mais atualizações sobre o assunto.

Fontes:
UOL Notícias - YouTube se une com a Wikipédia para lutar contra teorias da conspiração.


Comentários