Terra Plana - NASA e o Sexo no Espaço!

Não, o título não é sensacionalista e este tema esta em pauta na nova bomba da NASA. Quando penso que eles já atingiram o teto do estranho, contraditório e do cômico, eles vão sempre um pouco mais além. É como aquelas tão sonhadas viagens no espaço eterno e infinito deles? Nunca tem fim e nunca se vê... Pois bem; nesta feita a NASA e seus atores alegam estarem pesquisando ESPERMATOZÓIDES humanos e taurinos para ver dentre todos os objetivos, se é possível fazer sexo no espaço; se os astronautas sofrem alguma alteração em seus corpos neste sentido e outras baboseiras mais. Como mais um episódio cômico eu resolvi analisar o texto e o conteúdo para ver o que encontramos de interessante. Mas sempre tendo em mente o conhecimento de que homens não alcançam altitudes elevadas no espaço a ponto de ficarem lá em cima e nem podem de modo algum ficar em uma estação voando ao redor de uma esfera. Isso não existe. Quanto mais enviar espermatozoides para o espaço. Antes de continuar, recomendo que leia outros artigos sobre a NASA.
Astronautas apaixonados no espaço
A NASA sempre inventa alguma novidade para publicar e dessa vez dentre tantas; estudar a possibilidade de fazer sexo no espaço. Imagem: Google



Tem muito esperma na Estação Espacial Internacional

Pela primeira vez (pelo menos oficialmente…), a NASA soltará esperma humano no espaço exterior.
A missão Micro-11, que chegou ao espaço a bordo de uma cápsula Dragon, lançada pelo foguete Falcon 9 da companhia SpaceX, equivale a um monte de contêineres de esperma humano e de touro congelados. A bordo da Estação Espacial Internacional, os cientistas vão descongelar todo esse esperma e estudá-lo para ver como o ambiente de baixa gravidade afeta sua capacidade de se mover e se preparar para se fundir com um óvulo.

Esperma e espaço

A NASA está enviando tanto espermatozoides de touros quanto de humanos porque as células dos touros são mais consistentes em atividade e aparência. Ao estudá-las juntamente com o esperma humano, os cientistas serão capazes de descobrir se algum comportamento estranho que estão vendo é resultado de algo incomum sobre uma determinada amostra ou dos efeitos da microgravidade. “Experiências anteriores com ouriços-do-mar e touros sugerem que a ativação do movimento acontece mais rapidamente na microgravidade, enquanto os passos que levam à fusão acontecem mais lentamente ou não acontecem. Atrasos ou problemas podem impedir a fertilização de acontecer no espaço”, explicou a NASA. Realizar esse experimento é o mais próximo que a agência espacial americana já chegou de reconhecer que, cedo ou tarde, o sexo no espaço quase certamente se tornará uma realidade.


Por que isso importa?

Talvez valha a pena notar que a atual tripulação de seis homens da Estação Espacial Internacional poderia fornecer um monte de esperma humano de forma mais barata do que enviá-lo daqui da Terra em um lançamento multimilionário, mas é compreensível que a NASA tenha seguido por esse caminho, se não por outro motivo, pelo fato de que não é razoável exigir esperma de seus funcionários, mesmo em um ambiente de trabalho sideral. Os espermatozoides eventualmente voltarão para solo terrestre, onde serão examinados por um laboratório da Universidade do Kansas, nos EUA. Lá, pesquisadores realizarão mais experiências nas amostras para ver como o tempo no espaço mudou o comportamento do esperma. Os resultados podem se revelar dados importantíssimos não somente para entendermos a capacidade de realmente vivermos no espaço ou em outros planetas e satélites um dia, mas também para compreender possíveis efeitos que podem já ter afetado astronautas que passaram algum tempo em órbita.




Considerações e Conclusões

Eu não acredito nisso... Mas como tem gente que acredita mesmo sem ver (pela fé); e isso não benéfico como crer nas Escrituras, tentarei mostrar a verdade mais uma vez sobre a NASA e suas falcatruas. Caramba, contêineres com esperma humano e de touros? É sério isso? E quando você ao menos pensa no tanto de homens que estão lá segundo eles, já bastaria para os testes; eles logo descartam essa possibilidade mostrando o "real" motivo de terem que lançar espermatozoides por foguetes: Muita grana! Claro que toda essa ladainha é conversa fiada mas o dinheiro não meu amigo! Esse é muito real e seria muito simples uma enorme lavagem de dinheiro por meio dessas falcatruas! Mas o "sexo no espaço" foi a melhor parte! Por isso nomeei o artigo com este título! E como trataram as meninas do canal Eu e Ela: "Estão gozando com a nossa cara?". E parece que é isso mesmo que estão fazendo! Depois da possível tecnologia para se comer cocô no espaço; em breve teremos filmes pornográficos espaciais? Meu Deus... Sempre te lembrando que isso tudo é uma baboseira só.

 Para os depravados de plantão que curtem aquele pornô tarde da noite; poderá contar com esse tipo de coisa no espaço daqui a algum tempo. Eu só não sei como farão para simular isso, mas nem me interessa. Eles estão ganhando dinheiro em cima dessas "estórias" e muito! Eu espero que alguém nesse mundo que seja sério e atrevido o bastante desbanque esses mercenários travestidos de astronautas e cientistas e desmascare logo toda essa merda. Quando os caras não tem mais assunto relevante para publicar e falar; eles perdem a noção de bom senso e publicam porcarias como esta. Se nem ao espaço podem chegar; quanto mais permanecer lá fazendo sexo em colônias, planetas ou satélites! Que viagem mental! O que achou dessa da NASA agora? Deixe seu comentário sincero; compartilhe com outros para que acordem e se inscreva para receber mais palhaçadas comentadas como esta.

"Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados." 2 Timóteo 3:13

Fontes:

Comentários