Terra Plana - Empuxo ou Gravidade?

A gravidade como já exposta aqui é uma grande mentira a partir de Isaac Newton para justificar uma grande falha no globo que seria a pergunta de como as pessoas e tudo que há no mundo fica grudado nela enquanto ela gira loucamente pelo espaço afora sem que nada seja arremessado pelo universo. Então criaram essa teoria infundada sem comprovação real que tem sido usada até hoje como prova dessa questão; mas examinando mais profundamente essa teoria, encontramos cada vez mais problemas e contradições inexplicáveis onde só encontramos enrolação e mais uma vez, trago um grande buraco nesse queijo. Um dos grande problemas com a gravidade é seu funcionamento mágico dentro da água em qualquer quantidade e instância. Afinal, não deveriam todas as coisas serem puxadas para o fundo dos recipientes ou dos oceanos pela força bruta da gravidade? Já que ela é responsável por manter o grande volume de água preso numa bola que gira a uma velocidade absolutamente inimaginável? E se alguém pensou nisso, parece que já tentaram responder... Antes, recomendo que leia alguns artigos sobre o assunto:
Foi o filósofo, matemático, físico, engenheiro, inventor e astrônomo grego Arquimedes (287 a.C. - 212 a.C.) quem descobriu como calcular o empuxo. Arquimedes descobriu que todo o corpo imerso em um fluido em equilíbrio, dentro de um campo gravitacional, fica sob a ação de uma força vertical, com sentido oposto à este campo, aplicada pelo fluido, cuja intensidade é igual a intensidade do Peso do fluido que é ocupado pelo corpo.

Arquimedes quem calculou a força do empuxo
Será que se colocarmos diferentes objetos na água teremos resultados baseados na gravidade ou no empuxo? Imagem: EBC


Você já percebeu que conseguimos carregar mais facilmente uma pessoa dentro d'água do que fora dela, no ar? Até parece que a pessoa fica mais leve quando imersa na água. O que ocorre é que existe uma força, conhecida como empuxo, que atua de baixo para cima, no sentido contrário ao da força da gravidade. Apesar de a massa do corpo da pessoa que carregamos ser a mesma, dentro ou fora da água, o peso parece menor dentro d'água, pois o empuxo tem sentido contrário à gravidade, diminuindo nosso esforço ao carregar o corpo em questão. É a composição entre essas duas forças, gravidade e empuxo, que determinará se um corpo afundará ou boiará em um meio líquido.

Considerações e Conclusões

Um verdadeiro cabo de guerra estranho na prática, é isso. Temos duas forças lutando entre si ou fazendo as vezes uma espécie de acordo para que os objetos possam reagir de maneiras diferentes dentro de um volume de água. Será que além da força misteriosa da gravidade, também temos agora outra força misteriosa chamada de empuxo. Preciso me aprofundar mais, mas ao que tudo indica, essa também parece ser mais uma invenção da frágil ciência para que tudo se encaixe de uma forma que ninguém perceba que não esta vivendo em cima de uma bola girando velozmente. Olhando bem conforme a realidade dos fatos alegados acima e tentando conciliar as coisas dentro de cada situação, tudo isso é insano! Doido! Sem sentido! Duas forças brigando ou comungando para que objetos com massas e volumes diferentes boiem ou afundem? Como assim? Sem essa de cálculos impraticáveis e explicações mágicas amigos globalistas! Já pararam para imaginar o quanto isso é insano? Como uma força absurda como a gravidade se permite manipular pela força do empuxo? Existe lucidez nisso?



Agora eu ferverei ainda mais a cabeça de vocês! Vamos para o Mar Morto! Onde nem a gravidade e nem o empuxo funcionam de modo algum, mas quem reina por lá é o sal em excesso. Como me responderiam agora essa questão? A gravidade tem lugares no mundo de atuação? O empuxo por lá tem mais autoridade e expulsou a gravidade ou o sal esconde mais uma força misteriosa que vence tanto a gravidade quanto o empuxo? Ou será que o sal é uma espécie de vitamina para o empuxo? Vocês tem certeza que essas forças que atuam nas águas do mundo? Podem realmente confiar nessas informações? Ou será que o que funciona realmente é outra lei e regra que não conhecemos? Como explicariam ainda os mais variados comportamentos dos corpos com suas massas e volumes dentro da águas? O elefante seria puxado pela gravidade ou empurrado pelo empuxo? E os maiores navios do mundo? E os submarinos, porque afundam? Porque um ovo afunda em água comum e com sal não? Empuxo ou gravidade? Se decidam...  Vocês são malucos acreditando em maluquices...

O que eu concluo? Eu por agora e ainda que superficialmente (não sendo cientista), acredito na lei da flutuabilidade (em se falando das águas) onde corpos mais densos e com maior volume de massa afundam e os menos densos e com menos massa boiam; mas se houver algum globalista genial que queira arriscar responder minhas perguntas e refutar esse princípio sem cálculos sem sentido e ciência prática, os comentários estão a disposição. E você o que achou dessa contradição científica? Acha que as explicações confusas da ciência procedem e te convencem? Deixe também seu comentário e compartilhe com outras pessoas para que meditem sobre isso e se inscreva para receber novas atualizações sobre a gravidade.