Terra Circular Plana - A Ousada Missão da NASA ao Sol

O que seria o sol realmente? Como os cientistas da pseudociência definem esse corpo celeste atualmente? O Sol (do latim sol, solis) é a estrela central do Sistema Solar. Todos os outros corpos do Sistema Solar, como planetas, planetas anões, asteroides, cometas e poeira, bem como todos os satélites associados a estes corpos, giram ao seu redor. É composto primariamente de hidrogênio (74% de sua massa, ou 92% de seu volume) e hélio (24% da massa solar, 7% do volume solar), com traços de outros elementos, incluindo ferro, níquel, oxigênio, silício, enxofre, magnésio, néon, cálcio e crômio. A Energia do Sol na forma de luz solar é armazenada em glicose por organismos vivos através da fotossíntese, processo do qual, direta ou indiretamente, dependem todos os seres vivos que habitam nosso planeta. A energia solar também é responsável pelos fenômenos meteorológicos e o clima na Terra. Com estas e muitas outras informações que não podemos conferir cientificamente eles alegam que seja o sol e seu funcionamento; mas eles acham que tem mais por descobrir, então vão lançar uma sonda que orbitará o sol! Mais sobre o sol?

Montagem ilustrando a sonda orbitando o sol
E tudo que eles nos mostram no final são textos enormes; informações não verificáveis e animações. Imagem: Sputnik News


No dia 11 de agosto, será lançada do Cabo Canaveral a sonda Parker, que irá orbitar o Sol e analisar sua atmosfera, chegando muito perto da estrela que ilumina nosso planeta. A NASA anunciou a missão em maio de 2017, prevendo inicialmente o seu lançamento para o dia 31 de julho de 2018. Segundo Jim Garvin, cientista chefe do Centro de Voos Espaciais Goddard, da NASA, a missão tem como objetivo entender como o Sol funciona, como sua presença afeta nosso planeta e quais são as características de sua atmosfera. A sonda será carregada por um foguete Delta IV heavy, que a lançará em direção ao centro do nosso Sistema Solar com velocidades de quase 700 mil km/h. A gravidade de Vênus vai ajudar no processo desacelerando a sonda, que orbitará o planeta gasoso sete vezes enquanto estuda sua atmosfera, antes de seguir a viagem até o Sol.

Mistérios solares

Muitas perguntas podem ser respondidas com a missão da sonda Parker. Entre eles, há a preocupação com as explosões de partículas de alta energia que podem causar danos às nossas redes elétricas, fenômeno que preocupa o Congresso estadunidense e deve receber respostas após a análise da sonda. Outra pergunta que a sonda Parker pode responder é por que o plasma que envolve o Sol, conhecido como corona, alcança temperaturas mais elevadas que a própria estrela. Embora a Parker não vá voar através da corona solar devido às elevadas temperaturas lá registradas, ela contornará regiões externas próximas do calor e colherá informações. Ainda segundo Gavin, a missão pode trazer dados sobre o funcionamento do Sol que os cientistas sequer imaginam hoje.


A Sonda Parker

Construir uma sonda para chegar perto do Sol não é uma tarefa fácil. Os principais desafios são relacionados às variações de calor, chegando aos 1.370ºC quando próxima à corona solar e precisando, também, tolerar as baixíssimas temperaturas quando estiver viajando pelo espaço. Para conseguir essa proeza, os cientistas prepararam um escudo composto de carbono de 4,5 cm de espessura para a proteção da sonda, que manterá os seus instrumentos constantemente a 30ºC. Além disso, uma tinta cerâmica foi aplicada à face externa da blindagem para ajudar na reflexão do calor.

Como essa é a primeira sonda que entrará em contato com a atmosfera do Sol, a emoção corre solta. Tendo isso em mente, o projeto da NASA recebeu, até o dia 27 de abril, inscrições de todos aqueles que gostariam de ter seus nomes enviados à grande estrela do nosso sistema solar. Os nomes cadastrados constarão em um cartão de memória que será enviado juntamente com a Parker, e os participantes ainda receberam um cartão comemorativo bem legal, como esse que a nossa editora Patrícia Gnipper ostenta! 

Considerações e Conclusões 

Vamos por partes... Com todas as informações controversas na Wikipedia e em todos os sites científicos ramificados da NASA e seus comparsas eu achei que já tinham um sol bem definido por suas especulações, medidas e cálculos; mas ao que tudo indica eles querem mais não é mesmo? Eu quero saber o que farão com os conhecimentos de Nikola Tesla e Eric Dollard que estão sendo transformados em ciência prática como o enorme e crescente mercado de energia solar que vem revelando que nosso sol não é nada do que eles tem alegado até aqui. Será que essas descobertas no campo da fantasia e ficção científica sofrerão uma metamorfose com os anos para chegar ao sol luminar elétrico revelado pelas Escrituras e por cientistas de verdade? Não sei, mas de cara eu esculacho essa manobra de sonda orbitando o sol para estudos com uma tecnologia a prova do calor incrível inventado por eles e tiro o maior sarro irreverente ainda na questão dos nomes enviados na sonda!

Insistindo que o sol seja uma estrela, eles alegam querer entender como o sol funciona e como afeta a Terra? Mas já não sabem? Por anos achei que já sabiam! Atribuir atmosfera ao sol foi incrível... E eu achando que já sabiam com era sua "atmosfera"... O resumo da viagem da tal sonda a 700 mil km/h foi empolgante não acha? Uau! Eu fiquei imaginando o poder e resistência dessa sonda na vida real diante de tal velocidade e temperatura... Agora me explica como um sol praticamente funcionando a partir de um resultado final em fogo pode afetar nossas redes elétricas? Ele não deveria ser elétrico também? Os raios são e causam danos elétricos! Se explica NASA... Essas temperaturas atribuídas a toda estrutura do sol está errada companheiros! Segundo cientistas de verdade ele é frio! Sua interação com nossa atmosfera que gera o calor e luz! Mas quem sabe nessa estranha admissão de necessidade de conhecer mais, vocês não admitam a verdade e parem de falsidade. Mas a melhor parte fica para os nomes enviados para passear em torno do sol fictício da NASA. Meu Deus... E aí? Já enviou o seu? O tempo acabou... Mas você pode opinar sobre essa missão maluca da NASA.

"A fusão nuclear é uma religião! Nosso sol é um luminar eletromagnético como Tesla disse!" - Eric Dollard

Fonte: 
Wikipedia - Sol
Gizmodo - NASA's Sun Probe Set to Launch Next Week on Its Journey to Hell


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Respostas contra 12 argumentos dos ateus

Onde estão os manuscritos originais do Novo Testamento?

Terra Circular Plana - Salmos 19.1 - O Firmamento de Deus (Domo)