Terra Plana - O Sol é um Luminar Eletromagnético!

O Sol realmente é uma bola enorme de fogo queimando hidrogênio de forma que um dia ele possa se apagar e extinguir? Porque as Escrituras o chamam de luminar? Um dos poucos pontos tocados até agora aqui no Verdade Urgente é sobre o que seria o Sol realmente. A pseudo ciência tem suas informações não constatadas por pessoas comuns como eu e você e a Bíblia Sagrada não revela em momento algum que ele seja uma bola de fogo e pessoalmente não podemos constatar nada, senão sua luz, o calor que ele nos proporciona e suas manchas que realmente podem ser visualizadas com tecnologias modernas como as câmeras de super zoom. Mas o Sol parece esconder mais mistérios do que os que a NASA e os pseudo-cientistas ao longo da história nos tem ensinado. Grandes cientistas ao longo da história que foram ocultados da humanidade pelas mídias manipuladores de mentes, já se debruçaram sobre este corpo celeste e acabaram descobrindo coisas cabulosas e contraditórias aos ensinos do heliocentrismo. Um deles foi Nikola Tesla, já bem apresentado aqui e outro depois dele chamado de Eric Dollard. Antes de ler sobre suas pesquisas, recomendo que leia outros artigos também.

O Sol não funciona por fusão nuclear como alegam
O Sol realmente é como as Escrituras dizem: Um grande luminar. Semelhante a uma lâmpada elétrica! Imagem: Google


O Sol, astro rei do Heliocentrismo

Antes de mais nada, vamos ver resumidamente como os pseudo-cientistas nos dizem que o Sol é na cabeça deles. O Sol (do latim sol, solis) é a estrela central do Sistema Solar. Todos os outros corpos do Sistema Solar, como planetas, planetas anões, asteroides, cometas e poeira, bem como todos os satélites associados a estes corpos, giram ao seu redor. Responsável por 99,86% da massa do Sistema Solar, o Sol possui uma massa 332 900 vezes maior que a da Terra, e um volume 1 300 000 vezes maior que o do nosso planeta. A distância da Terra ao Sol é cerca de 150 milhões de quilômetros ou 1 unidade astronômica (UA). Esta distância varia com o ano de um mínimo de 147,1 milhões de quilômetros (0,9833 UA) no perélio (ou periélio) a um máximo de 152,1 milhões de quilômetros (1,017 UA) no afélio, em torno de 4 de julho. A luz solar demora aproximadamente 8 minutos e 18 segundos para chegar à Terra. 

A energia do Sol na forma de luz solar é armazenada em glicose por organismos vivos através da fotossíntese, processo do qual, direta ou indiretamente, dependem todos os seres vivos que habitam nosso planeta. A energia solar também é responsável pelos fenômenos meteorológicos e o clima na Terra. É composto primariamente de hidrogênio (74% de sua massa, ou 92% de seu volume) e hélio (24% da massa solar, 7% do volume solar), com traços de outros elementos, incluindo ferro, níquel, oxigênio, silício, enxofre, magnésio, néon, cálcio e crômio. 

Comentário: Depois de conhecer a ciência tão reveladora da Terra Plana eu fico me perguntando como eles sabem de todas estas informações se não podem chegar próximo ao Sol e propagam isso como se tivessem ido até lá e coletado uma amostra. Mas veremos neste artigo que o Sol não é nada do que nos ensinaram até aqui.





"A fusão nuclear é uma religião! Nosso sol é um luminar eletromagnético como Tesla disse" - Eric Dollard

Fusão nuclear [no Sol] é uma religião. É uma lei na qual o mundo precisa acreditar. É isso. O Sol seria uma bomba atômica, queimando no céu. Se você não acredita nisso, você deveria ir para a cadeia. O Sol é oco, vazio por dentro. O Sol é definitivamente oco, porque eu estudei o Sol por 4 anos a fio. O Sol é obviamente oco. As manchas solares são buracos que permitem ver dentro do Sol. (Mesmo?). É, é escuro dentro do Sol. O Sol é bem compreendido em física da radiação. Estudando seus buracos, sabe-se que ele não funciona por fusão - não se sabe como o Sol funciona. A fusão acontecia nos arcos, por causa da corrente de densidade. É onde a fusão do hidrogênio ocorre: É nos arcos, entre os flares (não dentro do Sol). O Sol NÃO É UM ELEMENTO DE FUSÃO NUCLEAR. O Sol é um conversor. É um conversor de outra dimensão para esta nossa dimensão. 

É óbvio. Se você não pode ver isso no espaço sideral, então a conversão não está completa até atingir a atmosfera da Terra ou outro objeto físico. Então converte tudo isso em luz eletromagnética. (Ele atinge a camada de ozônio?). Bem, a Terra é como um envelope [um invólucro]... É indefinido... Temos que ler Wilhelm Reich sobre isso que você falou; o motivo de como vemos as estrelas... (Sim, sim, sim... Então você diz que o Sol faz essa importante ponte entre energia e alguns eletrodos, esse processo...). Sim, por causa de sua voltagem, sua posição. (Você chamaria o Sol de uma espécie de lâmpada?). Sim, algum tipo de lâmpada gigante de Tesla. Ele está queimando nada. (Então o Sol é um INVERSOR ELÉTRICO ETÉREO?). O Sol converte força primária para força secundária. (E a conversão está completa quando atinge a atmosfera?). Sim. Quando a emissão do Sol interage com objetos físicos, então revela sua forma reduzida, ou o subproduto: Calor, luz e a atividade mecânica. 

Mas não começa com isso. Sua origem é indefinida, porque vem de, como as pessoas gostam de dizer, de outra dimensão ("contra-espaço"). Contra-espaço: Buracos do Sol oco. Há uma fotosfera no Sol que gera a luz; ela ora é contígua, ora não contígua; é algo que se move. Sim, é um tipo de arranjo com buracos incandescentes; escuro no meio, tipo um véu. E é de onde a iluminação do Sol se origina; deste véu. Não vem de dentro, não tem fusão nuclear, nada daquela tolice. E isso já é conhecido!!! Quando eu estudei tudo isso na Universidade de Sonoma, isso já era conhecido. Mas eles têm que continuar com essa imagem popular de que o Sol é uma bomba nuclear, queimando no céu. ("A cidade do susto"). Sim, tudo tem que estar ligado à destruição!! (Exato, queimando alguma coisa).  Eric Dollard




Considerações e Conclusão

Deus criou tudo como realmente criou e deixou todos os detalhes que nos revelou nas Escrituras e os demais, cientistas comprometidos com a verdade da criação, encontrariam como no caso de Nikola Tesla e Eric Dollar; dois dos maiores estudiosos de todos os tempos sobre o Sol e seu funcionamento e como viu não tem nada a ver com a bola de fogo destruidora que a NASA e seus cientistas desde o passado acreditavam. O Sol é um luminar semelhante a uma lâmpada elétrica grandiosa que interage com nossa atmosfera e assim produz calor e seu brilho como o vemos manifesto. Por seus raios visíveis em nossa atmosfera podemos por triangulação que ele não esta na distância que eles alegam e conferimos que todas as informações que nos passaram são falsas e mentirosas como a maioria delas são. Mas como comentou Eric Dollard, estranhamente eles prosseguem apregoando essas imagens falsas do Sol mesmo sabendo que há muito que se sabia que o Sol não era uma bola de fogo. Cretinos!

Realmente a intenção é esconder que as Escrituras estão certas em suas informações reveladas ao longo dos tempos e que Deus realmente criou esse luminar para nos dar luz e calor e o mesmo esta dentro de nossa atmosfera ou se revela nela como dito cientificamente. Esta sob o domo e não em um espaço infinito sendo de um tamanho absurdo como os pseudos cientistas pregam nas escolas. Deus seja louvado por toda verdade que prevalece contra a mentira dos homens e vira a mesa em pleno século 21, quando ateus inimigos de Deus tentam desclassificar a Palavra de Deus e lançar em descrédito suas verdades; mas aqui estamos mostrando ao mundo que a teologia nunca foi inimiga da ciência; mas ambas sempre se complementaram concluindo uma só revelação: DEUS EXISTE! O que achou das pesquisas de Eric Dollard e as mentiras da NASA? Deixe seu comentário sobre o assunto; assine as atualizações e compartilhe para que outras pessoas vejam o Sol com outros olhos daqui em diante. No demais...

Disse Deus: "Haja luzeiros na expansão do céu para iluminarem a terra e para fazerem diferença entre o dia e a noite. Eles servirão para dirigir as estações e para marcar os dias e anos". E foi assim. Deus fez dois enormes luzeiros para iluminarem a terra. O maior, que é o sol, para dirigir o dia, e o menor, que é a lua, é para dirigir a noite. Fez também as estrelas. Deus colocou os luzeiros na expansão do céu para iluminarem a terra e para fazerem separação entre a luz e a escuridão. E Deus ficou satisfeito. Tudo isso aconteceu no quarto dia.  Gênesis 1.14-19

Fontes: