Terra Plana - Prova 51 - Teodolito, Refletor e Heliostato

Usando mais uma vez de piedade imerecida, trago mais dois experimentos em uma só prova que Samuel B. Rowbotham realizou e pesquisou em solo firme e constatou por mais essas duas vezes que nosso mundo realmente é plano e não globular. No primeiro experimento ele usou de um teodolito e no segundo relatou uma experiência verídica a partir de refletores com lâmpadas potentes.

Se um bom teodolito for colocado no topo da Colina de Shooter, em kent, e nivelado, a linha de visão, ao ser direcionada para a Colina Hampstead, cortará a cruz da Catedral de São Paulo, e cairá sobre a Colina de Hampstead, a altitude da qual é a mesma da Colina de Shooter. A altitude de cada um desses pontos é de 412 pés (125,57mt) acima da marca d´água de Trindade, na ponte de Londres.



A distância da Colina de Shooter até a Catedral é de 7 milhas terrestres (11,265km), e da Catedral até a Colina de Hampstead, 5 milhas (8,046km). Se a terra fosse um globo a linha de visão do teodolito “nivelado” seria uma tangente, abaixo da Cruz de São Paulo seria de 32 pés (9,75mt), e da Colina de Hampstead 96 pés (29,26mt). O ponto mais alto da Colina de Hampstead é de 430 pés (131,06mt) que nós encontramos, ao fazer os cálculos apropriados, seria de 78 pés(23,77mt) abaixo do topo da Colina de Shooter, embora, de acordo com a Pesquisa Militar, e como pode ser provada por experimento, os três pontos estão na mesma linha reta, uma vez mais demonstrando que a Terra é plana.



Os diagramas, nas figuras 42 e 43, mostrarão a diferença entre a teoria da redondeza e os resultados da pesquisa real.



A, representa a Colina de Hampstead, C a Cruz de São Paulo, B, a Colina de Shotter e DD, a linha datum, a marca da maré alta em Trindade. Na figura 43, ABC e DD representam os mesmos pontos respectivamente.

Refletores no Desierto de Las Palmas

De acordo com os cálculos das operações trigonométricas na França, feitas por M. M. Biot e Arago, é afirmado que a luz de uma poderosa lâmpada, com bons refletores, foi colocada no topo de uma rocha, na Espanha, chamada Desierto de las Palmas, e foi vista distintamente de Camprey, na Ilha de Iviza. A elevação dos dois pontos era aproximadamente a mesma, e a distância entre elas de aproximadamente 100 milhas (160,934km). Se a terra fosse um globo, a luz na rocha na Espanha deveria estar mais de 6600 pés (2,011km), ou aproximadamente uma milha e um quarto abaixo da linha de visão.

“A distância entre alguns dos lados dos grandes triângulos (na pesquisa inglesa) está acima de 100 milhas (160,934km), e muitos meios foram empregados para fazer com que as estações fossem visíveis uma da outra em grandes distâncias. O oxi-hidrogênio, ou Luz de Drummond, foi empregado em alguns casos, mas um heliostato, por refletir os raios do sol na direção do observador distante, foi empregado com mais sucesso de maneira geral. O Tenente-Coronel Portlock, R.E. que observou a estação em Precelly, uma montanha em Gales do Sul, da estação em Kippure, uma montanha cerca de 10 milhas (16,093km) a sudoeste de Dublin – a distância entre as estações sendo de 108 milhas (173,809km) – diz: 'Por cinco semanas eu assisti em vão, quando, para minha alegria, o heliostato brilhou os primeiros raios do sol nascente, e continuou visível como uma estrela brilhante o dia todo'.” (5)





Muitas outras muito longas “visões” têm sido tomadas por pesquisadores de diferentes nações, o que sobre um globo de 25000 milhas (40.233,60km) de circunferência, teria sido completamente impossível, mas com os fatos demonstrados de que a terra é plana, são práticos e consistentes.

Considerações e Conclusões

Contra fatos não há argumentos. Embora os globolóides mais fanáticos e chatos persistam em repetir e repetir suas teorias e ilusões de ótica alegando verem e saberem que existe curvatura, estão tremendamente enganados, iludidos e nenhum experimento sério corrobora essa fantasia. Os termos são fortes porque o sono é forte entre muitos deles. Samuel Rowbotham pegou firme contra essa ditadura do desconhecimento e mostrou a todos que realmente as coisas nunca foram como eles passaram a crer que eram. O mundo foi criado por Deus da forma como foi criado e embora tentem nos ocultar isso, a própria criação fala por si mesma. Deixe sua opinião sobre mais esses experimentos irrefutáveis e compartilhe com outras pessoas este conhecimento. Se inscreva gratuitamente para receber mais novidades e também conheça nosso canal de mesmo nome no YouTube.

Fontes: 
Astronomia Zetética - A terra não é um globo (Páginas 68 à 70)
5. Handbook to the Official Catalogue of the Great Exhibition of 1851. (Livro de mão do Catálogo official da Grande Exibição de 1851)



Comentários