Terra Plana - O Efeito da Doutrinação Heliocêntrica

Já venho comentando e mostrando aqui qual a real intenção do sistema satânico ateísta através do heliocentrismo de levar as pessoas a descrença em Deus unido a outras imaginações, hipóteses e mesmo teorias que na cabeça e língua dos ídolos do mundo ao longo da história, ganharam repercussão gigantesca e invadiu a mente e os corações das pessoas em quase todo mundo; de sorte que muitas realmente ignoram que tudo não passa de ilusões e mentiras bem enredadas e creem que não estamos sós na criação; que existem outros planetas; que pode existir vida por aí e que tudo realmente é como a pseudo ciência os ensina por encenações, efeitos gráficos e mesmo conversa fiada e o impacto disso é que temos uma geração alienada; retardada e fanática em crenças cientificas infundadas e sem comprovação que aprendem a esnobar e até odiar a Deus. Crianças e jovens doutrinados a crerem numa mentira atrás da outra que não podem comprovar se confrontados. Mostro mais uma vez neste artigo como essa doutrinação esta acontecendo e surtindo resultados mesmo nas crianças. Antes recomendo que leia alguns artigos interessantes antes.

Crianças criam planetas com massa de modelar
As crianças inocentemente são introduzidas em toda a doutra heliocêntrica sem saber do perigo iminente. Imagem: Diário de Bordo


Menino de 7 anos que ganhou concurso da Nasa faz palestra em escola de SP


Os alunos do colégio Sans Frontières, na zona norte da capital paulista, deixaram de lado as disciplinas tradicionais na manhã de hoje (9/3/18) para assistir uma palestra com o jovem escritor João Paulo Barrera. Com apenas 7 anos, ele ganhou um prêmio de mérito literário concedido pela Agência Espacial Norte-Americana, a Nasa. O evento faz parte do lançamento do 47º Concurso Internacional de Cartas. Ações semelhantes estão sendo promovidas pelos Correios em todas as regiões do país. O tema do concurso deste ano é “Imagine que você é uma carta que viaja no tempo. Que mensagem você quer deixar para seus leitores?’’. Uma temática que dialoga com a ficção científica desenvolvida pelo jovem autor.

O trabalho premiado de João Paulo teve o título, “No Mundo da Lua e dos Planetas”, e conta a história de “três crianças indo para o espaço em uma estação espacial”. Alfabetizado nos Estados Unidos, ele escreve em português e em inglês. Ao falar, o menino atiçou a curiosidade dos estudantes. Muitos levantaram e foram ao microfone para saber não só sobre o seu trabalho literário mas até sobre preferências pessoais. Quando foi perguntado se teve medo de disputar um concurso tão importante, como o organizado pela Nasa, o escritor foi enfático: “Na-nã-ni-nã-não!”.



Vida fora da Terra

Sobre as suas leituras, João Paulo disse que prefere as revistas em quadrinhos. Entre as questões que o fazem pensar, está a possibilidade de vida fora da Terra. “Eu queria saber se tem outro planeta com vida, com oxigênio. O universo não pode ter só um lugar que tenha vida, um planetinha de nada”, diz ao comparar a pequenez do nosso mundo em relação as inúmeras galáxias que compõe o universo. A partir da fala de João Paulo, a expectativa é que os estudantes de 9 a 15 anos se animem a escrever cartas para o concurso de cartas. O Brasil tem obtido bons resultados na competição, sendo o segundo país melhor colocado no ranking internacional do concurso organizado pela União Postal Internacional, ficando atrás apenas da China. Foram três primeiros lugares, dois segundos lugares e duas premiações em terceiro lugar.

No Brasil, os estudantes, que devem se inscrever obrigatoriamente pelas escolas, podem receber prêmios tanto pela colocação estadual como regional, além da premiação nacional. As inscrições estão abertas a todos os estabelecimentos de ensino do país. A nível mundial, a disputa envolve jovens de 192 países. Em 2017, foram recebidas cerca de 1,2 milhão de cartas.



Considerações e Conclusões

Existem mesmo cristãos que ainda não caíram em si do grande mal que esta sendo implantado em nossas escolas e nunca paramos para perceber que essa merda toda é empurrada quase que obrigatoriamente em nossas crianças e os pais por ignorância ou mesmo não terem o que fazer, acabam deixando seus filhos presos nessa teia que o sistema criou onde aprendem obrigatoriamente uma doutrina camuflada de ciência e semeiam a incredulidade no coração da população sem usar força ou dar nas caras, apenas criaram um sistema de ensino onde ou você entra e se torna alguém nos moldes de como eles querem ou você fica de fora e é tratado como um analfabeto e atrasado; estando impedido até mesmo de garantir algum emprego bom por falta dos estudos. Entendeu onde tudo isso leva o ser humano? E nessa jornada do sucesso, mesmo as crianças bebem e comem dessas mentiras que nunca foram comprovadas. Pais cristãos e não cristão não percebem as consequências desse caminho do engano.

Quando este garoto crescer nesse caminho, vai dar muito trabalho diante da verdade da Palavra de Deus e muitos são assim! Os mais persistentes deles se tornam "grandes cientistas" na história da humanidade sem fé e sem Deus no coração, porque Ele já não encontra mais espaço em suas crenças; mas apenas um universo auto criativo e que existe do nada e por nada subsiste. Essa doutrina enganosa e prejudicial para a alma serve apenas para distanciar os seres humanos da fé e mantê-los cativos a escravidão do pecado sob o ateísmo. Como é triste ver pessoas em tenra idade alegando ser ateu e repetindo os argumentos encontrados na internet, até zombam dos que acreditam. Se tornam pessoas vazias, cheias de arrogância em alguns casos e perdidas na vida de pecado, já que entendem que não existe um Deus e que suas vidas acabarão na sepultura. Que trágico... Por este lado da questão o heliocentrismo é danoso e prejudicial. Infelizmente os pais doutrinados sentem até orgulho numa situação dessas.  Deus nos dê graça para reeducar nossos filhos conforme a verdade e oremos por essas crianças sem opção... Deixe seu parecer com respeito a essa doutrinação; compartilhe com outras pessoas e se inscreva para receber mais atualizações.

Fontes: 
Agência Brasil - Menino de 7 anos que ganhou concurso da Nasa faz palestra em escola de SP