Tycho Brahe - Surge uma Nova Estrela?

Tycho Brahe, mais um filósofo astrônomo contribuinte de todo besteirol delirante envolvendo o universo imaginário onde a bolinha azul perdura por essas bases. Na verdade esse camarada, meio que inicia um tempo na ciência que complica ainda mais o esquema ilusório e fantasioso utilizado por eles; já que a galera se desprende cada vez mais das interpretações místicas e esotéricas para estudar o cosmos puramente pela razão humana e baseados num completo ateísmo. Na prática todos sabemos que não é bem assim que funciona e falaremos muito sobre crenças dos homens; mas por agora, vamos conhecer essa figura que já não é tão enigmática quanto seus antecessores obscuros. Antes de seguir com mais essa leitura, eu recomendo que leia outros artigos que talvez não tenha acessado. 


Tycho Brahe foi mais um dos personagens que baseado em meras observações "do solo", tirou suas conclusões sobre o universo. Imagem: MentalFloss



Biografia de Tycho Brahe

Ele foi um astrônomo dinamarquês que viveu de 1546 a 1601 e foi o sucessor de Nicolau Copérnico, pegando carona em seus estudos; embora não concordasse plenamente com alguns pontos e também se utilizou de outros conhecimentos disponíveis de sua época. Ele tentou seguir pelos caminhos burocráticos da política em seus estudos por desejo de seu pai, que queria que o mesmo chegasse ao nível de poder administrar o Estado em seu tempo. Mas como outros semelhantes a ele, houve um desvio de rota em sua vida e ele acabou pegando gosto pela astronomia e por observar os céus também. E tudo começou quando ele observou um eclipse solar que alguém já havia previsto e isso o encantou de uma tal forma que questionando como os homens faziam isso, ele resolveu iniciar sua carreira de "astrônomo autônomo" como os demais estudando obras de então, comprando instrumentos e observando "em solo" os astros. Adoro destacar "em solo". 

Durante suas correrias para lá e para cá, aconteceu um fato curioso onde ele perdeu parte do nariz em um duelo de espadas e teve que usar próteses durante o resto de sua vida. Porque razão, não sei, mas o cara também foi expulso da Universidade de Rostock logo após esse evento. Mas como esses globolóides gostam de fazer merda não é mesmo? Ao longo de sua jornada como astrônomo ele construiu dois observatórios; sendo atribuído a ele primeiro estes feitos. Um deles foi construído numa ilha entre a Dinamarca e Suécia e outro em Praga após ele ter problemas de discordância com o rei e se mudar para lá. Nesse observatório ele trabalhou até a morte que até hoje ninguém sabe como aconteceu. Se foi por problemas na bexiga que teve por educadamente se manter na mesa até o fim e isso ter causado infecção; ou se por intoxicação por medicamentos e até teve livro escrito procurando uma conspiração onde Johannes Kleper, seu sucessor o havia envenenado. Mesmo com a exumação do corpo (acreditem se quiser, esse tem restos mortais) nada foi constatado. 

Antes de sua morte ele conheceu Kepler em 1599, que o ajudou a adornar suas "descobertas" com a matemática fantasiosa superficial que este estava aplicando aqui e ali e vamos mergulhar nisso também. 





Astronomia de Tycho Brahe

Me desculpe me antecipar em um breve comentário; mas no fundo eu sempre alimento uma microscópica esperança de que encontre algum dado ou descoberta irrefutável no universo da bola, mas sempre me decepciono encontrando a mesma merda de sempre... Depois de iniciar sua carreira solo e autônoma (muito criticada por globolóides quando se trata de oponentes), ele resolveu abandonar as considerações ptolomaicas da leitura dos astros como sendo algo astrológico como acreditava Ptolomeu que acreditava que os astros tinham influência direta na humanidade em muitas aspectos. Eis aí o nascimento da chamada "Ciência Renascentista"; que para mim era um ateísmo 2.0 em desenvolvimento. Até porque Tycho Brahe como discípulo de Nicolau Copérnico não engolia o Geocentrismo de Aristóteles e que defendia até então a igreja romana. Partindo então destes princípios mais lógicos e da observação pura; ele foi um dos mais prestigiosos nessa pesquisa ateísta imaginária. Embora aleguem que ele não tinha intenção de desvendar todos os mistérios do cosmos. Infelizmente nem todos carregam esse reconhecimento sobre suas limitações... 

Mergulhou "em solo" nas fases da lua e nos movimentos de Marte de uma forma que seus estudos e observações serviram para Johannes Kleper formular suas besteiras ainda dentro do heliocentrismo. Mas falaremos de Kepler e suas leis dos movimentos mais adiante... Segundo conta a história, ele foi quem acertou com precisão sem igual posição e movimentos dos astros e estrelas. Claro que já mostramos que muito disso não passa de mentiras; já que muitos desses dados já estavam disponíveis nas culturas e por observações de povos antigos a muito tempo. Tomem vergonha na cara! Mas tem coisa mais interessante ainda! Ele também alegava que o sol também orbitava em torno da terra e a mesma em redor do sol! Já ameaçou até mesmo o coitado do Nicolau Copérnico e alunos fieis. Logo, o sol já não era o centro do universo, ou quase o centro como criam alguns. 

Observatório de Tycho Brahe. Imagem: BSHS



Mas se destacou mesmo, foi quando observando o fenômeno em que Júpiter e Saturno passam "próximos" um do outro e consultando as tabelas preditivas de então, encontrou erros crassos na questão do tempo em que este evento aconteceria. Afonsino errou em meses e Copérnico em dias! Enxergando uma janela de oportunidade, ele mergulhou de cabeça nesse sentido e "segundo conta a história" , ele foi quem mais se aproximou da previsão correta. Tanto que nem globolóides sabem disso ou citam até hoje! Trágico e cômico... Um fato, se é que posso chamar assim; que chamou me a atenção, foi quando ele alegadamente havia descoberto uma estrela nova que não existia na mente dele e então, pirou escrevendo um livro intitulado "Sobre a nova estrela nunca vista antes". Já imaginou que o geocentrismo perderia completamente seu valor nessa descoberta, pois o mesmo sustenta que as estrelas são sempre as mesmas presas à esfera celeste e ele acabara de descobrir uma nova estrela; demonstrando assim que houve mudanças sim no cosmos! Uau! 

Isso já lhe rendeu ser professor na Universidade de Copenhagen; embora não tivesse formação acadêmica ou título de universitário como aconteceu com Galileu Galilei. Pimenta nos olhos dos outros é refresco? Parece uma frase desconexa e sem sentido, mas descreve bem como alguns oponentes globolóides se comportam diante de tais verdades sobre seus ídolos meia boca. As críticas são vorazes quando são citados oponentes que pelo mesmo caminho pesquisaram verdades destruidoras contra essa baboseira. Hipócritas! Continuando; em sua mente, uma nova estrela significava um universo mutável ou no mínimo em movimento. Com isso ele destruiria de vez o sistema de Aristóteles que era aceito e defendido pela igreja romana também. Ele obteve êxito alcançando com seus ensinos errôneos e sem fundamentos reais, até mesmo os "sábios" ocidentais. Teve sim uma certa resistência, mas aos poucos esse câncer corroía os despreparados. 





Considerações e Conclusão

Mediante as informações examinadas até aqui e passando a peneira do bom senso e da verdade, podemos concluir que Tycho Brahe foi mais um filósofo astrônomo que encantado com os céus, sem estudos e sem formação, começou a observar os astros "do solo" e baseado em estudos já existentes; estudou fases da lua, movimentos dos astros e achou ter descoberto uma nova estrela que parecia destronar tanto o Geocentrismo quanto o Heliocentrismo que também sofreria um golpe. Mas a pergunta que se formou imediatamente em minha mente foi a seguinte: 

Sabemos que desde as primeiras observações, os homens eram limitados nesse sentido e mesmo passando pela gambiarra da luneta de Galileu isso melhorou um pouco, mas as alegações são muito suspeitosas. Se no tempo de Tycho Brahe foram construídos por ele, dois observatórios; porque a tal "nova estrela" não poderia ser uma antiga estrela que não podia ser vista por falta de recursos? 

Um outra pergunta sobre seus estudos envolvendo posições e movimentos dos astros e estrelas que atribuem a ele com certa exatidão: 

Como ele foi capaz de explorar tudo isso somente observando da sua janela ou campo de observação geográfico? Já que ele não era um viajante pelo mundo fazendo observações privilegiadas de outros lugares com seus recursos de então? 

Vamos lembrar que o mundo é enorme e as estrelas e astros também são muitos espalhados pelo céu acima de nossas cabeças. Para mim ele não fez mais que sapatear em cima de antigos estudos; conseguir ver estrelas que antes não poderiam ser vistas por falta de alcance visual e o restante continua sendo a mesma ladainha de sempre: Imaginação e cálculos fantasiosos. Nada de mais nessa história; a não ser que esse sujeito tem consideráveis informações históricas; familiares de sobra e uma cova numa igreja onde até realizaram exumação de seu corpo para exames sobre a causa de sua morte. O resto é só desconfiança total! 

 Fonte: 


Comente sua opinião, compartilhe e muito obrigado por acompanhar nosso trabalho aqui no blog Verdade Urgente e se você esta chegando agora, não deixe de conhecer também nosso trabalho no YouTube: Verdade Urgente. Deus abençoe e não se esqueça de se inscrever aqui no blog e em nosso canal para receber as atualizações! Abraço! 😉



Comentários

  1. Impressiona com seu embasamento e fundamentos obrigada por ter me ajudado a conhecer mais um pouco sobre esse universo de conhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernandinha! Eu quem agradeço por saber que você prestigia esse singelo trabalho e todas as pesquisas que faço. Fico feliz em contribuir com seus conhecimentos! Deus abençoe e agradeço mesmo sua cooperação e palavras! Abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Sinta-se a vontade em comentar complementando o artigo; deixando suas perguntas ou mesmo apresentando seu ponto de vista para possíveis discussões amigáveis de ideias sem ofensas, fanatismos ou estupidez. Além desses limites assuma a responsabilidade de colher o que plantar...

Os comentários serão avaliados e sendo aprovados; publicados imediatamente.

Postagens mais visitadas deste blog

Terra Circular Plana - É Possível ver o Sol e as Estrelas do Espaço?

Claudio Ptolomeu - Geocentrismo Astrológico

Hicetas - Rotação ou Translação da Terra?