Azofi - Observador das Estrelas

Este personagem não tem tanta cooperação com o cosmos fraudulento imaginário no que diz respeito a todas as mentiras infundadas ou delírios precipitados mas me inspirou a escrever sobre algo que vai servir de despertamento para quem ainda não caiu a ficha sobre todos os que observam os céus até aqui. Ele tem diversos nomes persas que você pode conferir depois acessando as fontes de informações, mas vou chamá-lo carinhosamente pelo mesmo nome que todos os ocidentais chamam: Azofi. Estranho mas é o melhor nome que podemos citar facilmente. Antes de falarmos o pouco que encontramos sobre esse astrônomo persa, recomendo sempre aos novos leitores que visitem outros artigos relacionados a astronomia e aos personagens que inventaram esse cosmos de suas localizações limitadas e também com suas conclusões precipitadas. 


Ilustração de Azofi usando instrumentos para observar as estrelas. Imagem: Alchetrom

Vida e Descobertas

Ele foi, como já informado, um astrônomo persa que viveu nos anos de 903 à 986 depois de Cristo e estudou os céus de sua localização com os pés no chão conforme seus antecessores. Foi considerado um dos mais importantes astrônomos persas. Segundo conta a história, ele revisou também a obra de Ptolomeu; conferindo tudo com todas as ferramentas possíveis e aplicando correções ao Almagesto. É um globolóide corrigindo outro nessa lide! Se o resultado fosse proveitoso por completo seria maravilhoso; mas acabou dando num desastre psicológico terrível que perdura até os dias de hoje! Óbvio que não estou aqui condenando todas as descobertas astronômicas sérias feitas por quem quer que seja; mesmo que fosse um globolóide. Mas estes sempre faziam suas observações com esse cosmos infundado em mente; como se vivessem numa esfera. 

É atribuído a ele também o registro mais antigo sobre a Nuvem de Magalhães e os primeiros desenhos das galáxias que observou e posteriormente deu nessas ilustrações rotineiras todas dos céus que até hoje fazem ou copiam desses astrônomos. Essas observações com os pés no chão, também gerou o Livro das Estrelas, onde ele catalogou e atribuiu magnitude de brilho e cores a 1018 estrelas que pode observar. Obviamente que tais magnitudes para qualquer questionador e estudante do assunto levantará questionamentos de como eles medem as magnitudes e em outros casos, distâncias das estrelas? Eu presumo que inventaram uma tabela de suas mentes e a partir delas começaram a inventar também suas deduções usando dessa matemática improvável e que pessoas comuns não podem medir e checar. Vale lembrar que temos problemas de medidas e cálculos em terra onde temos acesso e domínio sobre objetos e localizações e isso tem deixado registros históricos de erros humanos consideráveis em seus projetos, como foi o caso de Alfragano, o engenheiro civil globolóide que errou feio na construção de um canal de escoamento de enchentes. E houveram milhões de casos a história como esse! 





Daí eu pergunto: Pode o homem criar um sistema de medição confiável das estrelas e astros estando em terra limitado; num tempo de tecnologia em desenvolvimento e dentro de todas as complicações de observação desse modo, acertar em suas conclusões? Se responderem sim, palmas para as civilizações antigas que fizeram a introdução considerando um mundo estacionário, com estrelas e astros se movendo e não erraram tendo isso em mente; ou respondam que não, e admitam que isso é no mínimo passível de muitos erros e suspeitas. Ainda mais no caso de quem pensa que a terra seja uma esfera imaginária nas condições que imaginaram num universo em movimento. 

Outro fato curioso é que ele teria observado mais profundamente a Galáxia de Andrômeda também em detalhes desde as primeiras observações já feitas e passando pelos gregos. Interessante que uma das fontes que pesquisei, o autor do site deixa claro que embora a Nuvem de Magalhães fosse visível na Europa; astrônomos não conseguiram observar a mesma até a viagem de Fernão de Magalhães. Isso me fez lembrar das perguntas sem nexo e imbecis de globolóides que tentam apelar para o terreno do desconhecido ou da incerteza para tentar intimidar os oponentes no debate. Perguntas pertinentes a Cruzeiro do Sul e outras como se fosse possível ver nitidamente tais constelações e estrelas porque moro nas regiões próximas ao sul. Eis aí para vocês resolverem mais esse pepino sobre os astrônomos na Europa não conseguirem ver essa constelação por anos e só Fernão de Magalhães conseguiu ver depois em sua expedição. 


Nuvem de Magalhães atualmente pode ser observada por equipamentos modernos. Imagem: ESO



Voltando ao Azofi, ele conseguiu observar porque ela fazia parte do setor em terra que ele habitava no Iêmen. Isso corrobora o que sempre tentamos ensinar de nossas cadeiras sem a necessidade de tomar sereno nas costas correndo risco de sofrer frustração. As estrelas, astros, "planetas" e constelações quaisquer que sejam são observáveis por qualquer cidadão que esteja numa posição em que o zênite condiga com sua posição geográfica; tenha recursos para observar e condições atmosféricas para isso. Caso contrário não verá! E todos os astros estão distribuídos nos céus sobre o plano terrestre de modo que observadores poderão ver SEMPRE as mesmas estrelas durante seus 100 anos se assim alcançar viver! A necessidade de se enfiar explicações mentirosas e fantasiosas para justificar uma esfera é desnecessária. Vivemos num mundo estacionário desde a sua criação até hoje com as mesmas estrelas passando sobre nossas cabeças.  

Considerações e Conclusão

Infelizmente esse foi mais um astrônomo de história vaga e sem detalhes até onde pesquisei. Note que todos os astrônomos desde os filósofos observavam os céus literalmente com os pés no chão e desde as primeiras invencionices sobre a terra e o universo foram no campo da dedução e lógica humana, baseando-se meramente em achismos. Não existem evidências até aqui de que vivemos em uma esfera onde tudo esta agarrado a ela sem que sintamos essa força; não existem evidências convincentes de que estejamos em movimentos absurdamente velozes a cada mergulho em suas explicações sobre a terra rotacionar, o sistema viajar e a galáxia também; e muito menos há qualquer prova científica conclusiva de que estamos num cosmos que explodiu e se move lentamente; já que tudo permanece do mesmo jeito que Deus criou e desde os mais antigos homens na terra que se colocaram a observar as estrelas, citam as mesmas que conhecemos atualmente. Ou estou errado? 

Em Azofi, devemos aprender mais uma vez que os céus podem sim serem observados e com mais recursos estrelas serem vistas com mais profundidade; mas usar disso para tentar sustentar todas essas besteiras que citei ou tentar usar isso para provar que vivemos sobre um mundo esférico é sandice! Deixe de ser simplório e use a mente inteligente que Deus colocou em você e se desapegando da preguiça, comece a pesquisar nas próprias fontes dessa pseudociência e começará a encontrar contradições, enormes lacunas ou coisas sem fundamentação científica baseadas no crer em outros homens falhos como você. E se falarmos de fé, eu prefiro ficar com a revelação divina sobre o cosmos criado por Deus. O que achou de Azofi? O conhecia? 

Fontes: 

Comente sua opinião, compartilhe e muito obrigado por acompanhar nosso trabalho aqui no blog Verdade Urgente e se você esta chegando agora, não deixe de conhecer também nosso trabalho no YouTube: Verdade Urgente.  Deus abençoe e não se esqueça de se inscrever aqui no blog e em nosso canal para receber as atualizações! Abraço! 😉





Comentários

  1. "...Vivemos num mundo estacionário desde a sua criação até hoje com as mesmas estrelas passando sobre nossas cabeças."
    Passando por nossas cabeças? De onde vêm e para onde vão as estrelas ao passarem por nossas cabeças? Sabemos que as estrelas "se movem" em círculos, basta fazer fotos do céu calibrando a máquina para isso. Veja aqui uma foto assim:
    https://get.wallhere.com/photo/trees-landscape-night-sky-stars-blue-England-circle-Nikon-astronomy-UK-sycamore-explorer-longexposure-bluehour-flickr-explore-wave-woods-nightphotography-star-line-darkness-darksky-astrophotography-startrails-starstax-greatbritain-d5100-picoftheday-screenshot-woodland-northeast-nikond5100-gap-kitlens-30secondexposure-startrail-manualexposure-elements12-atmosphere-of-earth-outer-space-astronomical-object-513091.jpg
    O que provoca esse "movimento"?
    "...Não existem evidências até aqui de que vivemos em uma esfera onde tudo esta agarrado a ela sem que sintamos essa força..." Se o seu corpo cair de uma altura, digamos, de 3000 metros, vc vai sentir uma força extraordinária. Faça essa experiência. Faça um salto de paraquedas. Não precisa aprender a saltar, basta fazer salto duplo com um profissional.

    "...não existem evidências convincentes de que estejamos em movimentos absurdamente velozes a cada mergulho em suas explicações sobre a terra rotacionar, o sistema viajar e a galáxia também; e muito menos há qualquer prova científica conclusiva de que estamos num cosmos que explodiu e se move lentamente; já que tudo permanece do mesmo jeito que Deus criou e desde os mais antigos homens na terra que se colocaram a observar as estrelas, citam as mesmas que conhecemos atualmente. Ou estou errado?
    Sim estás errado! Se não, pensemos! Olhe para o seu relógio de parede.
    O tempo que o ponteiro das horas leva para percorrer os 360º das 12 horas que o relógio mostra, é o mesmo tempo que você leva para percorrer a meia volta que a terra estaria dando, no caso de a ciência estar certa. Agora me diga: se vc fosse um mosquito sentado no ponteiro do relógio, vc sentiria o ponteiro se movimentando em alta velocidade? Claro que não e vc sabe disso. Então como podes querer que sintamos a velocidade que a terra se movimenta? Você já usou elevador em prédios bem altos? Mesmo nos prédios baixos vc consegue perceber a velocidade que o elevador está se movimentando? Claro que não. Mas nos elevadores panorâmicos vc consegue. Pq? Por causa da REFERÊNCIA! Simples assim, não percebemos a velocidade que nos movimentamos se não temos uma referência para comparar. No elevador fechado, toda referência que nos cerca está parada. No panorâmico temos a referência da estrutura do prédio para compararmos e assim podemos "perceber" a velocidade do elevador.
    Nos voos a 10.000 metros de altitude, estamos nos movendo a quase MIL QUILÔMETROS POR HORA, mas tudo que vemos abaixo de nós parece levar muito tempo para ficar para trás. No próximo voo, experimente fechar os olhos e tente perceber a velocidade que o seu corpo está se movendo com o avião. Ora se o avião está a 950 quilômetros por hora, seu corpo também está! Mas pq vc não consegue perceber isso?
    Pense e responda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Renato Saraiva! Respondendo seus questionamentos e o que mais comentou:

      1. "Sabemos que as estrelas "se movem" em círculos". Pronto, já responder a primeira pergunta. As imagens ou vídeos que geralmente tentam usar para corroborar que isso ocorra por conta de movimentos da terra é sem fundamentação real e são fenômenos ligados a lei da perspectiva e nosso olhar. Simples assim. E como bem disse: "se movem em círculos" mas sem aspas. Desde o mundo foi CRIADO as coisas são assim e NUNCA mudaram até aqui, basta olhar para os céus.

      2. "vc vai sentir uma força extraordinária" - Sim, toda vez que caímos de determinadas alturas nossas velocidade em direção ao solo aumenta naturalmente; justamente porque estamos EM QUEDA LIVRE. Eu não preciso de gravidade em cálculos adulterados para saber disso amigo. Assim como bebês em desenvolvimento não estão com as cabeças presas por gravidade alguma; pessoas não se abaixam pela mesma crença e muito menos dezenas de exemplos que demonstram contradição e falta de fundamentação científica para enfiar gravidade em tudo quanto é caso onde corpos buscam repouso numa terra estacionária. Acreditar que há uma força aleatória agindo hora sim e hora não; em determinados corpos extremamente e em outros nada é fantasiar a realidade. Essa força é irrelevante...

      3. "Olhe para o seu relógio de parede" Eu sinceramente odeio essas comparações... Elas me irritam por parecerem infantis e aparentemente tentar me fazer passar por imbecil. Segundo sua comparação; a terra tem um mecanismo interno cheio de engrenagens redutoras de velocidade é isso mesmo? Já tentaram usar essa argumentação sem sentido, mas não rola amigo. Não ignore que o relógio sai com uma velocidade maior de seu mecanismo e por fim sofre reduções por meios mecânicos inteligentes criados por homens inteligentes e por fim ocasionando nas reduções de horas, minutos e segundos. E um mosquito não entende nada de nada sobre nada... Claro que sei que um relógio e um mosquito não provam nada do que intentou provar.

      4. Amigo; eu sinto o carro descendo naquele minuto de bobeira desengatado e ao tirar o pé do freio! Sinto o elevador sair, subir e parar! Sinto a roda gigante no parque girando ainda com os olhos fechados! Sinto a vibração! Sinto o vento! Sinto o movimento sutil! Não cola esses exemplos! Esta me forçando a perguntar porque a terra não seria como o elevador panorâmico? E como meros filósofos simplesmente de suas mentes imaginaram que seria a terra se movendo e assim você acreditou? Me faz pensar com sua comparação final que a terra esta num invólucro semelhante ao domo e os filósofos deliraram simplesmente nessa questão. Aliás, você sabe quem inventou essa de que a terra esta em movimento?

      5. Sobre o avião, óbvio que sempre vou perguntar se a terra tem fuselagem. Porque aviões possuem todo um sistema que nos impede de sentir até mesmo correntes de ar durante uma viagem; o que é incompatível com uma bola enorme girando a 1.666 km/h sem fuselagem em contato direto com o vácuo do espaço. Aí não dá... Outro exemplo simplório e sem fundamentação científica. Não percebemos o movimento no avião com relação a parecer não estar se movendo tão rápido por conta da imensidão do plano terrestre!

      Acho que respondi tudo amigo.

      Excluir

Postar um comentário

Sinta-se a vontade em comentar complementando o artigo; deixando suas perguntas ou mesmo apresentando seu ponto de vista para possíveis discussões amigáveis de ideias sem ofensas, fanatismos ou estupidez. Além desses limites a responsabilidade é de cada um...

Os comentários serão avaliados e sendo aprovados; publicados imediatamente.

Postagens mais visitadas deste blog

Onde estão os manuscritos originais do Novo Testamento?

Respostas contra 12 argumentos dos ateus

Verdade Oculta - Você conhece quem é o "irmão" Rubens?