Dossiê COVARD1941 - Terrível Influência Midiática Mentirosa

E aqui vou eu cada vez mais intenso, insistente, persistente e imbatível em Deus tentando despertar e livrar o máximo de pessoas possível de se prejudicarem e até morrerem nesse grande esquema lucrativo assassino por parte de pessoas maldosas, egoístas e satânicas que com uma mente deturpada e desígnios obscuros seguem sustentando sua agenda mundial de domínio sobre a humanidade. Parece loucura eu sei, e mesmo eu pensava assim, mas com o tempo e pesquisas baseadas em fatos, acabei entendendo que isso é natural de homens caídos da presença de Deus e sem temor algum e amor ao próximo. Neste artigo pretendo demonstrar como estrategicamente eles conseguiram apavorar quase todo o mundo por meio das mídias vendidas e se aproveitando da crença e medo da morte das pessoas, impactaram tremendamente os mais fracos causando horror, tristezas, prejuízos, suicídios e mortes diretas por esse esquema de agulhadas mortais. Lembrando que estou trabalhando generosamente como sendo uma hipótese e todos são livres para acreditar no que quiserem e peço apenas que observem todas as informações que tenho exposto e tirem conclusões sensatas sobre tudo isso. Antes de prosseguir, ajude o projeto Verdade Urgente através de uma visita rápida no espaço de nossos parceiros divulgados aqui e ficarei muito agradecido e trabalhando sempre! Leia também os artigos relacionados ao tema para ter uma visão mais panorâmica e completa sobre a Fraude dos Covardes. 


Eles mentem sobre tudo e amam doutrinar e levar desgraça e males para dentro dos lares. Imagem: Estado de Minas

Tecnologia Criada para Manipular

Monitores de computador e monitores de TV podem ser feitos para emitir campos eletromagnéticos fracos de baixa frequência apenas pulsando a intensidade das imagens exibidas. Experimentos mostraram que a ressonância sensorial de 1/2 Hz pode ser animada desta maneira em um assunto próximo ao monitor. A ressonância sensorial de 2,4 Hz também pode ser animada dessa forma. Assim, um monitor de TV ou monitor de computador pode ser usado para manipular o sistema nervoso de pessoas próximas. As frequências de estimulação nas quais ocorrem efeitos fisiológicos específicos dependem um pouco do estado do sistema nervoso autônomo, e provavelmente do estado endócrino também. Certos monitores podem emitir pulsos de campo eletromagnéticos que excitam uma ressonância sensorial em um sujeito próximo, através de pulsos de imagem tão fracos a ponto de serem subliminares. Isso é lamentável, pois abre um caminho para a aplicação travessa da invenção, pela qual as pessoas são expostas sem saber à manipulação de seus sistemas nervosos para fins de outra pessoa. Tal aplicação seria antiética e, naturalmente, não é defendida. É mencionado aqui a fim de alertar o público para a possibilidade de abuso secreto que pode ocorrer enquanto estiver online, ou enquanto assiste TV, um vídeo ou um DVD. Estes resultados confirmam que, de fato, o sistema nervoso de um sujeito pode ser manipulado através de pulsos de campo eletromagnético emitidos por um crt ou monitor LCD próximo que exibe imagens com intensidade pulsada.

As várias implementações da invenção são adaptadas às diferentes fontes de transmissão de vídeo, como fita de vídeo, DVD, um programa de computador ou uma TV transmitida através de espaço livre ou cabo. É, portanto, evidente que o sistema nervoso humano pode ser manipulado por emissões de tela a partir de pulsos de imagem de TV subliminares. Todas estas informações são técnicas e não são nem a ponta do problema. Deixei nas fontes informações reais e experimentadas de que os monitores podem mexer com nosso sistema nervoso e outras partes de nosso corpo nos influenciando por meio de informações e transmissões que vemos diante de nós. Basta apenas pesquisar no Google pela patente US6506148B2 e também encontrará pessoalmente todas as informações sobre os testes realizados. Até o teórico da conspiração mais preguiçoso terá os ânimos inflados após saber mais sobre quem assina a patente: Hendricus G. Loos, um homem que trabalhou durante anos na DARPA. A DARPA, sigla de Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa, nada mais é do que uma agência norte-americana com orçamento de US$ 2,8 bilhões que pesquisa, estuda e desenvolve as tecnologias mais diversas, que vão desde "surpresas tecnológicas" até "soluções militares". Hendricus deixa claro na patente: "muitos monitores de computador e telas de TV emitem campos eletromagnéticos com amplitudes suficientes para causar uma estimulação. Por isso, é possível manipular o sistema nervoso de um indivíduo ao pulsar imagens em monitores ou televisores próximos". Ou seja, parte do que pensamos ou fazemos pode muito bem ser fruto de indução de ondas emitidas por qualquer monitor transmitindo imagens e vídeos. 

TV: Ferramenta Também Destrutiva

Antes de falar sobre a seriedade e o impacto de notícias ruins repetitivas na mente das pessoas, quero expor as bases de tudo que perturba a parte da sociedade com mente fraca e fé cega na pseudociência a começar pelos noticiários que foram os meios pelos quais essa "desgraça" chegou até nós. Sem esses meios, o mundo estaria vivendo o mais tranquilo possível; mas isso realmente muda em muito a vida das pessoas que vivem na frente de uma TV ou qualquer fonte de informação tendenciosa e contaminada de objetivos maléficos. Claro que ninguém é obrigado a assistir nada, mas infelizmente as pessoas em seu medo natural acabam se preocupando em como andam as coisas nessa Fraude e são enlaçadas pelos vícios que adquiriram também nessas fontes de desinformação. A Televisão tem sido um dos inventos que mais tem provocado elogios; ao mesmo tempo em que desperta um grande número de críticas. São muitos os seus defensores; mas, cresce o número dos que a condenam por condicionar a mente dos seus telespectadores, notadamente dos mais novos. Eu diria que pode ser um excelente instrumento de aprendizado e proveito; como também para doutrinação e destruição da sociedade. 

Não há qualquer área da vida que a TV não exerça a sua forte interferência. Não resta dúvida que a “telinha” transformou a vida dos seres humanos, incorporando-se ao cotidiano de todos nós. Nos países desenvolvidos existe um aparelho de TV em toda residência. Já em 1972, calculava-se que existiam no mundo, cerca de 270 milhões deles. Somente nos Estados Unidos, naquele mesmo ano, mais de 55 milhões de famílias possuíam televisão, sendo que em cada residência, alguém da família permanecia por 5 horas diárias defronte a TV, absorvendo a sua programação. Pesquisas americanas, ainda naquela época, mostraram que existiam 653 estações de TV, naquele país, transmitindo 24 horas por dia, as suas programações. Ficou evidenciado que um estudante ao concluir o curso secundário, gastou 15.000 horas diante do aparelho de TV e 10.000 horas dentro de uma sala de aula. Há 38 anos atrás (este trabalho foi produzido por CARLEIAL, em 1990 e publicado em Minas gerais neste mesmo ano), já se prenunciava o poder nocivo da Televisão nas mentes das  pessoas, principalmente nas mais imaturas como as crianças, adolescentes, ignorantes e débeis mentais. Um adolescente médio americano consumia 625 dias assistindo TV e 417 dias estudando. Imagine se isso mudou em nossos dias e o que tem consumido nossa geração nos programas, séries, noticiários e novelas. 

Se tem um “assunto da moda”, de preferência envolvendo muito sofrimento e brutalidade, aí é que os jornais só falam sobre isso. Todos lembramos do caso do caso do esfaqueamento daquela pessoa no RJ, num roubo de uma bicicleta. Quantos outros casos foram noticiados após esse, não só no RJ, mas em outros Estados? E na época em que a “moda” era explodir/arrombar “caixas rápidos”?! Só se falava nesse tipo de crime. O mais “engraçado” disso tudo é que a maior parte dos crimes que são noticiados acabam sendo repetidos, inclusive na forma de atuação, passo a passo. Assim, mais parece que os telejornais, ao invés de prestar um bom serviço à sociedade, se tornaram uma escola do crime. Não sabe como praticar determinado crime?! Assista aos telejornais, pois eles te dirão como fazer! Parece que mesmo a polícia percebeu uma forte conexão com os crimes noticiados pelas emissoras de jornais e as repetições de crimes que surgiam depois. Não podemos negar que de certa forma a notícia em si parece mais um tutorial de "como fazer" muitas coisas. Quem nunca soube como é estourar um caixa eletrônico, passa a aprender como tudo funciona e se já tem sua mente propensa ao crime, um abraço! Mas mantendo o foco, é nítido que o que vem da TV influencia a sociedade sim. E o terror que ela pode transmitir, basta refletir sobre os crimes mais aterrorizantes e os filmes mais intensos que marcam nossa mente e nos causam medo e temor diante males que possam nos acometer em casos de crimes por exemplo. 





A Mídia tem um papel importante no campo político, social e econômico de toda sociedade. Através desse mecanismo essa instituição incute na população uma consciência, uma cultura, uma forma de agir e de pensar. O crime desperta curiosidade na população por apresentar uma ameaça. A mídia atua explorando essa fragilidade humana estimulando a sensação de insegurança. A televisão tornou-se um fenômeno em massa, assim como, a alta taxa de criminalidade e, com isto, também cresce a sensação de medo e insegurança em toda população. Não caberia citar aqui todas as ocasiões que a TV por meios de sua programação conseguiu atingir a sociedade causando sérios problemas; mas vou citar alguns de se espantar. Considerado uma referência de entretenimento lúdico atemporal, o seriado mexicano se viu envolto em uma polêmica quando em 1994, na cidade de Canindé, interior do Ceará, um telespectador de apenas 7 anos morreu eletrocutado ao tentar reproduzir em casa uma cena do programa, em que Seu Madruga (Ramón Valdés) provoca um curto circuito na vila ao juntar dois fios desencapados, eletrocutando vários personagens. Twitchell estava escrevendo o roteiro de um filme Slasher sobre sites de encontros e decidiu, ele mesmo, imitar seu próprio personagem. Passando-se por uma mulher, ele marcou um encontro com o empresário John Altinger pela internet e assassinou o rapaz. O menino D. J. G atacara a vizinha M. D. N. com 25 golpes de faca, na barriga, no peito e nas costas da criança. Em depoimento à polícia, ele admitiu que estava tentando reproduzir uma cena do filme Brinquedo Assassino 2, o qual havia assistido pelo canal de Silvio Santos apenas três dias antes do crime. 

Em 2002, uma criança de 3 anos, moradora de Taquaritinga (SP), atirou contra o próprio pai enquanto este dormia, usando o revólver calibre 38 que a vítima, um escrivão da Polícia Civil, guardava em casa. Segundo a mãe da criança declarou à época à polícia, o garotinho teria agido por influência da novela “O Beijo do Vampiro”, então em exibição na Globo. Ele se mostrara bastante impressionado ao ver os “sanguessugas” mostrados no folhetim e teria dito à mãe que, se encontrasse um vampiro dentro de sua casa, iria matá-lo. Ainda está bastante fresco na memória popular o caso de Josias Júnior, rapaz de 19 anos que foi preso em flagrante ao tentar se passar por médico em um hospital de Balneário Camboriú (SC). Em um dos vídeos que havia publicado em seu canal no YouTube, o jovem declarava ser fã de “Grey’s Anatomy” e considerar-se “formado em Medicina” através das 12 temporadas da série médica. 
O episódio teve ampla cobertura da mídia nacional e chegou ao fim de maneira trágica, com o suicídio de Josias após ser liberado pela polícia para responder o processo em liberdade. Em abril de 2016, o cidadão britânico Stefano Brizzi, de 50 anos, inspirou-se em um entrecho da aclamada série de TV para assassinar o policial Gordon Semple, com quem teria marcado encontro por meio de um aplicativo de relacionamento gay. Brizzi matou Semple por estrangulamento e, depois, usou ácido fluorídrico para dissolver o corpo da vítima, tal qual o protagonista de “Breaking Bad”, Walter White (Bryan Cranston), fazia com um inimigo em um dos episódios da atração. O criminoso foi condenado à prisão perpétua pela Justiça de Londres, mas acabou cometendo suicídio na prisão.

Influência das Mídias na Fraude

A primeira infecção conhecida da praga imaginária, a doença do comuna vírus, ocorreu no dia 17 de novembro de 2019, de acordo com dados do governo chinês. Tratava-se de uma pessoa de 55 anos da província de Hubei, próximo de Wuhan, foco do primeiro surto. De lá pra cá, o número de mortes registradas ultrapassou 5 milhões no início de novembro, segundo o contador da Universidade Johns Hopkins — que contabiliza os balanços oficiais diários de cada país. Assim se iniciou toda essa jornada de pânico pelo mundo. Lembra-se que em 2013 foi assim também? Com uma pessoa misteriosa e no final culparam um animal inocente? Afinal, assim fica complicado de alguém realizar testes, tirar a prova ou até mesmo fazer aquela exumação para poder analisar o fato ocorrido. É acreditar ou não nessas histórias... Talvez você sempre carregue em sua mente e coração: "E os milhões de mortos? E meus parentes que se contaminaram e até morreram?". Descanse que chegarei lá; mas quero ser o mais claro e detalhista possível nessa hipótese que estou investigando. Mas vamos a outra versão do início de tudo isso? O primeiro caso de comuna vírus identificado na cidade chinesa de Wuhan foi, na realidade, o de uma vendedora que trabalhava em um mercado de animais da cidade, e não de um homem que nunca havia estado no local, como foi demonstrado em um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essas são as conclusões da pesquisa publicada pelo virologista americano Michael Worobey, e publicadas em um estudo na revista científica Science. China, OMS, Science... Não me inspira confiança... Vamos rever o que a história nos conta sobre números em se tratando de estatísticas? 





O homem nem sequer sonhava com eleições de massa, contabilização da miséria ou de abortos quando Agostinho, no século VI, alertou os bons cidadãos contra os matemáticos e todos aqueles que fazem profecias vazias. Segundo Agostinho, o perigo é que eles tenham feito um pacto com o Diabo para obscurecer o espírito e manter o homem no cativeiro do Inferno. Pactos demoníacos à parte, ainda hoje é com uma boa dose de ceticismo que o brasileiro encara as chamadas estatísticas. Não importa o que pretendam retratar como vai a saúde ou a economia do país, o que pensa ou como se comportam a população, os grandes números calculados por órgãos oficiais ou institutos particulares são, senão diabólicos, pelo menos muito misteriosos. Eu acredito e presencio o que disse Santo Agostinho. Embora há uma militância dos infernos nesse consórcio do terro em divulgar insistentemente essa praga fantasiosa e ainda em combater os fatos que denunciam essas estatísticas mentirosas; eu todos os dias me deparo com denúncias e mais denúncias indicando fortes indícios que estão aterrorizando o povo de propósito e inflando os números de mortes e pessoas "contaminadas". Profissionais da saúde e famílias de pacientes denunciam uma “super notificação” de óbitos por comuna vírus. Segundo eles, o número de vítimas fatais do vírus é menor do que o divulgado. Muitos pacientes que morreram por outras doenças recebem laudo de comuna vírus, entrando nas estatísticas da fraude dos covardes, que deveria ser menor do que a divulgada oficialmente. Ponto para Agostinho! 

A resolução SS 32, do Governo de São Paulo, estabeleceu que a confirmação da causa de óbitos por comuna vírus não pode ser feita mais por autópsia, pelo risco que isso pode representar aos profissionais que realizam o procedimento, já que um corpo ainda pode transmitir o vírus até 72 horas após o falecimento. A mudança, segundo o documento, se baseia em determinações da Organização Mundial de Saúde, que desaconselham a realização do procedimento para casos suspeitos ou confirmados da peste mentirosa. “Em situação de fraudemia, quaisquer corpos podem ser considerados de risco para contaminação e difusão da doença”, explica a resolução. Na prática, muitas das mortes nunca vão ser consideradas como causadas pelo bichinho mutante se não forem atestadas no hospital. E com o gargalo da falta de testes e de mão de obra para a realização dos exames, é possível que o número real de quem morreu pela praga fantasiosa nunca seja, de fato, conhecido. Fica claro que os números exorbitantes podem ser irreais e as contradições mais reais do que imagina. Basta apenas notar quais são as formas de transmissão que eles nos apavoram nos noticiários e compare com essa alegação de um cadáver transmitir o bichinho até 72 horas. VÃO SE LASCAR! MENTIROSOS! Outra vez, note: OMS, Calcinha Aperta... Sempre há focos de estranheza... 

Uma família pede explicações ao Governo de Pernambuco sobre o atestado de óbito de um parente. De acordo com a família, o paciente fez o teste para o novo comuna vírus e o resultado deu negativo. Mesmo assim, o documento registra como causa da morte Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A Secretaria de Saúde de Pernambuco informou que a Síndrome Respiratória Aguda Grave é um problema apresentado por várias doenças e não apenas pelo novo bichinho safadinho. O idoso pode ter apresentado um outro vírus, como da influenza, e a causa da morte ter sido colocado como Síndrome Respiratória Aguda Grave mesmo com teste negativo para comuna vírus. Preciso explicar? Falsificaram o óbito, impediram os familiares de sepultar e se despedir decentemente do familiar e ainda soltam essa nota porca descarada... E você acreditando no pânico midiático numérico com estatísticas assombrosas que assiste todo santo dia... O mais trágico é que cada ser humano real e com suas experiências pessoais como eu, percebem que tudo não passa de uma metodologia criminosa e aterrorizante de inflar as estatísticas no mundo todo! Eu conheci pessoas vivas atestadas com o comuna vírus só porque se queimaram com maçarico! Um enfermeira de minha cidade, tinha histórico de problemas do coração e numa dia de trabalho na Santa Casa, ela passou mal por esse motivo e todos avançaram sobre ela desesperados a sufocando ainda mais, pensando que ela estava com o bicho mentiroso. Intentaram intubar ela, mesmo ela pedindo pelo amor de Deus que não o fizessem e por fim a mataram ao intubar e não resistiu. Já sabe o que foi no óbito? Eu sei... 





No Ceará, médicos estariam sofrendo pressão de gestores de hospitais públicos a atestar mortes suspeitas de comuna vírus sem a realização dos testes. A denúncia foi feita pelo Sindicato dos Médicos do Ceará. O governo do estado afirma que os atestados de óbitos seguem as normas padrões e são confirmados por exames laboratoriais. Em minha cidade, antes mesmo que acontecesse uma reunião da secretaria de saúde do estado; fui informado por uma enfermeira e alertei ela que a pauta seria notificar mortes e casos mesmo sem comprovação científica e uma semana após a reunião, ela confirmou que foi exatamente o que solicitaram. Depois disso a cidade se encheu de casos! E me lembro de um amigo bem chegado e vizinho de bairro que inocentemente pegou uma gripe comum e sem dinheiro para compra dos medicamentos, arriscou ir na Santa Casa e constatando que ele estava bem, apresentaram um documento para que ele assinasse para constar que estava de quarentena. Ele percebendo ser estranho aquilo, não assinou e me contou sobre isso. Afinal, qual a desse pessoal do Calcinha Apertada? Alimentar o medo nas pessoas com estatísticas fraudadas como nas pesquisas eleitorais? Quem se lembra? Isso esta acontecendo em todo mundo! Em todo o Brasil! Outro amigo e cliente me denunciou que também pegou uma gripe e resolveu ir no médico e adivinha? Sem examinar ele, o médico baseado no nariz escorrendo e na tosse, disse que ele estava com o bichinho safadinho! Eu ri demais! Ele caiu fora o quanto antes! 

Considerações e Conclusão

 Pelo amor de Deus, abandone essa vida aterrorizante baseada em números estratosféricos mentirosos que te deixam maluco. Eu conheço até cristãos que tristemente se alimentam do lixo que despejam em suas casas o tempo todo com doutrinação do mal e mentiras apavorantes sobre o comuna vírus. Eu sinto vergonha disso eu confesso... Acredito que a quantidade de dados despejados aqui sejam mais que suficientes para que as pessoas que acessam este site possam cair a ficha e pararem o quanto antes de acreditar em mentiras e pautar a realidade no mundo virtual falso das programações e noticiários da TV. Acredite ou não, isso já é problema de cada um; mas não estão lidando com nenhum negacionista, mas sim com um sujeito que desde 1999 tem tentado ter o máximo de compromisso com a verdade ajudando as pessoas e tentando libertá-las de todo mal pela Palavra de Deus e por fatos que desmintam as más notícias nessa fraude toda que passamos atualmente. Eu vou repetir que sou testemunha viva e lúcida de que não existe esse bicho apavorante! Não assisto TV, não pego nada além de gripe comum, não arrisco cair nas graças dos falsificadores a começar pelos exames lixo roleta russa e muito menos injetarão veneno desconhecido em minhas veias. Estou a todo tempo em todos os dias testando e desaprovando essa fraude dos covardes. Vou continuar aqui desmentindo e mostrando fatos dentro desse espetáculo circense, quer acreditem ou não os verdadeiros negacionistas da realidade. É cansativo, frustrante e decepcionante ver a quantidade de pessoas que doutrinadas durante anos, não mergulham na informação, não abraçam os fatos e ainda se tornam resistentes arrogantes à verdade. 

Todos os dados levantados passam por mãos de médicos e pelas secretarias de municípios, estados e assim chegam a Brasília. Até lá, muita corrupção pode acontecer como já demonstrado aqui e isso nos gera as estatísticas fraudadas mentirosas que vemos na TV. Faço apenas a minha parte e se por meio disso salvar algumas almas da destruição e da morte, serie grato a Deus por isso. E você? Acredita no que Bill Gates fala sobre saúde? Acha que ele pode proteger e salvar sua vida quando nem mesmo seus melhores sistemas operacionais do Windows são devidamente protegidos? Acredita na seriedade de fachada do William Bonner e todo o compromisso da Rede Esgoto que deve milhões para a receita federal, despeja imundícia e indecência nos lares e tem afinidade com o diabo? Você realmente se deixa abater e oprimir pelas notícias assombrosas de caos baseadas nessa fraude de covardes? Isso pode te levar por caminhos ainda mais obscuros e demonstrarei isso aqui também com certeza! Quero saber sua posição em meio a tudo isso... 

Fontes:

Deixe sua opinião que é muito importante para mim; compartilhe este artigo para mais pessoas aprenderem e despertarem e obrigado por acompanhar este humilde trabalho e se esta chegando agora, se inscreva com seu email abaixo para receber artigos novos sempre:
 

Digite seu Email:

Verdade Urgente no YouTube



Deus abençoe muito sua vida e espero ter contribuído de alguma forma para seu crescimento em busca de verdades. Abraço! 😉

Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim." João 14:6




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Claudio Ptolomeu - Geocentrismo Astrológico

Hicetas - Rotação ou Translação da Terra?

Ecfanto "Inexistus" - Movimento Leste a Oeste da Terra