Terra Plana - Prova 63 - Porque o Sol não ilumina toda a Terra

Mais um artigo brilhante baseado nos estudos do cientista cristão terraplanista, Samuel B. Rowbotham que dessa vez se propôs a responder a seguinte questão, “como a terra não é todo o tempo iluminada por toda sua superfície, sendo que o sol está sempre a muitas milhas (quilômetros) sobre ela?” Talvez a resposta seja como segue: Em primeiro lugar, se não existisse atmosfera, sem dúvida a luz do sol seria difusa sobre toda a terra de uma vez só, e as alternâncias de luz e trevas poderiam não existir.

Em segundo lugar, como a terra é coberta com uma atmosfera de muitas milhas de profundidade, a densidade da qual gradualmente aumenta quanto mais desce na superfície, todos os raios de luz, exceto aqueles que são verticais, como eles entram no estrato mais alto do ar são capturados no seu curso de difusão e pela refração se curvam abaixo em direção ao mar e como ele vai para todas as direções ao redor do sol, da mesma forma, onde a densidade e outras condições são iguais, e vice-versa, o efeito é um disco comparativamente distinto de luz solar.

Enquanto o amanhecer chega para alguns lugares do mundo, em outros o entardecer... Imagem: Bryan Wonderwood (Pexels)


Reforçando e esclarecendo ainda mais essa teoria; não temos um sol que ilumina toda a Terra Plana, justamente porque a atmosfera com todos os seus elementos impedem que isso aconteça. Mas ainda assim é notório como a abrangência da luz do dia e do brilho do sol são enormes enquanto passam por sobre a terra. Em minha região por exemplo; em determinados períodos, especificamente no verão, a luz do dia começa a surgir no horizonte as 05h40min da manhã. Enquanto o crepúsculo da tarde ainda deixa regiões longínquas do mundo. De fato a própria natureza nos revela as verdades existentes em nosso mundo sem a necessidade de maquetes, desenhos ou mídias artísticas. Não dependemos delas para corroborar os fatos sobre a Terra Plana.

Realizando uma pesquisa simples e superficial porém reveladora com respeito a abrangência dos limites da luz do dia e do sol; concluí que de fato é enorme a região que ambas iluminam enquanto passam sobre a terra! E como fiz isso? Simplesmente utilizando o aplicativo Flat Earth (Baseado em informações reais do sol e da luz do dia) para ver onde o sol estava na hora atual e depois sites que informam o nascer e o por do sol em determinadas cidades onde aproximadamente no aplicativo ainda estavam sendo iluminadas pela luz crepuscular da manhã e da noite e adivinha só? De fato a luz abrange uma grande região do nosso mundo! Pesquisando o por do sol no Ceará, Fortaleza, Brasil; onde o entardecer ocorreria as 17h53min e Sydney, Austrália; onde o nascer do sol aconteceria no dia 21/01/2020 às 06h05min. O que significa que enquanto aconteceria o crepúsculo no Brasil nessa cidade neste exato horário; do outro lado do mundo, a luz já estaria chegando na Austrália! Magnífico! E para quem sabe bem onde realmente se encontram essas localidades, entende que a abrangência da luz é enorme e vasta sobre os continentes e que o tempo que essa fração de luz juntamente com o sol percorre sobre a Terra é muito curta!





Considerações e Conclusão

E se de repente algum metido a espertinho e engraçadinho tentar desmentir os fatos em consonância com a realidade, terá que suar muito para isso. E não se esqueça do "talvez" colocado nitidamente por Samuel B. Rowbotham em sua resposta para essa pergunta. Aqui comprovamos por muitas provas que não existe curvatura no mundo; demonstramos como é possível ver o sol através de filmagens aqui no Brasil (se pondo) e no Japão (nascendo) ao mesmo tempo e não temos nenhuma evidência de que a luz sobre o nosso mundo seja por conta de um sol estupidamente enorme e distante emitindo raios paralelos sobre uma esfera viajando a velocidades absurdas; nos resta admitir que a Terra de fato é plana e o sol e a luz do dia só não iluminam toda extensão da terra por conta dos fenômenos, climas, gases, partículas e eventos atmosféricos; além de outras coisas que impedem que os raios se propaguem mais conforme a ciência verdadeira e empírica constata. Deixe seu comentário sobre o que achou de mais essas revelações e não deixe de se inscrever por aqui, em nosso canal no YouTube de mesmo nome e compartilhe com outras pessoas para que saibam a verdade.

Fontes: 

Astronomia Zetética - A terra não é um globo (Página 130)
Sunrise and Sunset 



Comentários