Pitágoras - O mago criador do Planeta Terra

A terra sempre foi aceita como sendo esférica ou plana? Qual ideia surgiu primeira? E qual delas subsiste até os nossos dias? Quem afinal começou a criar um outro ponto de vista? Todos nós que aprofundamos neste tema concernente ao formato de nosso mundo, encontramos que na verdade, toda noção e entendimento sobre isso parte das Sagradas Escrituras e reflete na história durante milênios nos conhecimentos dos povos antigos ainda que cercados de mitologias como já publicado aqui neste blog. Somente milênios mais tarde é que alguém ousou questionar a percepção e crença de um mundo plano supondo uma outra ideia que invadiria o pensamento de muitas outras pessoas pelo mundo e no decorrer da história. O paradigma (modelo) da Terra esférica apareceu na filosofia grega no século VI a.C. com Pitágoras, embora a maioria dos filósofos pré-socráticos defendesse o modelo de Terra plana. 

Excetuando o que pouco se aproveitou dos conhecimentos de Pitágoras, o resto foi apenas achismo, interpretações pessoais sobre o universo e muito esoterismo relacionado ao universo. Imagem: Aventuras na História

Aristóteles aceitava a esfericidade da Terra por bases supostamente empíricas em 330 a.C. e o conhecimento sobre a Terra redonda gradualmente começou a se espalhar pelo mundo helenístico. Alguns desentendidos ou sacanas, divulgaram que durante a Idade Média havia surgido uma "crença na Terra plana" que foi forjada no século XVIII, e que ainda hoje é uma visão popular entre não especialistas, mas sabemos que não foi bem assim. Medievalistas e historiadores da ciência atualmente concordam erroneamente que essa é uma concepção falsa. Em suma, os poucos autores ocidentais do mundo antigo ou medieval que comprovadamente combateram a esfericidade da Terra foram exceção, eles eram geralmente ignorados ou tratados com pouca seriedade nos círculos intelectuais de sua época. Era assim que eles agiam, criam e com muitas lacunas e dados ocultos sustentaram o modelo esférico na mente das pessoas e ocultaram o modelo plano o quanto puderam. Antes de continuar eu recomendo algumas leituras complementares que podem te ajudar a compreender melhor sobre o mundo real: 



A maioria das informações sobre Pitágoras foram escritas séculos depois que ele viveu, de modo que há pouca informação confiável sobre ele. Segundo os pitagóricos, o cosmo é regido por relações matemáticas. A observação dos astros sugeriu-lhes que uma ordem domina o universo. Evidências disso estariam no dia e noite, no alterar-se das estações e no movimento circular e perfeito das estrelas. Por isso o mundo poderia ser chamado de cosmos, termo que contém as ideias de ordem, de correspondência e de beleza. Nessa cosmovisão também concluíram que a Terra é esférica, estrela entre as estrelas que se movem ao redor de um Fogo Central. Alguns pitagóricos chegaram até a falar da rotação da Terra sobre o eixo, mas a maior descoberta de Pitágoras ou dos seus discípulos (já que há obscuridades em torno do pitagorismo, devido ao caráter esotérico e secreto da escola) deu-se no domínio da geometria e se refere às relações entre os lados do triângulo retângulo. A descoberta foi enunciada no teorema de Pitágoras. Embora seus conceitos de um Fogo Central distinto do Sol e de uma "Contra-Terra" inexistente fossem errôneos, o sistema continha a percepção de que "o movimento aparente dos corpos celestes" era (em grande parte) devido ao "movimento real do observador". Quanto do sistema foi planejado para explicar os fenômenos observados e quanto foi baseado no mito e na religião é discutido. Embora o afastamento do raciocínio tradicional seja impressionante, além da inclusão dos 5 planetas visíveis, muito pouco do sistema pitagórico é baseado em observações genuínas.

Uma das principais doutrinas de Pitágoras parece ter sido a metempsicose, a crença de que todas as almas são imortais e que, após a morte, uma alma é transferido para um novo corpo. Este ensinamento é referenciado por Xenófanes, Íon de Quios e Heródoto. Entretanto, nada se sabe sobre a natureza ou o mecanismo pelo qual Pitágoras acreditava que a metempsicose ocorresse. Empédocles alude em um de seus poemas que Pitágoras pode ter afirmado possuir a capacidade de recordar suas encarnações anteriores. Diógenes Laércio informa um relato de Heráclides de Ponto que Pitágoras disse às pessoas que ele havia vivido quatro vidas anteriores das quais ele conseguia se lembrar em detalhes. Dizia-se que Pitágoras praticava adivinhação e profecia. Nas visitas a vários lugares da Grécia - Delos, Esparta, Phlius, Creta etc. - que lhe são atribuídas, ele geralmente aparece em seu disfarce religioso ou sacerdotal, ou como legislador. Um número de "ditos orais" (akoúsmata) atribuídos a Pitágoras sobreviveram, lidando com como os membros da comunidade pitagórica deveriam realizar sacrifícios, como deveriam honrar os deuses, como deveriam "se mover" aqui e como eles devem ser enterrados.

O popular e influente tratado de três volumes de Heinrich Cornelius Agrippa, De Occulta Philosophia, cita Pitágoras como um "mago religioso" e indica que a numerologia mística de Pitágoras opera em um nível super celestial. Os maçons deliberadamente modelaram sua sociedade na comunidade fundada por Pitágoras em Crotona. O rosacrucianismo usou o simbolismo pitagórico, assim como Robert Fludd (1574-1637), que acreditava que seus próprios escritos musicais haviam sido inspirados por Pitágoras. John Dee foi fortemente influenciado pela ideologia pitagórica, particularmente pelo ensino de que todas as coisas são feitas de números. Adam Weishaupt, o fundador dos Illuminati, era um forte admirador de Pitágoras e, em seu livro Pitágoras (1787), ele defendia que a sociedade deveria ser reformada para se parecer mais com a comunidade de Pitágoras em Crotona.Wolfgang Amadeus Mozart incorporou o simbolismo maçônico e pitagórico em sua ópera A flauta mágica. Sylvain Maréchal, em sua biografia de seis volumes de 1799, The Voyages of Pitthagoras, declarou que todos os revolucionários em todos os períodos de tempo são os "herdeiros de Pitágoras".

Símbolo usado por Pitágoras para representar sua escola filosófica e esotérica é usado hoje por maçons. Imagem: Loja Maçônica Continguiba

Pitágoras também deduziu que todos os astros fossem esféricos e em seu tempo pensava que cada um deles possuía um espaço para viajar nele e que mesmo o sol tinha o seu. Até esse tempo, ainda não havia surgido as bases do heliocentrismo. 

Considerações e Conclusão

Em suma nós temos um sujeito que pouco se sabe enfaticamente sobre o mesmo. Aquele típico caso de ele haver existido ou não de verdade na história. Mas consideremos que ele existiu e foi o primeiro inútil a tentar mudar o conceito geral sobre como o mundo era percebido. Quais foram os métodos científicos que ele utilizou? Uma aeronave? Balão? Foguete? Câmera de super zoom? Telescópio? Não... Ele simplesmente se baseou naquilo que ele supôs ter a ver com uma esfera (perspectiva e movimento dos astros) e deduziu que a terra seria uma esfera, chegando em seu tempo a se considerar o eixo imaginário da terra esférica da cabeça dele. Lembrando que tudo isso embasado em esoterismo e suas crenças com relação ao universo! Para os críticos amantes da boa e velha ciência; deixo-vos estas informações decepcionantes sobre vosso filósofo Pitágoras e sua herança esotérica abraçada por todos estes movimentos, instituições e pessoas ao longo da história. Não te parece familiar agora nossas acusações de que existe ocultismo por todos os lados nessa hipótese religiosa de vocês? Não fez sentido as verdades quanto a vossa crença ter nascido milênios depois no mundo e da mente de um pobre coitado que assim deduziu que a criação fosse? Espero que passe a fazer sentido daqui pra frente. 

Eis aí as bases excelentes do vosso modelo científico astronômico brilhante e irrefutável! Um filósofo, sacerdote, religioso, considerado um bruxo por seus admiradores que passaram a adotar seus esoterismos e símbolos ao longo da história, incluindo suas rasas observações sem fundamentação baseadas no achismo e crenças pessoais. Acho que a massa Globolóide precisa estudar mais sobre tudo concernente a esse modelo falho, idolátrico e sem realidade alguma. Lembrando que estou apenas começando os estudos... Se inscrevam aqui no blog e no canal Verdade Urgente no YouTube para acompanhar o desfecho de cada artigo como esse! Deus abençoe e ilumine a mente de todos dando despertamento e sabedoria! 

Fontes: 

Wikipedia - Pitágoras

O Significado do Pentagrama – Uma Interpretação Esotérica da “Estrela de Cinco Pontas”





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terra Plana - Salmos 19.1 - O Firmamento de Deus (Domo)

Respostas contra 12 argumentos dos ateus

Verdade Oculta - Você conhece quem é o "irmão" Rubens?