Postagens

Mostrando postagens de Março, 2020

Terra Plana - Prova 91 - Samuel B. Rowbotham vs Alfred Wallace Russel

Imagem
Samuel Birley Rowbotham comprovou que a terra é plana desde seu tempo e de modo bem elucidativo, claro, científico e com base em lógica, experimentos, testemunhos e dados reais de terceiros; como no caso do teodolito onde ele deixou bem claro que a suposta tangente do teodolito e o horizonte tangencial não passava de um erro de interpretação no uso do instrumento somada aos delírios mentais dos que acreditavam que a terra era um globo. Infelizmente a partir de tais informações e constatações, alguns metidos a cientistas insistiram em prolongar as mentiras, passando vergonha e desconfiança para quem de fato ouvia e observavam suas elucidações e demonstrações hipotéticas. Nesse tempo aconteceu a tão divulgada história distorcida e manipulada de que Samuel Birley Rowbotham foi desmentido e num experimento mostrada a curvatura. Na verdade ele demonstrou através de explicações sensatas e experimentos que o teodolito por colimação ou efeito de refração mostrava uma leve mudança na linha do

Terra Plana - Prova 90 - Horizonte Tangencial

Imagem
Samuel Birley Rowbotham, além de ter enfrentado os globolóides de seu tempo em suas hipóteses, também os confrontou cara a cara realizando experimentos e demonstrando que estavam errados em suas conclusões concernente a instrumentos como o teodolito; que muitos criam estar vendo pelo telescópio dele sinais da curvatura da terra. E os ditos cientistas daquele tempo, não conformados com a derrota nos argumentos, loucamente decidiram partir para o desafio e claramente trapacearam e descaradamente saíram como pombos cagões cantando vitória como acontece ainda hoje em nossos dias, mas contaremos essa história em detalhes em outro artigo. Mais uma vez ele debulha os problemas no uso do teodolito e conta a sacanagem que eles aprontaram em um desafio realizado no Rio Old Bedford. Mas antes de continuar lendo este artigo, recomendo que leia outros também: Teodolito / Curvatura / Terra Plana Antigo teodolito primorosamente executado em bronze, final do Século XIX / virada do Século XX,

Terra Plana - Prova 89 - A tangente do Teodolito

Imagem
Vamos falar um pouco mais sobre teodolito? Visto que alguns globolóides gostam muito de dizer que este instrumento comprova que existe uma curvatura no mundo; falaremos o quanto seja necessário sobre esta ferramenta. Dessa vez eles alegavam que a tangente do teodolito em seu alcance de observação seria o limite do plano dentro da curvatura que todos poderiam ver e que seria constatado nas observações com o teodolito. Mas Samuel Birley Rowbotham confrontou essa alucinação e demonstrou que estavam errados mais uma vez. Antes de continuar com esta leitura eu recomendo alguns temas e artigos que podem complementar seus conhecimentos sobre Terra Plana: Terra Plana / Curvatura / Teodolito Se um nível ou um teodolito for "nivelado", e um ponto determinado for lido em um bastão fixado à distância de digamos 100 cadeias (2.011,70 km) , esse ponto terá uma altitude em um suave excesso da altitude do cruzamento do teodolito, e se o teodolito for movido para a posição do bast

Terra Plana - Prova 88 - O Excesso Esférico

Imagem
O que mais os defensores da hipótese globular possuem além de maquetes e animações são dados duvidosos, matemática especulativa e interpretações errôneas de instrumentos como o telescópio e e o teodolito. Como prova da redondeza da terra, muitos têm confiado no que chamamos de excesso esférico, que é observado em observações trigonométricas em larga escala. Antes de continuar lendo este artigo eu recomendo que você leia alguns que seriam interessantes para complementar seus conhecimentos: Terra Plana / Curvatura  / Blue Marble Segundo os defensores da bola molhada contraditória, tais desenhos e cálculos são suficientes para que sua esfera seja tida como realidade. Imagem: Astro "Os ângulos tomados na superfície da terra pelo teodolito entre três pontos quaisquer na superfície da terra são, estritamente falando, ângulos esféricos, e sua soma precisa exceder aos 180º. E as linhas ao redor deles não são cordas como deveriam ser, mas tangentes à terra. Esse excesso é impe

Terra Plana - Prova 87 - Graus de Longitude

Imagem
Outro argumento para a forma globular da terra é o seguinte: Os graus de longitude, ao se distanciarem do norte, gradualmente aumentam em extensão enquanto se aproximam do equador. Além dos quais eles também convergem, e gradualmente diminuem em extensão em direção ao sul. Respondendo a isso, que nenhuma medida atual, seja reta, ou trigonométrica de um grau de longitude já foi feita do sul do equador, portanto, não há evidência geodésica existente de que os graus sejam maiores ou menores. O que se segue é o real estado da questão: se a terra é um globo, é evidente que os graus de longitude são menores em ambos os lados do equador sobre o globo. Se os graus de longitude são menores além, ao sul do equador, do que acima do equador, então é igualmente certo que a terra é um globo. E a única forma de decidir o assunto, e colocar o assunto acima de qualquer dúvida, é fazer uma medida real da distância ao sul do equador, em ângulos retos de um meridiano, sem varetas ou correntes que se expa

Terra Plana - Prova 86 - Esfericidade Inevitável da Semi-Fluidez

Imagem
Desde os tempos de Samuel Birley Rowbotham os camaradas que defendem a hipótese de uma terra globular tentam usar dos mesmos argumentos falaciosos e teimando arrogantemente como se isso fosse tornar essas mentiras em verdades. Um deles é o famoso argumento de que se as gostas de água naturalmente possuem a tendência de se agruparem formando em sua maioria gotas esféricas; isso comprovaria que nosso mundo também seria como uma enorme gota de água viajando pelo espaço! Mas a realidade não é bem assim e a ciência genuína sempre se manisfesta para desmentir falácias como essa desde muito tempo na história da humanidade. Antes de prosseguir com mais esse maravilhoso artigo destruidor de fantasias, recomendo que leia alguns artigos essenciais: Terra Plana / Curvatura / Samuel Birley Rowbotham Segundo os globoloides as gostas de chuva e outros elementos da natureza que sejam líquidos comprovam a teoria da gravidade e da terra globular. Imagem: Você fez a diferença É imaginado po

Terra Plana - Prova 85 - Arcos do Meridiano

Imagem
Uma das estratégias em todos os tempos utilizada pelos defensores de uma terra esférica é de que a geodésia confirma que a terra seja de fato um globo ou esferoide oblato ou oblongo (vai da crença deles); mas outra vez com excelência, Samuel B. Rowbotham trabalhando firme em pesquisas e levantamento de dados, consegue informações mais que suficientes para refutar essas mentiras e delírios que ainda hoje enchem a boca dos desinformados preguiçosos que defendem essa crença infundada. Como temos mostrado aqui, muitos dos argumentos deles não mudaram ao longo dos anos e tal como uma praga difícil de eliminar essa pseudociência tem sido difundida até em nossos dias alienando pessoas de seus próprios sentidos! E neste artigo Samuel B. Rowbotham mostra como desesperados após a destruição do argumento com os pêndulos eles tentaram se utilizar inapropriadamente da matemática para fazer valer suas crenças. Antes de prosseguir recomendo algumas leituras complementares e essenciais: Terra Plana

Terra Plana - Prova 84 - Vibrações de Pêndulo

Imagem
Em mais essa brilhante refutação de Samuel B. Rowbotham contra o globo terrestre imaginário; ele trata de modo brilhante da questão do pêndulo que era mais uma instrumento que os pobres globolóides criam comprovar suas convicções e que na verdade tudo não passava de delírio e má interpretação como sempre. Lembrando que os pêndulos aqui citados nada têm a ver com o famoso Pêndulo de Focault também citado pelos globolóides e que já foi refutado por terraplanistas. Antes de prosseguir eu recomendo como sempre, algumas leituras básicas para enriquecer seus conhecimentos: Samuel B. Rowbotham / Terra Plana / Movimentos da Terra Pêndulos eram interpretados como prova do formato esferoide da terra. Imagem: Google Muitos entram em discussões por que um pêndulo vibra mais rapidamente na região norte do que “ao equador, a terra é comprovadamente não apenas um globo, mas em um movimento axial, e devido à variação da velocidade se dá pela aproximação do polo norte. Conclui-se com isso