Terra Plana - Prova 89 - A tangente do Teodolito

Vamos falar um pouco mais sobre teodolito? Visto que alguns globolóides gostam muito de dizer que este instrumento comprova que existe uma curvatura no mundo; falaremos o quanto seja necessário sobre esta ferramenta. Dessa vez eles alegavam que a tangente do teodolito em seu alcance de observação seria o limite do plano dentro da curvatura que todos poderiam ver e que seria constatado nas observações com o teodolito. Mas Samuel Birley Rowbotham confrontou essa alucinação e demonstrou que estavam errados mais uma vez.

Antes de continuar com esta leitura eu recomendo alguns temas e artigos que podem complementar seus conhecimentos sobre Terra Plana:

Terra Plana / Curvatura / Teodolito



Se um nível ou um teodolito for "nivelado", e um ponto determinado for lido em um bastão fixado à distância de digamos 100 cadeias (2.011,70 km) , esse ponto terá uma altitude em um suave excesso da altitude do cruzamento do teodolito, e se o teodolito for movido para a posição do bastão, e novamente nivelado, e for tomada uma visão a 100 cadeias (2.011,70 km), outro excesso de altitude será observado, e esse excesso aumentará quanto mais e mais for o afastamento e mais repetidas observações forem feitas. A partir desse argumento que a linha de visão de um teodolito é uma tangente, e, portanto, a superfície da terra é esférica. O autor tem feito experiências similares ao que acima tem sido afirmado, mas a causa não é que a linha de visão (visada) é uma tangente, mas a mesma "colimação" como foi referida no artigo “Excesso Esférico." (115)

Possivelmente este foi o modelo de instrumento dos tempos de Samuel Birley Rowbotham utilizado nos experimentos. Imagem: Mercado Livre


Experimentos Demonstrando a Curvatura

Só para complementar este trecho de refutação de Samuel Birley Rowbotham sobre a tal curvatura nos olhos dos globolóides de seu tempo; faço questão de citar o mesmo problema em nossos dias com alguns globolóides que até mesmo se dizendo entendidos em medições e utilização deste instrumento, afirmam que de fato podem demonstrar a curvatura da terra através dele. Fato é que o que Samuel B. Rowbotham demonstrou em seus dias, continua acontecendo nos dias atuais e por falta de uma informação como essa, globolóides continuam nos enviando links de vídeos com experimentos mal interpretados que acreditam ter visto a curvatura da terra. Teodolito, nível e outras bugigangas que utilizam para tentar encontrar a suposta curvatura da terra sem sucesso. E sempre que eles nos trazem os tais resultados são decepcionantes e no muito duvidosos. Prova disso, foi um link que recebi de um globolóide no YouTube onde com um teodolito caseiro o rapaz faz algumas observações do mar a partir de três altitudes diferentes com o equipamento nivelado e filmando sua experiência e o mesmo efeito acontece! Uma aparente variação da linha do horizonte nos limites de observação através das lentes.

É uma pena que apesar de ter salvo não encontrei nenhum dos dois vídeos onde globolóides cheios de convicção demonstram justamente esse efeito da luz através das lentes causando um resultado que nem pode ser chamado de curvatura da terra; já que a medida observada pelas lentes não é suficiente para comprovar o que alegam e acham que estão mostrando. E vale sempre citar as discrepâncias entre suas convicções, alegações, matemática e produtos de softwares que rendem muita fé na mente daqueles que acham que a terra é um globo. Os cálculos de Eratóstenes constantemente são conflitados pelos próprios globolóides que já não sabem onde esta a danada da curvatura. Eles a veem da beira da praia, de cima de prédios com teodolitos caseiros, do pico o Everest com lentes olho de peixe, de aviões com lentes também e mesmo a ISS Fake. E no final, de fato não entregam o vídeo 4K que sempre venho exigindo.





Considerações e Conclusão

Não enchendo linguiça, por não haver necessidade; esta refutação de Samuel B. Rowbotham foi tão somente para complementar conhecimentos que talvez você já tenha ouvido ou lido por aqui e no canal no YouTube. Mas fica evidenciado mais uma vez que eles gostam de mascarar a realidade e fantasiar a realidade segundo suas convicções e qualquer coisa que lhes pareça comprovar a curvatura da terra eles desesperadamente lançarão mão daquilo para nos confrontar e tentar impor a esfericidade da terra como um fato e quando não podem mais refutar os argumentos científicos como os de Samuel Rowbotham, apelam para desmoralizar ele e mesmo os oponentes. Você já se deparou com algum comentário sutil desse tipo, onde eles usando erroneamente de instrumentos de observação tentaram te ludibriar? Comente; se inscreva; compartilhe com outras pessoas e não deixe de conhecer nosso canal no YouTube. Deus abençoe sua vida!


Fontes:
Astronomia Zetética - A terra não é um globo (Página 264)



Comentários