Terra Plana - Voo Santiago x Sidney da Qantas Esclarecido

Aqui estamos nós mais uma vez com esse tema dos voos na Terra Plana. Infelizmente existem sempre mais pessoas novas topando com a novidade da Terra Plana e obviamente que eles saem, em muitos casos, pesquisando aleatoriamente por respostas e nessa jornada encontram explicações e aparentes respostas contrárias a essas explicações e isso causa dúvida nas pessoas. Algumas por já terem um preconceito formado a respeito das informações concernentes a Terra Plana; já desistem logo no início das pesquisas ou ficam fazendo perguntas que já foram resolvidas e isso irrita qualquer terra planista sério de plantão; pois é um saco ficar respondendo o que já foi respondido e cansei de fazer isso aqui no Verdade Urgente; mas como estou aqui para isso; encontrei um excelente vídeo do canal Além da Nuvem tratando mais uma vez este assunto sobre o voo de Santiago a Sidney, na Austrália; que muitos globalistas ainda insistem em afirmar que refuta a Terra Plana. Mas eu mesmo já publiquei um artigo aqui falando sobre os voos numa Terra Plana por exemplo; mas eles insistem em dizer que os voos com suas rotas e tempo de percurso refutam as rotas na Terra Plana. Sério isso? Vamos rever então se esse voo da Qantas é uma refutação à Terra Plana? Antes ler essa resposta, recomendo que assista o vídeo pobre do canal Sistemático para entender o contexto desse embate.

Voo da Qatnas
Segundo a empresa Qantas, eles teoricamente nos mostram que voamos sobre um globo. Imagem: Wikipedia
Caso ainda tenha ficado confuso, vou resumir e simplificar. Os globalistas acreditam em todo sistema de bordo do avião no que diz respeito as informações que aparentemente apontam para um voo sobre uma Terra esférica e confiando nisso, acham impossível esses voos com seu tempo de rota no mapa plano da Terra. Já nós terra planistas; acreditamos que o sistema corrompido mundial, esconde essas informações dos passageiros e compensam os voos através das velocidades dos aviões que voam mais rápido que indicam nos equipamentos.

Alguns Cálculos dentro da Realidade

Basicamente existem muitas variações nos vôos nas mais diversas rotas; entre aviões usados e isso muitas pessoas desconhecem. Inclusive existem vôos que chegam a atingir 1069 km/h, inclusive nessa rota que vai de Santiago a Sidney! Cuja a velocidade média para fazer os 11.344 km em 14 horas e 10 minutos seria de 800,75 km/h. No entanto, o voo de São Paulo à Dubai que dura 13 horas e 50 minutos, percorrendo 12.226 quilômetros, voa a 879,56 km/h, numa velocidade de 80 km a menos que na outra rota. O mais impressionante é que existe um voo realizado a bordo do Boeing 787-9 entre Canadá e Zurique que trafega a 1.167 km/h! Mas não para por aí não caro leitor! Um outro voo da AirLines chega a voar a 1.230 km/h! Outro avião da JetBlue AirWays chega a atingir 1.252 km/h! Mais um? Os aviões da Egypt Air voam a 1.293 km/h e 1.339 km/h (Cargo) e ambos de passageiros. Leve em conta que no sul da Terra a pressão é menor e isso é constatado no gráfico online da VentuSky; e isso permite que os aviões voem ainda mais rápido. Então, porque o avião da Qantas voa nessas regiões em câmera lenta a 800 km/h? Você poderia me explicar essa contradição?

Com base nesses dados e números de velocidades de voos existentes, porque os globalistas resistem em acreditar que seja possível esses voos acontecerem numa Terra Plana? Com apenas algumas informações reais de voos dos mais potentes e dados como da pressão na zona que voam, já concluiremos que a realidade é outra da que nos mostram e querem transmitir. Não voamos sobre uma esfera mas sobre um enorme disco plano! Se esses voos com suas velocidades são poucos para convencer; talvez outros aviões como o Tupolev, avião comercial russo que voa a 2.200 km/h em velocidade de cruzeiro te convença. Conhece o Concorde? Ele voa a 2.158 km/h no mesmo esquema de cruzeiro! Se esse aviões voassem a meros 1.400 ou 1.500 km/h já seriam suficientes para perfazer os aproximados 20.000 km que seria a distância entre Santiago e Sidney na Terra Plana nessas mesmas 14 horas de voo; desde que o avião voasse mais rápido. Já que os globalistas amam viver de cálculos e números; vamos fazer alguns cálculos básicos?

1.420 km/h x 14h10m = 20.107 km percorridos!

 Boeing 787-9
Entre Canadá e Zurique o Boeing 787-9 que trafega a 1.167 km/h!

Alguma objeção? Caso ainda ache inadmissível esses cálculos serem possíveis; vamos a mais alguns fatos desconsiderados com bases em informações verificáveis. Segundo o jornal Correio Braziliense, o voo entre Santiago e Sidney começou a operar em 26 de Março de 2012; e o Boeig 747-400 que é utilizado nessa rota, opera desde 9 de Fevereiro de 1989. Vale lembrar que esse avião funciona com 4 motores de propulsão a jato e na Wikipedia encontramos algumas informações interessantes. Em desenvolvimentos adicionais encontramos uma citação da Qantas que passou a utilizar um outro tipo de óleo extraído da planta de jatrofa numa mistura de 50% deste com 50% de combustível convencional para proporcionar ainda mais velocidade. Outro detalhe importante com respeito ao Boeing 747-400 é que sua produção cessou oficialmente em 15 de Março de 2007. Cinco anos antes da Qantas começar esse voo na rota Santiago Sidney com esse avião. Depois eles se equiparam e começaram a usar o Boeing 787, inclusive adquirindo o 787-9; aquele que voa a 1.167km/h. Coincidência?

Outra observação importante é que todo sistema de GPS é baseado em trigonometria ou geometria esférica, ou seja ele mede a distância baseada no deslocamento através de uma esfera com as medidas programadas. No caso as medidas do suposto mundo esférico. Claro que se percorrermos a distância real numa Terra Plana, esse equipamento sempre nos fará entender que estamos perfazendo todo trajeto numa terra esférica. O mesmo pode acontecer com as velocidades informadas, já que não podemos conferir isso na prática durante o voo, senão por esses equipamentos. Sendo assim, estaríamos voando numa Terra Plana, numa rota maior e em maior velocidade do que esta sendo indicado nos painéis dos aviões. Claro que é típico dos globalistas acreditarem que o que é mostrado que é real e isso não pode ser falsificado e que estaríamos malucos e conspirando contra a realidade. Mas como sempre é mostrado aqui sobre os atores da NASA; basta pilotos inocentes ou por dentro do esquema que queiram ajudar por um bom salário e tudo fica assim; como se fosse como nos mostram.

Sobre o CEO da Qantas - Alan Joyce

Alan Joyce, CEO da empresa de aviação Qantas
Empresário reconhecido e honrado pelo sistema; ele é completamente a favor do homossexualismo. Imagem: Star Observer

E já que a Qantas possui apenas 4 voos semanais isso é moleza de se manter por meio de um piloto e um co-piloto. Mas para complicar ainda mais, analisaremos a diretoria da Qantas para saber se estão acima de quaisquer suspeitas. Acho que essa é a melhor parte da pesquisa e resposta para os mais crentes no sistema. O CEO ou diretor presidente da Qantas desde 2008, chama-se Alan Joyce que é formado em Ciências Aplicadas, Física e Matemática e possui mestrado em Ciências de Gestão. E adivinhem de onde ele é membro? ROYAL AERONAUTICAL SOCIETY! A mesma sociedade que os alquimistas ícones da ciência fizeram parte; como Isaac Newton e outros. Essa sociedade tem vínculo com a Maçonaria que faz parte da coroa britânica. Sendo que a Royal Aeoronautical Society não é nada mais que o "braço" para assuntos aeroespaciais da Royal Society. Não se preocupe que ainda chegaremos a estudos mais detalhados sobre essas sociedades. Em 9 de Maio de 2017, Alan Joyce estava fazendo um discurso em um evento na Austrália pró união homo afetiva, quando levou uma torta na cara de um conservador na frente de todos. Além disso, ele ainda é casado com outro homem e ambos moram juntos. Suspeito não? Que currículo...

O Jornal The Australian, um dos mais importantes jornais da Austrália, nomeou Alan Joyce como líder empresarial mais influente em 2011; e sabemos que a Irlanda faz parte do Reino Unido; a Austrália foi colonizada pela Inglaterra e existe uma relação com a coroa britânica. Por isso também, Alan Joyce foi nomeado "companheiro da ordem da Austrália"; a mais alta honra civil da Austrália na lista de honras da rainha e esta honra foi concedida por um serviço iminente ao setor de transporte de aviação. Mas o que será que ele teria feito de tão importante? Talvez o voo que dificultasse a inteligencia lógica dos terraplanistas? Ele também prestou algum serviço para desenvolvimento dos setores de turismo nacional e internacional; apoia a igualdade de gênero, inclusão e diversidade. Esse é o perfil básico do CEO da Qantas, que tem os voos mais suspeitos de nosso ponto de vista. Essas honrarias sempre fazem parte dessa cúpula de pessoas envolvidas com tais sociedades e ostentam tantos conhecimentos. Essas mesmas ilustres pessoas que criaram o sistema heliocêntrico com planetas com nomes do panteão de deuses dos antigos campeões: Vênus, Saturno, Júpiter, etc.

Símbolos dos deuses da semana
Em tudo existe um significado e um segredo a ser desvendado nesse mundo. Imagem: Teoloucos
Obs: Para ver a maioria das informações contidas neste artigo e os prints com as provas referentes aos voos e suas velocidades, basta assistir ao vídeo citado nas fontes.

Considerações 

Com tantas informações as claras sobre os voos e suas velocidades; tantas falcatruas advindas de nomes grandes como a NASA, ESA e outras empresas que estão direta ou indiretamente envolvidas com sociedades secretas e manipuladoras e com um diretor presidente sob suspeita com esse currículo; o que podemos esperar nos resultados finais desses voos? Mas é claro que no final os globalistas escolhem crer no sistema; mesmo ignorando que eles não podem comprovar que os voos realmente estejam acontecendo sobre um globo. E como mostrado aqui; realmente é possível sim que esses voos estejam acontecendo em uma Terra Plana e você sendo enganado o tempo todo. Agora se quer continuar acreditando que isso é de fato loucura e os voos são numa esfera e esta é uma grande prova contra a verdade; continue se iludindo... Conteste as informações então e os demais; sintam-se a vontade para complementar e compartilhar esta publicação com outras pessoas. Se inscreva para receber novas atualizações também.

"Pois nada há de oculto que não venha a ser revelado, e nada em segredo que não seja trazido à luz do dia. Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça!” Marcos 4.22,23

Fontes:

You Tube - Além da Núvem
Google Search
Wikipedia
Correio Braziliense
Toda Matéria
The Telegraph