Terra Plana - NASA Detectou Ondas Gravitacionais?

Falando se mais uma vez em gravidade. Já publiquei aqui alguns artigos tratando do tema e que mesmo cientistas renomados desde Nikola Tesla atestam que não existe esse efeito mágico de gravidade que enfiaram em nossas cabeças. Gravidade foi o maior pretexto que criaram até aqui pra se justificar da pior forma possível uma bola cheia de água em sua maior estrutura, girando a uma velocidade absurda por um espaço infinito sem que tudo seja lançado por esse espaço. Mas quando qualquer ser que compreenda toda falácia fantasiosa do heliocentrismo, já nota incongruências gritantes e sem sentido nesse esquema estranho de mundo. O mais engraçado é que embasados em hipóteses e achismos eles seguem numa procura sensacionalista sem sucesso para tentar corroborar suas ilusões como sendo fatos comprovados e sabemos cada vez mais que não são! E como sempre gosto de comentar estas notícias e textos cômicos aqui; encontrei e trago até vocês essa matéria publicada na Revista Galileu onde supostamente alguém conseguiu detectar ondas gravitacionais. Será que isso procede? Vamos conferir? Ante recomendo que conheça alguns artigos:



Imagem de supostos buracos negros
Será mesmo que o tal LIGO conseguiu detectar ondas gravitacionais? Imagem: Hypescience


Astrônomos fazem melhor detecção de ondas gravitacionais até agora

Pela primeira vez na história, astrônomos anunciaram a detecção de ondas gravitacionais usando não apenas dois, mas três detectores — o que torna os dados muito mais precisos. As novas ondas gravitacionais foram formadas pela colisão de dois buracos negros localizados a 1,8 bilhão de anos-luz da Via-Láctea. Com cerca de 25 e 31 vezes a massa do Sol, ao se fundirem, os corpos formaram um novo buraco negro com cerca de 53 vezes a massa do nosso astro. Dessa vez, além dos detectores do Observatório de Ondas Gravitacionais por Interferômetro Laser (LIGO, em inglês), que ficam nos estados americanos de Louisiana e Washington, os cientistas contaram com dados do detector italiano Virgo. Até hoje, os cientistas haviam conseguido fazer três detecções de ondas gravitacionais. Todas vindas da fusão de buracos negros. Duas das detecções foram feitas através do LIGO; e uma, do Virgo.


Einstein cada vez mais certo 

As ondas gravitacionais foram previstas há cerca de um século, por Albert Einstein. De acordo com o físico, qualquer evento cósmico com força o suficiente para causar uma perturbação no espaço-tempo pode produzir ondulações gravitacionais que se propagam pelo espaço — como quando você joga uma pedrinha no lago. A nova detecção marcou ainda a primeira vez que os astrônomos conseguiram medir a forma como as ondas distorcem o espaço-tempo. É como se, antes, só pudéssemos fazer observações através de imagens planas. Isso impedia os cientistas de confirmarem outra previsão de Einstein: o formato do caminho pelo qual as ondas viajam — que seriam através de duas polarizações.

Como os braços do Virgo estão em ângulos diferentes dos do Ligo, as informações combinadas são muito mais detalhadas. "Quando você vê coisas a partir de ângulos diferentes, é possível enxergar formas em 3D", explicou o cientista Andreas Freise, da Universidade de Birmingham, ao The Guardian. Apesar de terem feito uma única detecção, os dados preliminares sugerem que as previsões que Einstein fez sobre como o espaço-tempo se espalha estão certas.



Brasil na descoberta

Dois grupos de pesquisadores brasileiros participam oficialmente da Colaboração Científica LIGO. Um deles é da Divisão de Astrofísica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos, em São Paulo, e conta com a participação do Prof. Dr. Odylio Denys Aguiar, Dr. César Augusto Costa, Dr. Márcio Constâncio Jr, Me. Elvis Camilo Ferreira, Allan Douglas dos Santos Silva e Marcos André Okada. A equipe do INPE aperfeiçoa a instrumentação de isolamento vibracional e térmica do LIGO, na sua futura operação com espelho resfriados, cujo objetivo é aumentar a sensibilidade dos detectores a fim de observar mais fontes de ondas gravitacionais. O grupo também trabalha na caracterização dos detectores, tentando determinar as fontes de ruído e minimizando seus efeitos nos dados coletados, permitindo que os sinais das ondas fortes sejam mais fáceis de localizar.



O segundo grupo brasileiro é do Instituto Internacional de Física, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em Natal, no Rio Grande do Norte. Liderados pelo Prof. Dr. Riccardo Sturani, os cientistas fazem a modelagem e a análise de dados na busca de sinais emitidos pelos sistemas de objetos astrofísicos em coalescência, dos tipos detectados pelo LIGO.

Considerações e Conclusões

Convencido das supostas ondas gravitacionais detectadas? Eu não... O que temos aqui? Cientistas como autoridades no assunto para invocar bastante fé; um equipamento feito as custas de bilhões que não servem realmente para nada porque não existem ondas gravitacionais, mas sim eletromagnéticas e já se tem notado que esses "meninos espertinhos" estão tentando aproveitar a leiguice do povo para fazer uma atualização de gravidade, para eletro magnetismo. Sim; já vi globalista confundir as bolas e passar vergonha trocando os termos pela essência! O que sempre me faz dar risada são os dados fictícios desde Einstein! Buracos negros se unindo que estão a  1,8 bilhão de anos-luz da Via-Láctea?! Quem pode ver isso minha gente? Você? Eu? O que temos é muita conversa criativa e imagens forjadas e forçadas! Podem nos provar isso que estão afirmando? Vão usar o que? Os efeitos de ondas eletro magnéticas para justificar a existência da gravidade? Não... Parem com isso... Pura ficção científica tudo isso!

Afinal, se a gravidade existisse tanto quanto pregam e acreditam, seria muito fácil se verificar isso com tanta tecnologia! Mas o gravidade trabalhosa de encontrar meu Deus! O pior é ver nosso Brasil cada vez mais envolvido nessa merda de circo científico. Esta rolando o que? Muita grana ou todos estão envolvidos por mera ignorância acerca de todo esse engodo? Não é engodo? Então me prove as tais onda gravitacionais; os buracos negros e tudo mais. Aguardando... E você caro leitor ou leitora; acreditou nessas informações? Isso é ciência empírica? Podemos confiar em quaisquer dados baseados em meras conjecturas? Use os comentários para expressar o que acha dessas "fabulosas descobertas" baseadas em milhões e até bilhões de dólares e comente sobre suas convicções a respeito. Compartilhe com outras pessoas e assine as atualizações para receber os novos artigos!

Fontes: 
Galileu - Astrônomos fazem melhor detecção de ondas gravitacionais até agora
The Guardian - New gravitational wave detection shows shape of ripples from black hole collision