Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

Tornado se desfaz por determinação em nome de Jesus

Imagem
Sou cristão a mais de 10 anos e já presenciei milagres incontestáveis dessa natureza na minha vida e na vida de outras pessoas de fé como eu e realmente conheço pelas Escrituras que nosso Deus pode todas as coisas e é o Criador de todo o universo e a natureza se curva ante a Ele. Também sei que o nome de Jesus foi corroborado com toda autoridade e poder de modo que demônios se sujeitam a Ele e em relatos nos evangelhos; até mesmo a natureza se subjuga as ordens de Jesus. Mas em nome de Jesus alguém aplacar um tornado furioso? Confesso em todos os meus anos como cristão, jamais duvidaria disso, porque sei do que o meu Deus é capaz quando Ele decide fazer alguma coisa impossível; mas nunca testemunhei tamanha maravilha como vi neste vídeo incontestável onde cristão americanos oram com suas mãos estendidas contra um tornado que avança na direção deles e clamando em nome de Jesus, o tornado se desfaz literalmente! Seria mais uma mentira para muitos ateus; mesmo que fosse uma verdade

A verdadeira história das Cruzadas

Imagem
Muitos historiadores têm tentado há já algum tempo esclarecer os fatos em torno das Cruzadas visto que as más-concepções que são demasiado comuns. Para eles, este é um momento de ensinar sobre as Cruzadas no preciso momento em que as pessoas estão a prestar atenção. Com a possível exceção de Umberto Eco, os estudiosos medievais não estão habituados a tanta atenção; nós temos a tendência de sermos um grupo tranquilo (exceto durante as bacchanalia anuais que nós damos o nome de "International Congress on Medieval Studies" em Kalamazoo, Michigan, e logo aí), estando absorvidos a ler  crônicas  empoeiradas e a escrever estudos chatos e meticulosos que poucas pessoas irão ler. Imaginem, portanto, a minha surpresa quando no espaço de alguns dias após o 11 de Setembro, a Idade Média subitamente se tornou relevante. Como um historiador das Cruzadas, deparei-me com a reclusão tranquila da torre de marfim a ser destruída pelos jornalistas, editores e apresentadores de talk-

Dentro dos planos de Deus

Imagem
Existem milhões e milhões de pessoas espalhadas pelo mundo vivendo um dia de cada vez com seus planos e projetos; com suas vidas boas ou ruins em sua totalidade e a maioria delas crê em Deus de uma forma distante; outras mais intimamente e poucas desprezam sua existência. Há muito tempo carrego essas cogitações em meu coração e neste artigo falaremos um pouco sobre os planos de Deus para nossa vida e como saber qual é a sua vontade real para nós. E estou especificamente falando de caminhos; direções e posições que podem realmente interferir em todo destino de nossa vida sobre a terra. E você meu querido; está dentro dos planos de Deus? Eu tenho conhecido muitos cristãos perdidos neste sentido e com deficiência nos conhecimentos sobre até onde buscar ao Senhor e depender de Sua vontade em suas decisões. Quem medita do Livro de Deus buscando a Sua direção sempre, sabe muito bem para onde deve ou não ir; mas existem muitos que se afastaram da Bússola Divina e hoje estão confusos; metid

Entre 2000 e 2010 o número de jovens cristãos chega a 70% em SP

Imagem
O crescimento da população declarada evangélica registrado pelo Censo 2010 feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi visto tratado como uma mudança social importante. Entretanto, no Estado de São Paulo, o crescimento da confissão evangélica entre jovens superou a taxa de crescimento do segmento como um todo: 70% contra 61%, de acordo com os dados divulgados de uma amostra da pesquisa referente à região conhecida como ABCD, que compreende os municípios de Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema. “Esse crescimento também é atrelado a uma abordagem mais jovem, um público que ficou afastado por muito tempo. No final dos anos 1980, começo dos 1990, começou um movimento gospel que trouxe uma linguagem muito mais voltada para jovens, com músicas, por exemplo” , afirmou a professora de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, Magali do Nascimento Cunha, em entrevista ao jornal ABCD. Segundo Magali, não é apenas o discurso, mas o

Australopithecus: A confusão equivocada dos evolucionistas

Imagem
Estes continuam em plena glória, sob o foco dos holofotes da mídia e dos intelectuais materialistas. O primeiro deles foi achado em 1924 por Raymond Dart, que o denominou Australopithecus Africanus. Seu descobridor o apresentava como sendo parecido com os macacos na forma do crânio, mas também semelhante ao homem por algumas particularidades do crânio e dos dentes. Em 1936, foi achado um crânio de Australopithecus Africanus adulto, em Sterkfontein, no Transvaal. Dois anos depois, em Kromdraai, Robert Broom achou um fóssil que foi classificado como Australopithecus Robustus, por causa de seu aspecto mais rústico, grosseiro e forte, seus dentes grandes e grossos. Novas e importantes descobertas de fósseis africanos foram realizadas por Louis Leakey e por sua esposa Mary, na década de 1950 a 1960, na garganta de Olduvai, na Tanzânia. Os fósseis por eles encontrados eram semelhantes aos que haviam sido descobertos por Broom. Pelo que encontraram os Leakey, chegaram à conclusão

Fraude do 'homem de Piltdown'

Imagem
Continua um mistério após 100 anos... Equipe de pesquisadores do Museu de História Natural de Londres usam tecnologia avançada para descobrir quem forjou um dos fósseis mais famosos da ciência. Há um século começava uma das maiores e mais longas farsas da ciência. Em 1912, o paleontólogo britânico Arthur Smith Woodward, do Museu de História Natural em Londres, e o colecionador de antiguidades Charles Dawson anunciaram a descoberta de um novo fóssil de hominídeo que trazia revelações sobre a evolução humana. Só que anos mais tarde descobriu-se que o artefato, conhecido como "homem de Piltsdown", era falso e a fraude permanece, ainda hoje, com algumas questões não explicadas por completo. Agora, pesquisadores do Museu de História Natural em Londres voltaram a analisar as ossadas, com a ajuda de tecnologia avançada, para desmascarar a trama. Retrato do crânio Piltdown que está sendo examinado. John Cooke, 1915. O fóssil ,  encontrado em escavações feitas em Piltdown no

Bíblia é mais valiosa para a Humanidade do que 'A Origem das Espécies'

Imagem
A Bíblia foi votada como mais valiosa para a Humanidade do que o livro “A Origem das Espécies”, de Charles Darwin. A conclusão é de uma pesquisa conduzida pela empresa YouGov com 2.044 adultos, encomendada pela organização Folio Society. O estudo pediu aos cidadãos do Reino Unido para nomear os livros de maior importância para o mundo moderno em uma lista com mais de 30 títulos clássicos. A Bíblia ganhou com 37% dos votos, e o livro de Darwin que explica a teoria da seleção natural ficou com 35%. “Uma Breve História do Tempo”, de Stephen Hawking, ficou em terceiro lugar, à frente de “Relatividade: A Teoria Especial e Geral”, de Albert Einstein. Apenas dois romances ficaram entre os 10 primeiros: o “1984” de George Orwell e “To Kill a Mockingbird” de Harper Lee. Ficaram de fora da lista dos mais votados clássicos como “Guerra e Paz”, de Leon Tolstoi e “Manifesto Comunista”, de Marx e Engels. Obras como “Crianças da Meia-Noite”, de Salman Rushdie, e “Slaughterhouse-Five”, de Ku

A grande farsa da teoria da evolução

Imagem
"Charles Darwin, autor de um trabalho publicado em 1859, denominado “A Origem das Espécies”, é considerado o pai da TEORIA evolucionista, por sustentar que a nossa raça evoluiu de uma forma primata rudimentar, passando pelos símios até chegar ao homem atual. Contudo, aquilo que representa o chamado “Elo Perdido”, ou seja, o ser intermediário entre o macaco e o Homo Sapiens, nunca foi e tampouco será encontrado! O estudo dos fósseis derruba essa teoria, pois a ciência já constatou que não existem na natureza evoluções aos saltos e tampouco aquelas que possibilitam uma espécie se transformar em outra! Em TODAS as espécies conhecidas, nunca foram detectadas formas intermediárias, muito menos naquela do Homo Sapiens! Os cientistas, pelo contrário, verificaram que o homem moderno surgiu repentinamente nos fósseis, como que vindo do nada – ou quem sabe literalmente caído do céu! Recentes pesquisas demonstraram, por sua vez, que todas as coisas que nos impingem não correspond