A Bíblia é realmente um livro divino de confiança?

Geralmente eu costumo responder comentários extensos e numéricos nos comentários mesmo; mas como tem muitas questões que recebi concernente as Escrituras de um leitor do blog; resolvi publicar um artigo específico para sanar todas as questões levantadas. São questões muito conhecidas do meio ateísta e apesar do meu amigo não se identificar como tal; elas já foram respondidas e estarei respondendo aqui também. Lamentavelmente ele reconhece que não se aprofundou muito nestes assuntos sobre as Escrituras e sua divina inspiração e como se formou sua coleção atual, usada principalmente pela maioria dos cristãos pelo mundo. Ele crê que Jesus foi apenas um grande ensinador que revolucionou seu tempo com o conhecimento que dispunha no seu tempo e era para as pessoas da época. Questiona a legitimidade da inspiração dada aos homens de Deus e expressa sua dificuldade em compreender as Sagradas Escrituras. Antes de responder a sua lista de perguntas; quero antes esclarecer que não se pode compreender as Escrituras essencialmente com mera leitura e examinação. A Bíblia é a verdade de Deus revelada aos homens que abraçam pela fé; ela como tal. Se você não acredita sequer que ela tenha sua porção divina; perde seu tempo tentando a decifrar sem fé e sem o Autor ao seu lado: DEUS.

Fragmentos de pergaminho mais antigos que existem
Existem muitos outros pergaminhos e fragmentos que comprovam a eficiência dos copistas. Imagens: Profesor Juanra


E sim; as Escrituras tem sua porção humana como tudo nesse dia a dia o tem! Humanos são a criação áurea de Deus! São alvos do seu amor! Mensageiros de Suas palavras! Recipientes de sua glória e motivo de toda existência física! O mundo foi feito para nós! Os anjos nos servem! Cristo se deu por nós e morreu em nosso lugar para nos reconciliar com o Pai! Como não usaria deles para transmitir sua mensagem? Como poderia usar lesmas? Carrapatos? Vegetais? Pedras? Embora já tenha usado uma mula para advertir um profeta; Ele sempre usou seres humanos para transmitir suas verdades orais ou escritas como a Bíblia! "Vendo, pois, a jumenta, o anjo do Senhor, encostou-se contra a parede, e apertou contra a parede o pé de Balaão; por isso tornou a espancá-la. Então o anjo do Senhor passou mais adiante, e pôs-se num lugar estreito, onde não havia caminho para se desviar nem para a direita nem para a esquerda. E, vendo a jumenta o anjo do Senhor, deitou-se debaixo de Balaão; e a ira de Balaão acendeu-se, e espancou a jumenta com o bordão. Então o Senhor abriu a boca da jumenta, a qual disse a Balaão: Que te fiz eu, que me espancaste estas três vezes? E Balaão disse à jumenta: Por que zombaste de mim; quem dera tivesse eu uma espada na mão, porque agora te mataria. E a jumenta disse a Balaão: Porventura não sou a tua jumenta, em que cavalgaste desde o tempo em que me tornei tua até hoje? Acaso tem sido o meu costume fazer assim contigo? E ele respondeu: Não." Números 22:25-30

Resposta as 7 Perguntas Sobre as Escrituras 

1. Humanos corruptos - A Bíblia foi escrita por humanos corruptos como qualquer um.

R.: De cara temos o problema de generalização concernente ao termo corrupção; mas entendo que ele se refira a falhas humanas. Raramente alguém reconhece que alguém é justo ou bondoso nessa vida; então não encontraremos outro testemunho senão nas Escrituras acerca desses homens. Mas vale ressaltar que existem pessoas boas e pessoas más; pessoas que vivem na maldade e pessoas que erram. Também é preciso destacar que a incredulidade de alguém quanto ao que os registros bíblicos dizem não muda seu conteúdo como inválido e isso é um fato. Pois se fosse assim; a muito que elas teriam saído da história da humanidade com "Verdade de Deus"; a "Palavra de Deus" e outros títulos. Se fosse o caso também; deveríamos rasgar nossas leis gerais e viver de qualquer maneira; já que foram homens corruptos que as criaram e ainda legislam. Os homens era falhos sim; mas o Deus da inspiração e da mensagem NÃO!

"Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo." 2 Pedro 1:21

"Por isso, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo,
O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas; A saber, que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo evangelho; do qual fui feito ministro, pelo dom da graça de Deus, que me foi dado segundo a operação do seu poder." Efésios 3:4-7

"Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus.
O qual antes prometeu pelos seus profetas nas santas escrituras," Romanos 1:1,2




2. Jesus não escreveu nada - Alega possíveis erros na transmissão das informações ao longo dos anos.

R.: Correto! Até porque, dentre tudo que Ele veio fazer aqui; Ele veio cumprir tudo que já estava escrito a seu respeito até ali e isso por si só já provou que as Escrituras existentes até então eram fieis! Ele viveu entre eles; os ensinou e aos que creram e o receberam, revelou os mistérios de Deus e as diretrizes de como deveriam andar e proceder após sua partida. Após cumprir o que dele estava escrito no Antigo Testamento (Lei e Profetas) e partir. Seus discípulos confirmaram por seus escritos quem Ele era e que realmente era o Cristo de Deus para que não restassem dúvidas para as gerações futuras; incluindo a nossa que crê nele. Apesar da alegação dos possíveis erros na transmissão dos fatos anos mais tarde e de pessoas para pessoas; os fragmentos de manuscritos mais antigos já encontrados, constam as mesmas palavras que temos em mãos atualmente! Vale lembrar que a Bíblia não é o conto do Saci Pererê; mas todos a consideravam como as Santas Palavras de Deus. Todo zelo e cuidado sempre foram essenciais por seus servos.

"Esta palavra é fiel e digna de toda a aceitação; porque para isto trabalhamos e somos injuriados, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis. Manda estas coisas e ensina-as." 1 Timóteo 4:9-11

"Fiz o primeiro tratado, ó Teófilo, acerca de tudo que Jesus começou, não só a fazer, mas a ensinar,
Até ao dia em que foi recebido em cima, depois de ter dado mandamentos, pelo Espírito Santo, aos apóstolos que escolhera; aos quais também, depois de ter padecido, se apresentou vivo, com muitas e infalíveis provas, sendo visto por eles por espaço de quarenta dias, e falando das coisas concernentes ao reino de Deus." Atos 1:1-3

3. Jesus falava aramaico - Com isso, nossas traduções poder sofrer alterações.

R.: Primeiro que nas terras onde viveu Jesus, no século I, consta que se falavam quatro línguas: arameu, hebreu, grego e latim, mas Jesus falava o aramaico; pois essa língua é oriunda dos judeus que viveram 70 anos de cativeiro na Babilônia e por isso tiveram que aprender esse idioma. Mas com base nos fatos descritos na Bíblia; Jesus também usou a linguagem hebraica quando estava se comunicando nas sinagogas por exemplo e o grego. Mas focando na questão; o que tem a ver suas palavras em aramaico escritas sendo traduzidas para o nosso português, sofrer alterações? Aliás; a riqueza nas palavras no aramaico é mais vasta que nas nossas! Mas não podemos desfazer do trabalho de grandes interpretes e decifradores das mais antigas línguas porque pensamos que pode haver erros certo? Até porque isso não se sustenta! Com que base se faria essa alegação? Temos traduções das mais fieis possíveis como a de João Ferreira de Almeida - Revista e Corrigida Fiel ao Texto Original. Essa tradução por exemplo, procede da versão latina Septuaginta que foi traduzida por sua vez diretamente do hebraico da época!

Ilustração da parábola dos talentos
Todas as parábolas de Cristo nos trouxe ensinamentos morais e espirituais válidos até hoje. Imagem: Blog da Tia Carol


4. As parábolas de Jesus - Eram para um povo de determinado tempo.

R.: Desinformação a respeito das parábolas... Foram ao todo 40 parábolas que realmente Ele usou fatos do dia a dia de seu tempo e coisas de então. Isso fica muito óbvio; já que se Ele usasse coisas ou termos futurísticos, aí que ninguém ia entender nada mesmo... Se Ele tivesse vivido em meados do século XV na China, por exemplo; Ele usaria fatos e coisas desse tempo e desse povo; mas isso não altera a essência dos seus ensinamentos! Se Ele ensinou preceitos morais eternos; não importa o povo ou o tempo; sempre serão válidos! Se Ele ensinou que matar é errado naquele tempo; podemos invalidar isso com este pensamento então? NÃO! O problema é que as pessoas sempre interpretaram Cristo errado; focando no que menos importava e menosprezando a essência dos seus ensinamentos. Um exemplo de verdade atemporal que Ele ensinou naquele tempo e que vale até 2020 e além?

"Tudo isto disse Jesus, por parábolas à multidão, e nada lhes falava sem parábolas; para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta, que disse: Abrirei em parábolas a minha boca; Publicarei coisas ocultas desde a fundação do mundo. Então, tendo despedido a multidão, foi Jesus para casa. E chegaram ao pé dele os seus discípulos, dizendo: Explica-nos a parábola do joio do campo. E ele, respondendo, disse-lhes: O que semeia a boa semente, é o Filho do homem; o campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno; o inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos. Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo. Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniquidade. E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes." Mateus 13:34-42

"E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos." Lucas 24:44

Diversas traduções das Bíblia pelo mundo
Com base no argumento da falha em traduções, deveríamos condenar todas as Bíblias do mundo! Imagem: Povo de Bahá

5. Tradução sem qualidade - Recebemos tradução de tradução

R.: Alegar que possa existir erros pelas muitas traduções ao longo dos tempos é desconhecer quem eram os escribas e tradutores das Sagradas Escrituras e que bom que nosso amigo reconhece que não pesquisou muito sobre o assunto; pois como já citei anteriormente; tudo realmente era muito dificultoso naqueles dias e escrito a mão; mas as mãos dos que escreviam e copiavam ou traduziam os textos sagrados não era como a mão do redator de fundo de quintal que digita suas matérias fofoqueiras e com diversos erros ortográficos como existe em minha cidade; eram homens profundamente tementes a Deus e se empenhavam ao máximo para criar as cópias e traduções e se houvesse um mínimo erro considerado como inadmissível; eles condenavam a cópia de então e começavam outra. Sendo assim, alegar sobre este fundamento que houveram erros crassos que comprometam as verdades nela escritas; tem que apresentar provas mais convincentes e não apenas desconfiança... Já falei sobre os fragmentos de pergaminhos encontrados e como são iguais as traduções atuais. Afinal; Deus sempre esteve no comando disso tudo.

"Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele.
Mas, se não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?" João 5:46,47

"Que dizia: Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro; e o que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, e a Esmirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laodiceia." Apocalipse 1:11

"Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro." Apocalipse 22:18,19

Arado puxado por bois para tombar a terra
Ainda que Jesus ensinasse para outro povo e em outro tempo; a cultura e a história não invalidariam seus ensinos. Imagem: Framepool


6. Tempo e cultura - Incompreensível para nós.

R.: Já comentei sobre a importância dos ensinos morais e não dos elementos temporais dos ensinos tanto de Cristo quanto das Escrituras; mas essa questão de alegar dificuldade na compreensão dos textos bíblicos em qualquer sentido é falta tanto de revelação divina, que só se alcança pela fé e com um coração humilde em buscar a verdade e também de conhecimento histórico; cultural e outros contidos nas Escrituras. Simples pesquisa e estudo metódico acerca do tempo e da cultura já resolvem essa questão; mas a questão espiritual; só pela fé mesmo; não tem outro caminho. Você pode entender como a Bíblia foi escrita; para quem e por quem; mas nunca compreendera porque; para que e o que ela contem de tão especial sem fé e humildade. Sua real essência não se limita ao tempo e ao povo daquele tempo.

"O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos digo são espírito e vida." João 6:63

"As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais." 1 Coríntios 2:13

"Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração." Hebreus 4:12

7. Múltiplo sentido - Cada um pode interpretar diferente

R.: Partindo do conhecimento básico de que nem todos os mistérios de Deus nos foram revelados; fica fácil entender que o que nos foi revelado está contido nas Escrituras; então; se surgem interpretações contradizentes ou conflitantes; alguém está usando algum texto de forma errada e isso se resolve quando se estuda hermenêutica; exegese e interpretação de texto. Em alguns casos até um hebraico; grego e português podem esclarecer esses problemas. A verdade é que as pessoas geram esses conflitos doutrinários e daí surgem denominações; seitas e ideias errôneas e prejudiciais que deixam a mente dos mais leigos confusa e muito até criticam as Escrituras por isso; mas é fato que o erro esta nos leitores despreparados e não no conteúdo que esta sempre em perfeita harmonia. Cabe aqui um maior esforço nos estudos para quem faz isso. Sempre existiram essas pessoas que não entendiam as verdades de Deus e as distorciam.

"Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra." 2 Timóteo 3:16,17

"Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade." 2 Timóteo 2:15

"Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição." 2 Pedro 3:16

Gráfico mostrando detalhes sobre o Concílio de Niceia


8. Concílio de Niceia - Escrita para controle das massas.

R.: "Dizem por aí...". Somente este trecho já invalida o argumento que é baseado em conversa fiada e teorias loucas; mas responderei mesmo assim. O Primeiro Concílio de Niceia foi um concílio de bispos (epíscopos) cristãos reunidos na cidade de Niceia da Bitínia (atual İznik, Turquia), pelo imperador romano Constantino em 325. O concílio foi a primeira tentativa de obter um consenso da igreja através de uma assembleia representando toda a cristandade. O seu principal feito foi o estabelecimento da questão cristológica entre Jesus e Deus, o Pai; o estabelecimento da doutrina Papal, ou Estado; a construção do Credo Niceno; a fixação da data da Páscoa; e a promulgação da lei canônica. Eu não sei de onde nosso amigo tirou que a Bíblia foi escrita no conselho de Niceia... Na verdade foram tratadas estas questões pelos movimentos que surgiam com interpretações e crenças contrárias a Bíblia e muitos livros apócrifos sendo escritos como divinamente inspirados e então por consenso comum sob temor de Deus, estabeleceram por alguns parâmetros escriturísticos baseados na própria Escritura, os livros realmente fariam parte do cânon sagrado que é a Bíblia como a maioria dos cristãos possuem hoje com seus livros. O resto de controle das massas e possíveis adulterações é conversa fiada sem fundamento mesmo... O concílio foi para colocar ordem na bagunça doutrinária existente naqueles dias.

"Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis." 2 Coríntios 11:4

"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema." Gálatas 1:8,9

Conclusão 

Pode não ser muito viável citar esses detalhes mas acho interessante ressaltar que nosso amigo não tem um caminho certo a seguir; abraça diferentes e até divergentes e contraditórias ideias como do espiritismo; heliocentrismo; conscienciologia (oriunda do espiritismo) e teologia; não é especialista em teologia mas tece muitas críticas sobre o assunto e recomenda que sigam os ensinos bíblicos como guia e não a tenham como verdade absoluta. Presumo que os espíritos sejam essa verdade absoluta que ensinam os homens conforme os mesmos evoluem. Qual o fundamento dessa doutrina mesmo? Se Paulo recomendou a tomarmos cuidado com qualquer outro tipo de evangelho sem ser o genuíno; imagine ensino de espíritos! O meu conselho? O mesmo de Paulo. Que seja tido por maldição todo e qualquer ensinamento que não proceda realmente de Deus como nos revelam as Escrituras! Se qualquer ensinamento omite as verdades contidas nas Escrituras; menosprezam os mesmos ou adicionam o que não veio de Deus; pule fora! Não importa quantos argumentos brilhantes usem! Quanto sábio e atraente pareça! Não passou pela aprovação das Escrituras é prejudicial!

Homens deixaram suas vidas para se comprometerem com estas verdades e viverem em santidade ao ponto de serem mortos por ela! Não se deixe iludir ou enganar! Céus e Terra passarão; mas a sua Palavra não passará e por ela seremos todos julgados! Santos e pecadores! Justos e ímpios! Judeus e gentios! Todos! Sinta-se a vontade em comentar o artigo com complementos ou contrapontos. Compartilhe com outras pessoas também e assine as atualizações.

Fontes: 

Bíblia Online
Wikipedia - Primeiro Concílio de Niceia

Comentários

  1. Sobre os humanos são corruptos: A corrupção pode ser ou não intencional mas ela existe e continuará a existir enquanto existir humanos. Eu citei esse tópico pois, por melhor que fosse a intenção das pessoas que escreveram, transcreveram, traduziram e levaram esse livro a várias partes do mundo, a bíblia foi escrita por humanos e para humanos. O papel aceita qualquer coisa, tanto a verdade, quanto a mentira. Por isso não se deve aceitar tudo como verdade absoluta sem usar o que temos de melhor, nossa capacidade de pensar. Então, o que for bom, absorva. O que for ruim, descarte-a. Não estou questionando se é verdade ou não mas quem disse que foi escrito por espiração divina ou que é a verdade incontestável? O homem!
    Sobre Jesus não ter escrito nada: A mensagem que ele deixou realmente é de um valor incomensurável, mas talvez ele não tenha falado exatamente aquelas palavras. A pessoa que escreveu, com a melhor intenção do mundo, pode ter pegado a ideia geral e escrito com suas próprias palavras o que Jesus falou a X anos antes.
    Gostei de saber que Jesus era poliglota. Essa informação eu não conhecia.
    Sobre a tradução, por melhor que seja, nunca terá a mesma qualidade do original, não é por causa da pessoa que está traduzindo mas por características de cada lingua. Isso é natural pois uma palavra pode não existir em outra lingua, então o tradutor terá de usar uma palavra que mais se aproxime da original. Ex: A palavra cafuné, qual a tradução dela para inglês? até onde eu sei, não existe. É nesse sentido que a tradução pode haver alteração de significado se for levar todas as palavras ao pé da letra. A tradução da tradução então nem se fala, compromete mais ainda a qualidade.
    As parábolas de Jesus são geniais. Com elas, ele conseguiu explicar coisas complexas de forma muito simples e que todos (ou quase) conseguiam entender.
    Sobre o livro ser de difícil compreensão é o que faz o texto se tornar tão massante de se ler. Não tem como compreender lendo só ele, temos que usar fontes complementares para compreender, e ainda não é garantia que vamos compreender.
    O fato de haver várias interpretações do mesmo texto causa mais confusão do que elucidação nas pessoas. É ai que as religiões pecam pois cada uma diz uma coisa, e agora? quem está mais próxima da verdade?
    O concílio de Niceia eu realmente não sabia quase nada, eu, na minha ignorância, achei que eles montaram uma "bíblia padrão" para que todos usassem o mesmo livro.
    Eu ainda vejo a bíblia como um guia espiritual mas deve ser lido com muito cuidado pois seu texto é muito perigoso e já causou a morte de muita gente.
    Eu não curto ter apenas uma fonte de informação, gosto de ler e ouvir vários pontos de vista diferente pois isso amplia minha forma de pensar. Gosto de muita coisa do Budismo, da Seicho no Ie, da Umbanda mas principalmente do espiritismo da Alan Kardec, da Conscienciologia e da espiritualidade em geral.

    Agora eu não entendi foi sua conclusão: Heliocentrismo? de onde você tirou isso? Espiritismo é contraditório? se conhece alguma contradição, ficaria realmente agradecido que me contasse onde, pois gosto de desconstruir minhas ideias para reconstruir outras melhores e se essa doutrina for contraditória gostaria de saber; Conscienciologia oriunda do espiritismo? O espiritismo estuda o espírito e a Conscienciologia estuda a Consciência.

    Abraço e obrigado.
    ps. Estou realmente gostando dessa troca de ideia, acredito que isso engradece a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá mais uma vez Marciano... Vou tentar ser o mais específico e sucinto possível novamente:

      Homens Corruptos - Então esta me sugerindo para confiar no seu ou no meu julgamento mediante uma desconfiança se as Escrituras foram ou não inspiradas por Deus? Vou repetir; se não tem fé nisso primeiramente; tenha por encerrado este ponto e continue acreditando no seu julgamento; mas isso não muda o fato que na Bíblia mesmo esta escrito que o coração do homem é enganoso para se guiar por conta. Eu ainda fico com os ensinos de Deus transmitidos por seus servos.

      Jesus não escreveu nada - Ainda esta se baseando em uma lógica sem fundamento de colocar em cheque os relatos dos profetas e apóstolos Marciano. Enquanto faz isso, eu continuo crendo por fé e por provas que temos o conteúdo fiel que tínhamos que ter em mãos do que Ele disse. Nuances sim; depreciação não.

      Jesus falava aramaico - Sim, muitos eram assim na verdade Marciano. E sobre as traduções; não sabe que ainda que realmente hajam variações por conta dos idiomas; hoje temos largo conhecimento em hebraico e grego para consultar caso seja necessário? Hoje em dia esta melhor ainda para conferir isso meu amigo! E não há erros no conteúdo da Bíblia; apenas variações nos termos e palavras traduzidas que não alteram o conteúdo do ensino entendeu? Somente em textos adulterados como das Testemunhas de Jeová e outras seitas que isso acontece descaradamente.

      A parábolas de Jesus - Sendo bem específico; funcionavam como um ensino codificado para os que realmente se interessavam em aprender e criam em Jesus como o Cristo. Estes entendiam seus ensinamentos de forma clara; mas os demais o rejeitavam como Cristo e não ouviam seus ensinamentos pela arrogância e desprezo. Agora; quanto a compreensão que não temos hoje quanto aos detalhes culturais e outros; já expliquei que é só estudar geografia e arqueologia bíblica para desvendar os usos e costumes da época. E sobre as distorções; você teria que adentrar na teologia e apologética para saber quem esta ensinando corretamente e quem esta mentindo distorcendo um texto.

      Desculpe caro Marciano mas devo discordar que pessoas fazem qualquer merda por culpa dos ensinos contidos nas Escrituras. Tudo que for errado segundo os padrões de Deus desde o princípio da humanidade, ela condena. Na verdade o problema esta nas pessoas que não entendem seu conteúdo e saem distorcendo; apoiando idiotices e fazendo porcarias em nome da verdade e do próprio Deus; mas serão cobrados. Quando Jesus disse para arrancar seu olho fora se fizer pecar; não era literalmente; mas para o mortificarmos espiritualmente matando nossa cobiça no olhar entendeu? Se algum coitado arranca os olhos, foi culpa da Bíblia??

      Excluir
    2. Eu também estudo muitas fontes Marciano e é bom se conhecer e saber tudo; mas quando misturamos tudo ou temos muitas dúvidas sobre certos ensinamentos esta na hora de encontrar o caminho verdadeiro para tal assunto. Por isso, eu fico com as Escrituras como unica regra de fé e pratica no que diz respeito a moralidade de Deus para a humanidade. Depois posso sim pesquisar outras fontes; mas não deixar elas confundirem minha cabeça com seus ensinamentos contraditórios. Ou bebemos de uma fonte ou de outra; o resto é só conhecimento mesmo. Eu ainda prefiro as Escrituras porque sei o que tem nelas: A revelação para a vida eterna!

      Sobre o Heliocentrismo; é a doutrina que impera a anos sobre a humanidade. Sob o pretexto de ciência nos ensinando a admirar o sol e corpos celestes além de seus papeis comuns de luminares. Essa é a doutrina da pseudo ciência que ensina os homens a crerem que tudo veio do nada e que não precisamos de Deus.

      Sobre contradições no espiritismo? Só vou te recomendar os vídeos de um ex-espírita muito aprofundado que hoje sofre críticas porque descobriu as mazelas do espiritismo e esta seguindo uma nova linha de pensamento e criticando o espiritismo de Alan Kardec; mas não é cristão ok?

      Espiritismo: Opinião Sincera de um Espirita

      Conversar com pessoas educadas é outro nível Marciano. Obrigado mais uma vez por participar aqui; é um prazer falar contigo. Forte abraço e um feliz ano novo pra você e família!

      Excluir
    3. Sobre a corrupção eu quis passar a ideia de que: "Reflitamos sobre tudo". Se o que leu parece algo bom para você, absorva. Caso contrario, descarte-o.
      Sobre o canal no Youtube falando sobre o espiritismo, era isso que eu estava procurando, vou assisti-los com muita atenção pois gostei muito do livro dos espíritos quando o li, agora quero ver o que ele falou que há de errado nesse e outros livros.
      Qual bíblia você aconselharia para as pessoas lerem? A mais fiel possível em lingua portuguesa. De preferencia online, se for possível.
      Há outros questionamentos e reflexões que eu gostaria de fazer acerca de outros temas mas preciso de uma bíblia confiável para ler primeiro.
      Abraço.

      Excluir
    4. Olá mais uma vez meu caro Marciano! Agora entendi e realmente o próprio apóstolo Paulo nos deixou tal recomendação de examinarmos tudo e retermos o que for bom. Eu sempre procuro fazer isso. Eu recomendo que assista sim os vídeos; pois eu mesmo achei interessante o conteúdo que ele tem publicado e pode ajudar muitas pessoas em dúvidas sobre questões espíritas que alguém possa ter. Sobre a versão mais fiel até o momento em que pesquisei é esta:

      João Ferreira de Almeida Corrigida e Revisada Fiel.

      No site, no lado esquerdo no superior da coluna tem outras versões caso queira comparar. É só alterar. Como já expliquei; haverá variações dentro das nuances que o hebraico oferece; mas nada que realmente prejudique o sentido da verdade ensinada.

      E desde já, pode contar comigo para sanar quaisquer dúvidas dentro de todo meu humilde conhecimento, me disponho a te ajudar. Forte abraço; boa pesquisa e foi um prazer ajudá-lo até aqui amigo!

      Excluir

Postar um comentário

Sinta-se a vontade em comentar complementando o artigo; deixando suas perguntas ou mesmo apresentando seu ponto de vista para possíveis discussões amigáveis de ideias sem ofensas, fanatismos ou estupidez.

Os comentários serão avaliados e sendo aprovados; publicados imediatamente.