Terra Plana - Prova 68 - Sol da Meia Noite no Ártico

O fenômeno sol da meia noite é uma das maravilhas do nosso mundo que detona a hipótese globular da terra e desde muito tempo é conhecido em todo mundo por quem já vislumbrou e mesmo filmou esse fato que acontece de forma exclusiva no Ártico. O cientista Samuel B. Rowbotham se debruçou sobre este assunto comprovando que o sol perfaz seu caminho num círculo concêntrico com o norte. Segundo o heliocentrismo isso "ocorre nas regiões entre os círculos polares e os polos, nos dias próximos ao início do verão de cada hemisfério - em junho no Norte e em dezembro no Sul -, devido à inclinação do globo terrestre nessas épocas." (1). Embora eles aleguem tais "fatos"; a verdade é que jamais sequer comprovaram nada dentro dessa hipótese: Um terra globular; um sol tão imenso mas distante e muito menos os movimentos contraditórios desse sistema solar. Claro que farei questão de citar o problema do vício intocável de dizer que "o Sol se põe e logo nasce novamente" (1). Mas eles sempre dirão: "É ilusão ótica!". Recomendo algumas leituras complementares:


O fenômeno do sol da meia noite pode ser visto por filmagens de visitantes que passaram pelo Ártico. Imagens: Visit Norway


Na terra plana o sol da meia noite é rapidamente compreendido desde os movimentos do sol como nossos olhos veem todos os dias. Então basicamente quem olha para o astro no céu, percebe de fato ele dando a volta sobre o horizonte sem se ocultar aos olhos e nem na "curvatura", já que está circulando sobre o centro da terra e perfazendo uma rota menor como bem conhecemos no modelo plano. Mesmo as Escrituras atestam tais movimentos do sol desde que foi criado; saindo de uma extremidade e percorrendo seu caminho até chegar onde saiu. Maravilhas de Deus! Por conta de todo tempo que ele passa no Ártico, lá ocorre o verão e as noites são iluminadas pelo sol em plena noite. Enquanto isso, nas extremidades da Antártida ocorre os piores invernos e as noites mais longas.

Que o sol da meia noite é um evento real no Ártico disso ninguém pode duvidar! Existem diversas gravações no YouTube, Vímeo e em outras plataformas de vídeo e redes sociais de pessoas que vivem e viajam para as regiões onde esse fenômeno pode ser visto. Como no relato de uma jovem que pessoalmente viu e registrou o fenômeno: "Fiquei com aquilo na cabeça e só em 2009 pude ver o tal sol da meia-noite com meus próprios olhos. Foi numa viagem que fiz à Escandinávia com a minha irmã. Fomos para a Suécia e a Noruega no final de junho e lembro de passearmos na rua depois das 23h com o sol ainda brilhando no horizonte." Tatiane Cunha (Revista Veja) (2). Existem sete lugares onde esse fenômeno pode ser visto: Svalbard (Noruega); Ilulissat (Groenlândia); Lapônia (Finlândia); Fairbanks (Alaska); Grimsey (Islândia); Whitehorse (Canadá); São Petersburgo (Rússia). De cada um desses locais é possível ver e registrar o sol circulando sobre o círculo Ártico.





Tão somente o fato de haver registros aos montes desse evento e outros detalhes como a forma como as sombras se comportar nos locais que circundam o Ártico já entregam que nossa terra é plana e o sol está próximo de nós como nos informa Samuel B. Rowbotham; a cerca de 1.300 km de altitude. Uma prova simples concernente as sombras é que se o sol da meia noite acontecesse da forma como eles descrevem, as sombras de todos os lugares deveriam se inclinar apenas para o lado oposto ao que esta sendo iluminado e na verdade não é isso que acontece, mas as sombras se declinam para lados opostos indicando que o sol realmente está ali sobre aquelas cidades! Caso contrário a bola teria que estar estupidamente inclinada para que se projetassem sombras em ângulos opostos. Apenas um detalhe que os defensores da bola deixaram escapar... Existe também a grande diferença entre o Ártico e a Antártida que já foi abordado aqui em vários artigos e que deixa claro a ação da luz e do calor do sol mais no Ártico até derretendo o gelo; ao passo que isso não ocorre na Antártida.

Por lá, quando acontece o sol da meia noite "as temperaturas raramente ultrapassam os 20ºC, ficando em sempre entre 7ºC e 15ºC" (3). Enquanto que na Antártida "nos meses de verão as temperaturas da costa atingem valores ao redor de 0°C, enquanto no interior do continente elas são mantidas entre -30°C e -10°C." (4). Não é meu intuito neste artigo mostrar novamente as diferenças; mas nota-se claramente que o sol da meia noite tem presença marcante sobre o Ártico; ao passo que na Antártida não. São informações que temos acesso sem precisar locomover nossa "bunda" da cadeira e que denunciam a farsa da terra globular e nos confirmam uma terra plana. Mas existe o sol da meia noite na Antártida? É o que veremos aqui no Verdade Urgente com certeza!

Considerações e Conclusão

Para qualquer mente de fato inteirada quanto ao sistema de funcionamento e organização da natureza na terra plana, conclui que nosso mundo de fato possui um sol que orbita acima de nossas cabeças todos os dias e que ao fazer isso no círculo menor no trópico de câncer revela como acontecem esses movimentos indubitavelmente. Não há o que provar mais sobre isso quando todos os olhos podem ver. E aos que ainda insistirem em uma bola se inclinando magicamente para caber em suas explicações e nos fenômenos, ainda teriam que explicar de forma convincente como dentro de todos esses movimentos malucos do sistema solar, as estrelas que vemos são sempre as mesmas e principalmente a Polaris é vista nitidamente fixa no centro do mundo. Munido de todos esses fatos reais e observações pelo mundo; concluímos sem sombras de dúvida que a terra é plana, o sol orbita em movimentos circulares sobre a terra e nosso mundo é estacionário. Você acha que é o sol quem se movimenta no Ártico num círculo menor ou a terra que esta girando? O que seu senso traduz? Deixe seu comentário; compartilhe este artigo; se inscreva para novos artigos e conheça o Verdade Urgente no YouTube também.

Fontes: 
(1) Nova Escola - O que é, onde, quando e por que ocorre o Sol da meia-noite?
(2) Veja: 7 lugares para ver o sol da meia-noite
(3) Clima Tempo: 5 países para ver o Sol da meia-noite 
(4) Guia Viagem: A Antártida clima: quando ir para a Antártida



Comentários